Psicologia Existencial Public

  • Email
  • Share
  • Contributors
  • Close Course

Formação Existencialista

Tags No tags specified

Module Information

Influências da fenomenologia e do existencialismo desenvolvera-se vários modelos terapêuticos  Objetivo é facilitar na pessoa do cliente um auto-conhecimento e uma autonomia psicológica suficiente para que ele possa assumir livremente a sua existência. Intervenções cuja finalidade principal é ajudar o crescimento pessoal e facilitar o encontro do individuo com a autenticidade da existência de forma a assumi-la e a projetá-la mais livremente no mundo. O centro é o indivíduo e não a perturbação mental As intervenções terapêuticas privilegiam a autoconsciência, a auto compreensão e a autodeterminação. Existem dois grupos diferentes: Psicoterapia experiencial e a psicoterapia existencial. As diferenças essenciais entre psicoterapia experiencial (humanista) e psicoterapia existencial Forma como conceitualizam a capacidade do individuo para o processo de mudança – na finalidade da intervenção. Autodescoberta (conhecer e compreender-se) na psicoterapia experiencial e pela construção mais autentica e significativa da sua existência na psicoterapia existencial. Na psicoterapia existencial enfatizam-se as dimensões históricas e de projeto e a responsabilidade individual na construção do seu mundo. Visa a mudança e a autonomia pessoal e a ação de forma cada vez mais autêntica e responsável. A psicoterapia não é o de uma técnica destinada a "curar" pertubações mentais, mas sim o de uma intervenção psicológica que contribui para o crescimento e para a transformação do cliente como pessoa.
Show less
É o ser que se escolhe a si-mesmo com autenticidade, construindo assim o seu destino, num processo dinâmico de vir-a-ser. Escolhas das quais resulta o sentido da sua existência. Ele faz a si próprio escolhendo-se - combinação de realidades / capacidades e possibilidades/ potencialidades Está em aberto em seu projeto - escolher estar-no-mundo
Show less