PROGRAMA ESTADUAL EDUCAÇÃO NÃO FORMAL

MARIA BERNARDETE  GUIMARAES
Flashcards by , created 3 months ago

PROGRAMA ESTADUAL EDUCAÇÃO NÃO FORMAL COM AS ESTRATÉGIAS POR ÁREA TEMÁTICA.

0
0
0
MARIA BERNARDETE  GUIMARAES
Created by MARIA BERNARDETE GUIMARAES 3 months ago
EDUCAÇÃO AMBIENTAL E NOVOS DESAFIOS PEDAGÓGICOS
MARIA BERNARDETE GUIMARAES
A EDUCAÇÃO AMBIENTAL E O PROGRAMA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL-LEI 9.265 DE 2009
MARIA BERNARDETE GUIMARAES
EDUCAÇÃO AMBIENTAL NÃO ESCOLAR- LEI 9.265/2019 - ES
MARIA BERNARDETE GUIMARAES
A-Level Law: Theft
amyclare96
MATTERS OF LIFE AND DEATH - UNIT 1, SECTION 2 - RELIGIOUS STUDIES GCSE EDEXCEL
Khadijah Mohammed
INDICADORES DE MONITORAMENTO E AVALIAÇÃO DE PPEEA (POLÍTICAS/PROGRAMAS DE EA)
MARIA BERNARDETE GUIMARAES
INDICADORES DE MONITORAMENTO E AVALIAÇÃO DE PROGRAMAS E PROJETOS DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL
MARIA BERNARDETE GUIMARAES
AVALIAÇÃO DE PROJETOS DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL
MARIA BERNARDETE GUIMARAES
Desenvolvimento sustentável e gestão ambiental nas organizações
Guilherme Albuquerque
TERMOS AMBIENTAIS
MARIA BERNARDETE GUIMARAES
Question Answer
ESTRATÉGIAS DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL NÃO FORMAL PROGRAMA ESTADUAL ES (PREVISTO NA LEI Nº 9.265/2009- POLÍTICA ESTADUAL DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL) ÁREAS: CIDADANIA, ESPAÇOS DISSEMINADORES, CONTROLE AMBIENTAL, RECURSOS NATURAIS, RECURSOS HÍDRICOS, CAMPO E RESÍDUOS SÓLIDOS.
ESTRATÉGIAS EDUCAÇÃO AMBIENTAL NÃO FORMAL -PROGRAMA ESTADUAL ES CIDADANIA ESTIMULAR A PARTICIPAÇÃO DA SOCIEDADE INCENTIVO PARA AUMENTAR O PROTAGONISMO DA SOCIEDADE ESTIMULAR A PARTICIPAÇÃO EM EVENTOS E DEBATES ARTICULAÇÃO ENTRE SECRETARIAS FORTALECER NÚCLEO E PÓLOS FORTALECER COMISSÕES, COMITÊS E FÓRUNS. ESTIMULAR O COOPERATIVISMO E O ASSOCIATIVISMO ESTABELECER PARCERIAS FORMAÇÃO NA ÁREA SOCIOAMBIENTAL PARA GESTORES CAPACITAÇÃO DE MULTIPLICADORES
EDUCAÇÃO AMBIENTAL NÃO FORMAL -PROGRAMA ESTADUAL ES ESPAÇOS DISSEMINADORES PROMOVER A CRIAÇÃO, ESTRUTURAÇÃO, MANUTENÇÃO E ARTICULAÇÃO DE NÚCLEOS, CENTROS E PÓLOS. DISPONIBILIZAR INFORMAÇÕES PROMOVER A TROCA E DISSEMINAÇÃO DE CONHECIMENTOS SOBRE ATUAÇÃO DOS NÚCLEOS, PÓLOS E CENTROS. FOMENTAR PROJETOS LOCAIS
EDUCAÇÃO AMBIENTAL NÃO FORMAL -PROGRAMA ESTADUAL ES CONTROLE AMBIENTAL INSERIR NO TERMO DE REFERÊNCIA DOS PROCESSOS DE LICENCIAMENTO AS AÇÕES DE EA INCENTIVAR A INCLUSÃO NAS CONDICIONANTES DE EA A IMPLANTAÇÃO DE AÇÕES SUSTENTÁVEIS ESTIMULAR A ELABORAÇÃO DE PLANOS DE E A PARA REGIÕES EM PROCESSO DE DESENVOLVIMENTO GARANTIR A INSERÇÃO DA EA DESDE O INÍCIO DO PROCESSO DE LICENCIAMENTO EXECUTAR E ARTICULAR ENTRE OS SETORES INTERINSTITUCIONAIS, PARA DESENVOLVER AÇÕES CONJUNTAS NO ÓRGÃO.ARTICULAR AÇÕES DE MONITORAMENTO ENTRE OS ÓRGÃOS MUNICIPAIS, ESTADUAIS E FEDERAI8S.
EDUCAÇÃO AMBIENTAL NÃO FORMAL -PROGRAMA ESTADUAL ES RECURSOS NATURAIS INCENTIVAR A CRIAÇÃO, ESTRUTURAÇÃO E A MANUTENÇÃO DE ÁREAS PROTEGIDAS EM DIÁLOGO COM AS POPULAÇÕES LOCAIS. ECOTURISMO ESTIMULAR A CRIAÇÃO E O FUNCIONAMENTO DOS CONSELHOS GESTORES EFETIVAR A PARTICIPAÇÃO SOCIAL NA GESTÃO DE ÁREAS PROTEGIDAS DESBUROCRATIZAÇÃO DO PROCESSO DE CRIAÇÃO DE ÁREAS PROTEGIDAS. FISCALIZAÇÃO VOLUNTÁRIA, INTEGRADA E PERMANENTE EM ÁREAS PROTEGIDAS. ACESSIBILIDADE NAS AÇÕES DE EA NAS UCs. DEBATES SOBRE DESASTRES AMBIENTAIS. AÇÕES INTEGRADAS COM COMUNIDADES DO ENTORNO E INTERIOR DAS UCs REPLANTIOS E RECOMPOSIÇÃO DE ÁREAS PROTEGIDAS BRIGADAS ECOLÓGICAS MUNICIPAIS DE COMBATE À INCÊNDIOS FLORESTAIS PROMOVER EVENTOS E/OU APOIAR OS JÁ EXISTENTES QUE COMPARTILHEM EXPERIÊNCIAS EM EA EM ÁREAS PROTEGIDAS. AÇÕES DE SENSIBILIZAÇÃO EM COMUNIDADES DO INTERIOR E DO ENTORNO DE UCs. CRIAR E ESTRUTURAR CENTROS E PÓLOS DE EA AÇÕES DE SENSIBILIZAÇÃO EM ÉPOCAS DE TURISMO, DEFESO, ANDADA, OUTROS. INCENTIVAR A CRIAÇÃO DE HORTOS DE ESPÉCIES NATIVAS AÇÕES ARTICULADAS ENTRE SECRETARIAS, INSTITUIÇÕES E ÓRGÃOS AFINS.
EDUCAÇÃO AMBIENTAL NÃO FORMAL -PROGRAMA ESTADUAL ES RECURSOS HÍDRICOS PARCERIA COM O MINISTÉRIO PÚBLICO E DEMAIS ENTIDADES DO SISTEMA ESTADUAL E FEDERAL DE MEIO AMBIENTE AMPLIAR A COMUNICAÇÃO SOCIAL PARA CONHECIMENTO DA LEGISLAÇÃO E PARA DIVULGAÇÃO DE BOAS PRÁTICAS EM RECURSOS HÍDRICOS. DESTINAR UM PERCENTUAL MÍNIMO DO FUNDAGUA PARA DESENVOLVER AÇÕES DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL EM RECURSOS HÍDRICOS ARTICULAR OS COMITÊS DE BACIA HIDROGRÁFICA E OS COMITÊS REGIONAIS DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL. INCLUIR A AGERH NO ÓRGÃO GESTOR DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL DO ES. INSERÇÃO DA TEMÁTICA EA NHOS ACORDOS DE COOPERAÇÃO COMUNITÁRIA (ACC).
EDUCAÇÃO AMBIENTAL NÃO FORMAL -PROGRAMA ESTADUAL ES CAMPO INCENTIVAR O ACESSO E CONSUMO DE PRODUTOS ORGÂNICOS E AGROECOLÓGICOS ESTIMULAR O PROCESSO DE FORMAÇÃO DE MULTIPLICADORES DE BOAS PRÁTICAS E DE PRÁTICAS AGRÍCOLAS ALTERNATIVAS. ESTIMULAR O FORTALECIMENTO E DIVULGAÇÃO DE EXPER|ÊNCIAS EXITOSAS AGROECOLÓGICAS E AGROFLORESTAIS. INCENTIVAR O USO DE ADUBAÇÃO ORGÂNICA. SENSIBILIZAR A POPULAÇÃO PARA A NECESSIDADE DE CONSERVAÇÃO E RECUPERAÇÃO DOS RECURSOS FLORESTAIS. PROMOVER A EXPANSÃO DE PRÁTICAS ALTERNATIVAS DE AGRICULTURA. PROMOVER A FISCALIZAÇÃO EDUCATIVA E PARTICIPATIVA. EA NOS PROGRAMAS DE REFLORESTAMENTO, PRESERVAÇÃO DE NASCENTES E MATAS CILIARES. FORTALECER SINDICATOS E MOVIMENTOS RURAIS CO9MO ESPAÇOS DE EA. DIVULGAR PLANTAS ALIMENTÍCIAS NÃO CONVENCIONAIS. ESTIMULAR PROGRAMAS DE EXTENSÃO RURAL NOS MUNICÍPIOS. CRIAR PROGRAMAS DE INCENTIVO À IMPLEMENTAÇÃO DE PRÁTICAS SUSTENTÁVEIS POR MEIO DE CERTIFICAÇÃO COM SELO, PREMIAÇÃO, BOLSA DE ESTUDO AOS FILHOS DOS PRODUTORES FAMILIARES OU OUTROS.
EDUCAÇÃO AMBIENTAL NÃO FORMAL -PROGRAMA ESTADUAL ES RESÍDUOS SÓLIDOS PLANEJAR E IMPLEMENTAR PROGRAMAS DE COMUNICAÇÃO E EDUCOMUNICAÇÃO PARA A COMUNIDADE. PROMOVER ESPAÇOS FORMATIVOS PARA A FORMAÇÃO SOBRE OS 5Rs, SUSTENTABILIDADE E CONSUMO PARA A SOCIEDADE. ESTIMULAR A ORGANIZAÇÃO LOCAL PARA A ESTRUTURAÇÃO DE PRÁTICAS DE ECONOMIA SOLIDÁRIA. INCENTIVAR E ORIENTAR SOBRE A IMPORTÂNCIA DA PRODUÇÃO E UTILIZAÇÃO DA COMPOSTAGEM. MOBILIZAR E SENSIBILIZAR A SOCIEDADE PARA O PROCESSO DA LOGÍSTICA REVERSA.
EDUCAÇÃO AMBIENTAL NÃO FORMAL -PROGRAMA ESTADUAL ES RESÍDUOS SÓLIDOS INCENTIVAR A CRIAÇÃO E DIVULGAÇÃO DE TÉCNICAS E TECNOLOGIAS QUE POSSAM OTIMIZAR A REUTILIZAÇÃO DOS RECURSOS NATURAIS DE MANEIRA SUSTENTÁVEL. ESTIMULAR O ESTABELECIMENTO DE PARCERIAS ENTRE ÓRGÃOS E ASSOCIAÇÕES DE CATADORES DESENVOLVER ESTUDOS, PESQUISAS E AÇÕES LIGADAS AO TEMA. GARANTIR A PUBLICIDADE DAS PESQUISAS EM EDUCAÇÃO AMBIENTAL. PREVER LINHAS DE AÇÕES EM EDUCAÇÃO AMBIENTAL EM RESÍDUOS SÓLIDOS NOS FUNDOS DE MEIO AMBIENTE. INCENTIVAR O TRABALHO EM REDE ENTRE INSTITUIÇÕES DE ENSINO, GOVERNO, ONGs PARA A REALIZAÇÃO DE PESQUISAS.