FLUXOGRAMA PARA ATENDIMENTO E ACOMPANHAMENTO ACIDENTE COM EXPOSICAO A MATERIAL BIOLÓGICO (AEMB)

Hyago Connor
Flowchart by , created over 2 years ago

FLUXOGRAMA PARA ATENDIMENTO E ACOMPANHAMENTO ACIDENTE COM EXPOSICAO A MATERIAL BIOLÓGICO (AEMB)

722
6
0
Tags
Hyago Connor
Created by Hyago Connor over 2 years ago
Fluxograma (conceito)
Fabiana Garcia
FLUXOGRAMA R.P.A.
Dominiqui Alves
Metodologia Entre Jovens Matemática
cristiano.fsg
Hitler's Chancellorship
c7jeremy
Unit 2 flashcards
C R
Processo de coaching - EY
ricardo.basilio
FLUXOGRAMA AGÊNCIA
Bianca Soares Ra
Reprodução das briófitas (musgos e hepáticas)
Laryssa Valencise
CONTRAÇÃO MUSCULAR
Isabella Dutra
Processo de coaching - SD
ricardo.basilio

Flowchart nodes

  • FLUXOGRAMA PARA ATENDIMENTO E ACOMPANHAMENTOACIDENTE COM EXPOSICAO A MATERIAL BIOLÓGICO (AEMB)
  • Fluidos orgânicos potencialmente infectantes(sêmen, secreção vaginal, líquor, líquido sinovial, liquido pleural, peritoneal, pericárdico e amniótico)
  • Fluidos potencialmente não-infectantes (suor, lágrima, fezes, urina e saliva)
  • Avaliação do paciente e do acidente ocorrido. Diagnóstico tratamento e prevenção da exposição ao material biológico. Acompanhamento do paciente acidentado e conclusão do caso com objetivo de confirmar ou descartar uma infecção.
  • Podendo ser:
  • • Vírus da imunodeficiência humana (HIV)• Vírus da Hepatite B (HBV)• Vírus da Hepatite C (HCV)
  • Quais agentes podem estar envolvidos?
  • Tipo de protocolo
  • Exposição a material biológico
  • MOMENTO DO ACIDENTE
  • PROCEDER DE IMEDIATO OS PRIMEIROS CUIDADOS PÓS-ACIDENTE
  • O que Fazer?
  • UPAN
  • Encaminhar ao Centro de Referência
  • HGP
  • Se o ocorrido não for em Palmas-To, para onde encaminhar?
  • Atendimento comprioridade e rapidez
  • Deve-se garantir
  • Profissional responsável (Médico ou Enfermeiro) deve avaliar o acidente e preencher a ficha de encaminhamento
  • Necessário avaliar paciente-fonte (seautorizado)
  • Exposição percutânea (material perfuro-cortante)
  • Exposição de mucosa ou pele não integra
  • Tipos
  • Lavar imediatamente e exaustivamente (10 a 15 minutos) o local doferimento ou a pele exposta ao sangue ou liquido orgânico com águacorrente abundante e sabão. Não ampliar o ferimento nem espremer o local. O uso de anti-sépticos tópicos do tipo PVPI ou álcool 70% pode seradotado. A utilização de soluções irritantes como éter, hipoclorito ou glutaraldeído são contra-indicados.
  • Lavar imediatamente e de maneira exaustiva (10 a 15 minutos) o local com soro fisiológico ou na falta deste com água corrente abundante.
  • Como Proceder
  • Se durante o acompanhamento de um caso de acidente ocorrer outro acidente com o funcionário, ele deverá submeter-se ao protocolo novamente, sendo desconsiderados os procedimentos já realizados
  • Caso o paciente-fonte se negue a realizar a avaliação e exames sorológicos, registrar o fato na ficha de encaminhamento e tratar o caso como fonte desconhecida.
  • Manter disponível a possibilidade de contato telefônico com o médico responsável pelo atendimento no serviço de urgência, caso solicitado sobre qualquer informação ou esclarecimento do caso.
  • ATENDIMENTO MÉDICO INICIAL
  • INDICAR A CONDUTA CONFORME CRITÉRIO MÉDICO E PROTOCOLO
  • DEFINIR A GRAVIDADE DO ACIDENTE
  • ENCAMINHAR O PACIENTE ACIDENTADO E FONTE PARAACOMPANHAMENTO AMBULATORIAL – AMBULATÓRIO HENFIL
  • CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DE GRAVIDADE DO ACIDENTE
  • Como proceder
  • Dependende do volume desangue e da quantidade de vírus presente
  • Lesões profundas provocadas por material pérfuro-cortante. Presença de sangue visível no dispositivo invasivo. Acidentes com agulhas previamente utilizadas em veia ou artéria do paciente-fonte. Acidentes com agulhas de grosso calibre, e aqueles em que há maior inóculo viral envolvendo paciente-fonte com AIDS em estágios avançados da doença ou com infecção aguda pelo HIV (viremias elevadas)
  • NOS ACIDENTES GRAVES É MELHOR COMEÇAR A QUIMIOPROFILAXIA BÁSICA EPOSTERIORMENTE REAVALIAR A MANUTENÇÃO OU MUDANÇA DO TRATAMENTO.