Debate: AGRONEGÓCIO x MEIO AMBIENTE

Arthur Rocha
Mind Map by Arthur Rocha, updated more than 1 year ago
Arthur Rocha
Created by Arthur Rocha almost 3 years ago
67
4

Description

Um mapa mental que mostra informações sobre o agronegócio e o meio ambiente para que você possa debater sobre este assunto polêmico.

Resource summary

Debate: AGRONEGÓCIO x MEIO AMBIENTE
1 Meio Ambiente
1.1 Agricultura Familiar
1.1.1 Praticada em pequenas propriedades
1.1.2 Caracterizada pela policultura
1.1.3 Em 2011, a Assembleia Geral das Nações Unidas declarou 2014 como o "Ano Internacional da Agricultura Familiar"
1.1.4 Cerca de 70% dos alimentos consumidos no Brasil são fruto da agricultura familiar
1.1.5 A agricultura familiar é uma importante fonte de renda familiar, a qual surge do trabalho em equipe realizado no campo
1.1.6 Ela adota práticas de cultivo mais sustentáveis com a produção de alimentos orgânicos
1.1.7
1.1.7.1 “A agricultura familiar é a verdadeira responsável pela produção de alimentos no país. Incentivar esses produtores, que já adotam sistemas mais sustentáveis de produção, é fundamental”, defende Marina Lacorte, da campanha de Agricultura e Alimentação do Greenpeace. “Porém, é tudo que o governo não vem fazendo. No ano passado, a diferença de investimento entre a agricultura convencional e a agroecológica foi de 75%. Independente de quem seja presidente, o governo federal é um dos principais responsáveis pela expansão desse modelo que aplica veneno em nossa comida”
1.1.7.1.1 “Se hoje o agronegócio é tão importante para a economia brasileira, como gostam de afirmar os ruralistas, isto se deve aos enormes incentivos que vem recebendo ao longo de anos, tanto da esfera pública quanto da privada”, acrescenta Lacorte
1.1.8 Nesse tipo de produção, por exemplo, utilizam-se apenas sistemas naturais para combater pragas e fertilizar o solo. Um exemplo é o controle biológico, técnica que utiliza meios naturais para diminuir a população de organismos ofensivos, e o uso do húmus e estercos animais, que aumentam a fertilidade do solo. Além disso, é empregada tecnologias para análise do solo, clima e água
1.2 Desenvolvimento Sustentável
1.2.1 O desenvolvimento sustentável é um importante conceito criado para melhorar a preservação do meio ambiente de modo a garantir um futuro melhor para as próximas gerações
1.2.2 A escassez cada vez maior dos recursos naturais tem afetado não apenas o meio ambiente como também a ECONOMIA que se vê obrigada a inflacionar cada vez mais os preços tornando o próprio cenário econômico instável
1.2.2.1 Falta de recursos = Economia instável, prejudicando o agronegócio.
1.2.3 Visto priorizar práticas tradicionais de cultivo e de baixo impacto ambiental, a agricultura familiar tem sido grande aliada da sustentabilidade e da responsabilidade socioambiental
1.3 Desvantagens
1.3.1 Tanto o consumo quanto a oferta dos produtos orgânicos em muitos locais não é tão grande por causa dos altos preços, em média de 10% a 40%, se comparados aos convencionais. O motivo dessa diferença é que estes alimentos são produzidos em menor escala, levam mais tempo para serem colhidos e necessitam de mais mão-de-obra
1.3.2 Outra desvantagem consiste no fato de que agricultura orgânica necessita de uma área maior para o cultivo e muitos produtos apresentam uma qualidade inferior no que diz respeito à sua aparência, como brilho, tamanho e cor
2
2.1 Vantagem para o agronegócio
2.2
2.2.1 Vantagem para o meio ambiente
3 Agronegócio
3.1 Vantagens
3.1.1 No ano de 1999 somente a agropecuária respondeu por 9% do PIB do Brasil, entretanto, se enquadrarmos todas as atividades (comercial, financeira e serviços envolvidos) ligadas ao setor de agronegócios esse percentual se eleva de forma significativa com a participação da agroindústria para aproximadamente 40% do PIB total
3.1.2 O agronegócio ocupa um lugar de destaque na economia mundial, principalmente nos países subdesenvolvidos ou em desenvolvimento, pois garante o sustento alimentar das pessoas e sua manutenção, além disso, contribui para o crescimento da exportação e do país que o executa
3.1.3 As novas tecnologias e os sistemas de gerenciamento têm apresentado resultados eficientes e efetivos para o agronegócio, contribuindo para a lucratividade e evitando desperdícios na produção
3.1.4 O agronegócio é responsável por metade das exportações brasileiras e por mais de um quinto do PIB do país. Além disso, puxou o início da recuperação econômica do Brasil neste ano
3.1.5
3.1.5.1 "Nos últimos anos, o agronegócio brasileiro avançou consistentemente com recordes consecutivos de produção de grãos, com significativo crescimento da produtividade. Ou seja, os agricultores estão colhendo cada vez mais grãos por área plantada, uma conquista que se deve ao trabalho de mais de 30 milhões de pessoas dedicadas ao agronegócio, produzindo cada vez mais com manejo adequado, inovação, tecnologia e maior respeito ao meio ambiente”, comenta Marcelo Vieira, presidente da Sociedade Rural Brasileira (SRB)
3.1.5.1.1 Ele acrescenta que a disseminação da eficiência no agro brasileiro faz o setor exercer um papel decisivo na tarefa de alimentar o planeta. “Somos o segundo maior produtor de alimentos no mundo, apesar de ocuparmos menos de 28% do território com agricultura e pecuária. O Brasil vem promovendo ações internas no setor e mudanças na infraestrutura institucional rumo a um agronegócio de alta tecnologia. Aliando produtividade moderna e preservação ambiental, estamos construindo o modelo de produção alimentar que tornará o País referência mundial no uso da terra e recursos naturais"
3.2 Informações
3.2.1 Ao contrário do que muitos imaginam, o agronegócio não está somente relacionado com o campo, ele espacializa-se também no meio urbano, sendo um dos vetores de promoção da subordinação das atividades rurais à dinâmica das cidades. Isso ocorre porque, à medida que o agribusiness moderniza-se, mais ele torna-se dependente de atuações industriais e produtivas advindas das cidades
3.2.2 Esse importante campo da economia envolve uma inter-relação entre os três setores: o primário (com a agropecuária), o secundário (com as indústrias de tecnologias e de transformação das matérias-primas) e o terciário (com o transporte e comercialização dos produtos advindos do campo)
3.2.3 A agropecuária é a principal vítima do aquecimento global. Mudanças nos regimes de temperatura e chuva, bem como eventos extremos (como geadas ou secas prolongadas) atingem duramente a produção de alimentos. No Brasil, estima-se que um mundo 2°C mais quente reduzirá, até 2030, a área produtiva de culturas importantes como soja, arroz e feijão, reduzindo a oferta e, portanto, aumentando o preço destes alimentos. A urgência climática nos desafia a mudarmos nossa alimentação
3.3 Desvantagens
3.3.1 O grande problema do Agronegócio está em fazer com que a indústria consiga assimilar a grande variação que ocorre na produção, não basta só produzir, mas sim saber comercializar saber agregar valor e não em produzir cada vez, mais sem falar também na grande desorganização que há nos elos na maioria das cadeias, isso também é um grave problema
3.3.2 Pode agravar a degradação ambiental, e a quase total mecanização da produção em alguns casos
3.3.3 Segundo o último cálculo disponibilizado no Sistema de Estimativa de Emissão de Gases de Efeito Estufa (SEEG) do Observatório do Clima, a agropecuária é responsável por 32% das emissões brasileiras. Considerando que ela é a principal atividade que desmata no Brasil, e que a mudança no uso do solo representa cerca de 42% das emissões, é possível afirmar que a agropecuária brasileira é responsável, direta e indiretamente, por 74% de todas as emissões do País
Show full summary Hide full summary

Similar

Ecologia I
Mariana Macedo
Ecologia I
kyungsos
Direito ambiental
GoConqr suporte .
Ecologia I
Beatriz Castilho
Ecologia I
Rebeka Silva
Direito ambiental
Ricardo Tschaen
Ecologia I
Dulcimar Modesto
Economia da China
Vitor Gomes
Economia da China
ENZO SANTO DE BENEDICTIS ARNO
Temas de Redação
Marina Faria