Tecido Conjuntivo

Bruna Bartolomeu
Mind Map by Bruna Bartolomeu, updated more than 1 year ago
Bruna Bartolomeu
Created by Bruna Bartolomeu over 3 years ago
13
0

Description

Histologia Mind Map on Tecido Conjuntivo, created by Bruna Bartolomeu on 11/08/2017.

Resource summary

Tecido Conjuntivo
  1. Células
    1. Fibroblastos

      Annotations:

      • - Células mais comuns - Sintetizam colágeno -Produzem fatores de crescimento -Raramente se dividem nos adultos -Contêm retículo endoplasmático granuloso e complexo de Golgi bem desenvolvidos e maior quantidade de mitocôndrias e gotículas de lipídios do que os fibrócitos 
      1. Células com intensa atividade de sintese
        1. As células metabolicamente quiescentes são conhecidas como fibrócitos

          Annotations:

          • Fibrócitos são menores, com poucos prolongamentos citoplasmáticos, núcleo menor e mais alongado menor presença de organelas citoplasmaticas
          1. Processo de cicatrização

            Annotations:

            • Quando estimulados adequadamente, como durante a cicatrização os fibrócitos revertem para o estado de fibroblastos, e sua capacidade de síntese é reativada. Durante o processo de reparação de feridas, observam-se células conhecidas como miofibroblastos. Essas células reúnem a maioria das características dos fibroblastos, mas contêm maior quantidade de filamentos de actina e de míosina (proteínas do citoesqueleto) e se comportam como células musculares lisas. Sua atividade contrátil é responsável pelo fechamento das feridas após as lesões, processo conhecido como contração da ferida.
            1. Miofibroblasto
          2. Macrófagos

            Annotations:

            • São caracterizados por apresentarem uma superfície irregular com protrusões e reentrâncias que caracterizam sua grande atividade de pinocitose e fagocitose. Geralmente, contêm o complexo de Golgi bem desenvolvido, muitos lisossomos e um retículo endoplasmático granuloso proeminente   
            1. Morfologia variada de acordo com seu estado de atividade e o tecido que habitam
              1. Célula "inativa": Monócito

                Annotations:

                • Na transformação do monócito em macrófago há um aumento no tamanho da célula e um aumento da sintese proteica, do aparelho de Golgi, dos lisossomos, microtúbulos e microfilamentos
                1. Formação Monócito/Macrófago

                  Annotations:

                  • Os mónocitos derivam de células precursoras na medula óssea e circulam no sangue. Em uma segunda etapa, os monócitos cruzam as paredes de vênulas e capilares penetram o tecido conjuntivo onde amadurecem e adquirem as características morfológicas e funcionais de macrófagos -Monócitos e macrófagos são a mesma célula em diferentes estágios de maturação. -Os macrófagos dos tecidos podem proliferar-se localmente, produzindo novas células 
                  1. Constituem o sistema fagocitário mononuclear
                    1. Reestabelecimento do útero após a gestação.

                      Annotations:

                      •  -Os macrófagos atuam como elementos de defesa. Eles fagocitam restos celulares, fragmentos de fibras da matriz extracelular, células neoplásicas (cancerosas), bactérias e elementos inertes que penetram o organismo. Os macrófagos também são células secretoras capazes de produzir uma impressionante variedade de substâncias que participam nas funções de defesa e reparo dos tecidos. -Quando estimulados adequadamente, os macrófagos podem aumentar de tamanho e se arranjar em grupos, formando células epitelioides (por se assemelharem levemente a células epiteliais), ou ainda várias células podem fundir-se para formar células gigantes de corpo estranho. Esses dois tipos especiais de células são vistos apenas em condições patológicas. -Os macrófagos têm papel importante na remoção de restos celulares e componentes extracelulares alterados formados durante os processos de involução fisiológica. Por exemplo, durante a gestação o útero aumenta de tamanho e sua parede se torna espessa. Imediatamente após o parto, este órgão sofre involução durante a qual o excesso de tecido é destruído pela ação de macrófagos.   
                    2. Mastócitos

                      Annotations:

                      •    A superfície dos mastócitos contém receptores específicos para imunoglobulina E (IgE), produzida pelos plasmócitos. A maior parte das moléculas de IgE fixa-se na superfície dos mastócitos e dos granulócitos basófilos; muito pouco permanece no plasma   
                      1. É uma célula globosa, grande e com citoplasma repleto de grânulos que se coram intensamente.
                        1. núcleo pequeno, esférico e central e de difícil observação por estar frequentemente encoberto por grânulos citoplasmáticos.
                          1. Estocam mediadores químicos da resposta inflamatória
                            1. Histamina
                              1. Heparina
                              2. Fundamental nas reações inflamatórias , alérgicas e nas infestações parasitárias.
                              3. Plasmócitos

                                Annotations:

                                • Responsáveis pela síntese de anticorpos (IG). Anticorpos são glicoproteínas da família das imunoglobulinas produzidas em resposta à penetração de moléculas estranhas ao organismo, que recebem o nome de antígenos. Cada anticorpo formado é específico para o antígeno que provocou sua formação e se combina especificamente com o mesmo, embora algumas vezes possa combinar-se com outro antígeno que tenha configuração molecular muito semelhante. Os efeitos da reação antígeno-anticorpo são muito variados, podendo neutralizar as ações prejudiciais que o antígeno teria sobre o organismo. Quando o antígeno é uma toxina (tetânica, diftérica), esta pode perder sua capacidade de causar dano ao organismo, ao se combinar com o respectivo anticorpo.   
                                1. Células grandes e ovoides que possuem um citoplasma rico em retículo endoplasmático granuloso, o complexo de Golgi e os centriolos se localizam proximos ao núcleo
                                  1. Pouco numerosos no tec conjuntivo normal, mas abundante em locais sujeitos à penetração de bactérias, como intestino, pele e locais em que existem infecções crônicas
                                    1. É originado no tecido conjuntivo a partir da diferenciação de células conhecidas como linfócitos B
                                    2. Leucócitos

                                      Annotations:

                                      • Aumento de neutrófilos: infecções bacterianas, reações inflamatórias ou distúrbios da medula óssea como leucemia mieloide crônica Redução de neutrófilos: infecções graves e respostas a medicamentos, como a quimioterapia Aumento de eosinófilos: resposta a reações alérgicas, inflamações de pele e infecções por parasitas Aumento de linfócitos: infecções virais Diminuição dos linfócitos: presença de doenças que afetam o sistema imunológico, como lúpus eritematoso disseminado e HIV Aumento dos monócitos: presença de infecções ou distúrbios inflamatórios.
                                      1. Proteção do organismo

                                        Annotations:

                                        •    A – Inflamação crônica –Plasmócito; B- Inflamação aguda – Neutrófilo; C- Corte do Intestino delgado – Eosinófilos.   
                                        1. Globulos brancos
                                          1. Têm a capacidade de atravessar as paredes dos capilares (diapedese)
                                        2. Matriz extracelular

                                          Annotations:

                                          • Combinação de proteínas fibrosas e de substancia fundamental que se ligam a proteínas de superficie celular bem como a outros componentes da matriz fornecendo resistência a tensão e rigidez É importante na reserva de hormônios (controle do crescimento e a diferenciação celular) e também é um meio de troca de nutrientes entre as células e seu suprimento sanguíneo
                                          1. Fibras
                                            1. Colágenas
                                              1. Grupo de proteínas que produz variáveis graus de rigidez, elasticidade e força de tensão
                                                1. De acordo com sua estrutura e função, os colágenos são classificados em grupos
                                                  1. Colágenos que formam longas fibrilas
                                                    1. Tipos 1, 2, 3 e 5
                                                      1. Tipo I é o mais abundante
                                                    2. Colágenos associados a fibrilas
                                                      1. Tipos 9, 12 e 16
                                                        1. São estruturas curtas que ligam as fibrilas de colágenos umas as outras.
                                                      2. Colágenos que formam rede
                                                        1. Tipo 4
                                                          1. Principais componentes das lâminas basais; –Função de aderência e filtração.
                                                        2. Colágeno de ancoragem
                                                          1. Tipo 7
                                                            1. Auxilia no ancoramento das fibrilas do tipo I a lâmina basal.
                                                          2. Síntese do colágeno

                                                            Annotations:

                                                            •    -As fibrilas de colágeno são formadas pela polimerização de unidades moleculares alongadas denominadas tropocolágeno -O tropocolágeno consiste em três cadeias polipeptídicas arranjadas em tríplice hélice. -A sequência de aminoácidos de todos os colágenos é caracteristicamente reconhecida por conter o aminoácido glicina repelido a cada terceira posição da sequência.   
                                                            1. Colágenos tipo I e III possuem a capacidade de formar fibras.
                                                              1. Biossíntese do Tipo I

                                                                Annotations:

                                                                • -Síntese proteica e envio para o REG  -Processo de Glicosilação  -Cada cadeia alfa é sintetizada com dois peptídeos de registro em cada uma das extremidades sendo que a principal função desses peptideos é alinhar as cadeias peptídicas eles garantem que as cadeias peptídicas se arranjem de maneira apropriada para formar a tríplice hélice que resulta na formação da molécula de procolágeno.  -O procolágeno é transportado em vesículas desde o Golgi até a membrana plasmática, de onde é exocitado para a matriz extracelular.  -No meio extracelular, os peptídios de registro são removido s por proteases específicas  -Sem os peptídeos de registro a molécula passa a ser chamada de tropocolágeno.   
                                                            2. As fibras de colágeno tipo I são as fibras mais numerosas no tecido conjuntivo. No estado fresco estas fibras têm cor branca, conferindo esta cor aos tecidos nos quais predominam como as aponeuroses e os tendões.
                                                            3. Reticulares
                                                              1. As fibras reticulares são formadas predominantemente por colágeno do tipo III. Localização: músculo Liso; órgãos hematopoiéticos.
                                                              2. Elásticas

                                                                Annotations:

                                                                • As moléculas de elastina são unidas por pontes covalentes que geram uma rede interconectada e extensível. Como cada uma das moléculas de elastina contida na rede pode expandir-se em qualquer direção, resulta que a rede inteira pode esticar-se e encolher-se como um fio de elástico.   
                                                                1. Três tipos de fibras (Oxitalânica, elaunínica e elástica)
                                                                  1. Síndrome de Marfan

                                                                    Annotations:

                                                                    • -Mutações no gene da fibrilina no cromossomo 15; -Falta de resistência pelos tecidos ricos em fibras elásticas --Rompimento de grandes aortas.
                                                                2. Substancia fundamental
                                                                  1. Funções
                                                                    1. -Preenchimento dos espaços entre as células e as fibras; –Lubrificação; –Proteção contra a penetração de micro-organismos invasores.
                                                                    2. Composição
                                                                      1. Glicosaminoglicanos e proteoglicanos
                                                                        1. Glicoproteínas multiadesivas

                                                                          Annotations:

                                                                          • Compostos de proteínas ligadas a glicídeos
                                                                          1. Fibronectina dimérica
                                                                            1. -Sintetizada pelo fibroblasto; -Apresenta sítios de ligação para glicosaminoglicanos, células, e colágeno.
                                                                            2. Laminina Trimérica
                                                                              1. Participa da adesão de células epiteliais a sua membrana basal.
                                                                            3. Água
                                                                            4. Além da substância fundamental, existe, nos tecidos conjuntivos, uma pequena quantidade de fluido , chamado fluido tissular
                                                                          2. Propriamente dito
                                                                            1. Frouxo
                                                                              1. Suporta estruturas sujeitas a pouca pressão e atrito é altamente vascularizado, pouco resistente a tensão
                                                                                1. geralmente preenche espaços entre as células musculares e dá suporte ao tecido epitelial, é encontrado também nas papilas da derme, na hipoderme, nas membranas serosas que revestem as cavidades peritoneais e pleurais e nas glândulas.
                                                                              2. Denso
                                                                                1. Modelado

                                                                                  Annotations:

                                                                                  • Apresenta seus feixes de colágenos de maneira paralela e alinhados aos fibroblastos. Este tipo de tecido modelou suas fibras em resposta às trações exercidas em um sentido determinado. Devido à essas forças, os fibroblastos orientam as fibras produzidas de modo a oferecer maior resistência. Temos como exemplo de tecido modelado os tendões.
                                                                                  1. Não modelado

                                                                                    Annotations:

                                                                                    • Possui suas fibras colágenas sem orientação definida formando uma rede tridimensional. Este arranjo oferece resistência ao tecido quando submetido a trações vindas de diversas direções. Este tecido é encontrado na derme profunda da pele.
                                                                                    1. Oferta resistência e proteção aos tecidos
                                                                                      1. Mesma composição que o frouxo porém possui menos células e mais fibras
                                                                                    Show full summary Hide full summary

                                                                                    Similar

                                                                                    Tecido Conjuntivo
                                                                                    bedamorim
                                                                                    Tecido Epitelial
                                                                                    bedamorim
                                                                                    Tecido Epitelial
                                                                                    jana terumi
                                                                                    Tecido Epitelial
                                                                                    jana terumi
                                                                                    Tecido Epitelial
                                                                                    jana terumi
                                                                                    Tecido Epitelial
                                                                                    Yannka Olimpia
                                                                                    Histologia Vegetal
                                                                                    Camila Souto
                                                                                    QUIZ HISTOLOGIA
                                                                                    caio fernandes
                                                                                    QUIZ HISTOLOGIA
                                                                                    Marcio Felix
                                                                                    Tecidos Do Corpo Humano
                                                                                    Jéssica Frocel
                                                                                    Tecido Cartilaginoso
                                                                                    Rebecca Chucre