Macroeconomia 9 - Curva de Phillips

glenerdourado
Mind Map by glenerdourado, updated more than 1 year ago
glenerdourado
Created by glenerdourado over 6 years ago
359
2

Description

Master Macroeconomia Mind Map on Macroeconomia 9 - Curva de Phillips, created by glenerdourado on 08/27/2013.
Tags

Resource summary

Macroeconomia 9 - Curva de Phillips
1 Objetivo: mostrar a relação entre inflação e desemprego no curto prazo e no longo prazo. A curva keynesiana, dessa forma, não tem papel na curva de Philips, já que OACP Horizontal não depende da inflação.
2 Análise de Curva de Philips no curto prazo (OACP):
2.1 +Y , --Desemprego = Lei de Okun (relação entre aquecimento da economia e queda do desemprego a curto prazo. Se a economia, o produto, crescer acima de 2,3% ao ano o desemprego começa a cair)
2.2 Aumento da demanda
2.2.1 Maior produto, maior emprego, menor desemprego
2.2.2 Maior preço, maior inflação
2.3 1. CURVA DE PHILIPS DE CURTO PRAZO ‘SIMPLIFICADA’
2.3.1 Em sua versão simplificada, a desinflação (queda da inflação) da economia, de acordo com a Curva de Philips, seria com dor (dolorosa), isto é, com o aumento do desemprego. * Deflação é Inflação negativa, desinflação é quando a inflação cai.
2.4 2. CURVA DE PHILIPS DE CURTO PRAZO ‘AMPLIADA’
2.4.1 • πe = Expectativa Inflacionária/Inflação de expectativas: as expectativas inflacionárias podem ser de dois tipos: expectativas adaptativas e expectativas racionais:
2.4.1.1 a) Expectativas adaptativa: Quando a formação das expectativas sobre a inflação é baseada na inflação ocorrida no passado
2.4.1.1.1 π = ∂ . πt-1 repasse da inflação do inflação do passado passado para o presente
2.4.1.1.1.1 ∂ = 1 -> inflação inercial; ∂ > 1 -> inflação “explosiva” ou espiral inflacionária; ∂ < 1 -> inflação “acomodada”.
2.4.1.2 b) Expectativas racionais: quando a formação de expectativas depende não somente do passado, mas, também, da percepção dos agente econômicos sobre a inflação do presente e do futuro. Caso os agente econômicos possuam expectativas racionais é possível haver um processo de desinflação sem dor, basta que a autoridade monetária do país divulgue uma política monetária com credibilidade para controlar as expectativas futuras de inflação. Essa é a justificativa teórica para a existência do atual regime de metas de inflação adotado pelo Banco Central do Brasil.
2.4.2 • - ß (µ - µ ) = Inflação de demanda: deslocamentos da demanda agregada impactam um nível geral de preços e tais deslocamentos podem ser causados por execuções de políticas econômicas.
2.4.3 • E_s = Choques de Oferta: mudanças na oferta agregada chamadas de “choques de oferta” também influenciam o processo inflacionário.
2.4.4 GRAFICO DA CURVA DE PHILIPS AMPLIADA (π, µ) IGUAL AO GRAFICO DA CURVA DE PHILIPS SIMPLIFICADA mostrando a relação inversa entre desemprego e inflação, os outro fatores(s ou - ß (µ - µ )) vão deslocar a curva. DESLOCAMENTO PARA ESQUERDA – IMPACTO DE UM CHOQUE POSITIVO DE OFERTA (igual π e menor µ) – a regra de que tudo que é bom vai para a direita só funciona quando temos uma “tesoura”. Curva de Philips não é tesoura
3 Análise de Curva de Philips no longo prazo (OALP)
3.1 Aumento da demanda
3.1.1 Produto já está fixo no longo prazo, temos pleno emprego (apenas o desemprego friccional)
3.1.2 Maior preço, maior inflação
3.2 Só com tecnologia e disponibilidade de fatores de produção se consegue aumentar o produto após o pleno emprego
3.3 3. CURVA DE PHILLIPS DE LONGO PRAZO
3.3.1 Vimos que a curva de Philips de curto prazo mostra um trade-off entre inflação e desemprego. OBSERVE QUE ESSE TRADE-OFF (CONFLITO) NÃO É VERIFICADO NO LONGO PRAZO, POIS A ECONOMIA SEMPRE ESTARÁ NA SUA “TAXA NATURAL DE DESEMPREGO” NO LONGO PRAZO. A curva de Philips de longo prazo é, portanto, vertical e corrobora a visão de que políticas econômicas expansionistas só trazem inflação (clássicos) no longo prazo.
Show full summary Hide full summary

Similar

Macroeconomia - 1.2 - Agregados, Criação de moeda e Contas do Sistema
glenerdourado
Questões de 61 a 80 da avaliação de Macroeconomia
Patrik Brill
Macroeconomia
Euler RA
Macroeconomia - 2 - Principais modelos macroeconômicos: Modelo Keynesiano
glenerdourado
Macroeconomia - 1.1 Contas Nacionais e Balanço de Pagamento
glenerdourado
Questões de 81 a 87 da avaliação de Macroeconomia
Patrik Brill
Questões de 01 a 20 da avaliação de Macroeconomia
Patrik Brill
Questões de 41 a 60 da avaliação de Macroeconomia
Patrik Brill
Regime de Metas da Inflação
Euler RA
Questões de 21 a 40 da avaliação de Macroeconomia
Patrik Brill