Chlamydia e Chlamydophila

Irving Damasceno
Mind Map by Irving Damasceno, updated more than 1 year ago
Irving Damasceno
Created by Irving Damasceno about 1 year ago
1
0

Description

Mind Map on Chlamydia e Chlamydophila, created by Irving Damasceno on 05/09/2019.
Tags

Resource summary

Chlamydia e Chlamydophila
1 Características
1.1 Parasita (energético) intracelular obrigatório
1.1.1 não usa a maquinaria, necessariamente, mas usa os nutrientes
1.1.1.1 "parasitas de energia" = rouba ATP e, às vezes, aminoácidos
1.2 duas formas
1.2.1 Corpos Elementares
1.2.1.1 Forma infecciosa
1.2.1.2 Não se replica
1.2.2 Corpos reticulares
1.2.2.1 Forma metabolicamente ativa
1.2.2.2 Forma os corpúsculos de inclusão
1.3 Propriedades de bactérias
1.3.1 Membrana interna e externa
1.3.2 DNA e RNA
1.3.3 Suscetíveis a muitos ABs
2 Fisiologia e Estrutura
2.1 CE resistente a vários fatores ambientais inóspitos
2.1.1 Proteína OMP2 confere estabilidade
2.2 LPS → fraco
2.3 MOMP → sorovares por região variante
2.4 Ciclo Biológico
2.4.1 Invasão → inibição do fagolisossomo → transformação → divisão binária → corpúsculos de inclusão
3 Chlamydia Trachomatis
3.1 Restrita a humanos
3.2 Afinidade por células: epiteliais cilíndricas, cúbicas e de transição.
3.3 Causa das manifestações clínicas
3.3.1 Destruição direta das células
3.3.2 Resposta de citocinas pró-inflamatórias que elas estimulam
3.4 Sorovares divididos em 2 biovares
3.4.1 LGV
3.4.1.1 Tropismo por fagócitos mononucleares
3.4.1.2 L1, L2, L2a, L2b, L3
3.4.2 Tracoma
3.4.2.1 Tropismo por células mucoepiteliais
3.4.2.2 Conjuntivite
3.4.2.2.1 A, B, Ba, C
3.4.2.3 TGU
3.4.2.3.1 D-K
3.5 Doenças clínicas
3.5.1 Conjuntivite de inclusão do adulto
3.5.1.1 Cepas associadas a infecções genitais
3.5.1.2 Corpúsculos de inclusão na célula
3.5.1.3 Infiltrados corneais
3.5.2 Conjuntivite neonatal
3.5.2.1 RN n tratado com terapia tópica
3.5.3 Pneumonia do bebê
3.5.3.1 (intersticial)
3.5.4 Tracoma
3.5.4.1 Cegueira evitável - principal causa
3.5.4.2 Evolução da conjuntivite
3.5.4.2.1 Conjuntivite folicular → cicatrização → inversão palpebral → irritação corneal → ulceração → cicatriz → pannus → perda de visão
3.5.5 LGV Ocular
3.5.6 Infecções urogenitais
3.5.6.1 Infeccções duplas com genococo
3.5.6.2 Assintomáticos → carreiam a infecção
3.5.7 LGV
3.5.7.1 Inflamação e inchaço dos linfonodos que drenam o local da infecção em que apareceu uma lesão pequena e indolor previamente
4 Chlamydophila Pneumoniae
4.1 Sorotipo único: TWAR
4.2 Maioria das infecções são assintomáticas
4.3 Pneumonia atípica
5 Chlamydophila Psittaci
5.1 Psitacose
5.1.1 O organismo está presente no sangue, tecidos, fezes e penas de aves infectadas que podem parecer doentes ou com aspecto saudável
5.2 Infecções por meio do TR, após o que as bactérias se disseminam para as células do sistema mononuclear fagocitário
5.3 Infecção pulmonar
6 Diagnóstico Laboratorial
6.1 Microscopia
6.1.1 Giemsa para observar corpos de Myagawa
6.1.2 Sorologia pouco útil
6.1.3 PCR
6.1.3.1 ↑ sensibilidade e especificidade
6.2 Cultura → insensível
6.2.1 Precisa de linhagem de células
Show full summary Hide full summary

Similar

Patogenia Bacteriana
Arturo Veles
Normativas
Mateo Salazar
Microbiologia
Benedita Sampaio-Maia
RESPUESTA INMUNE-ANA KARINA VILLAMIZAR-UNAD
kari villamizar
Clostridium
Pedro Torres
Coloración Acidorrecistente (Ziehl - Neelsen)
Génesis Scarlet Mateo Cabrera
Mycoplasma e Ureaplasma
Irving Damasceno
Microrganismos de importância em alimentos
Juliana Felipe
METABOLISMO MICROBIANO DE COMPONENTES ALIMENTARIOS
Jefferson Caiza