Psicopatologia como Campo de Estudo e Intervenção

Ana Carol Braga
Mind Map by , created about 6 years ago

Psicopatologia Mind Map on Psicopatologia como Campo de Estudo e Intervenção, created by Ana Carol Braga on 08/31/2013.

129
2
0
Tags
Ana Carol Braga
Created by Ana Carol Braga about 6 years ago
PSICOPATOLOGIA
Eliane Cavalcante
Memória
Ana Carol Braga
PERSONALIDADE E SEUS TRANSTORNOS
Luiz Ricardo Friano
The Five Pillars of Islam
ClareArmstrong
F212: Classification, Biodiversity & Evolution
helen.rebecca
Classificação das Psicopatologias
Ana Carol Braga
Pensamento
Graciano Garcia
Alterações da Personalidade
Ana Carol Braga
SÍNDROMES DEPRESSIVAS (SINTOMAS)
Luiz Ricardo Friano
TDAH - Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade
Bruna Fernanda Kleine
Psicopatologia como Campo de Estudo e Intervenção
1 Conceito
1.1 Karl Jaspers
1.1.1 Estudo descritivo dos fenômenos psíquicos anormais, exatamente como se apresentam diante da experiência imediata

Annotations:

  • A psicopatologia concentra a sua atenção naquilo que constitui a experiência vivida pelos enfermos, devendo-se levar em conta que o fundamento real do investigação é constituído pela vida psíquica, representada e compreendida através das expressões verbais e do comportamento perceptível.
1.2 Dalgalarrondo
1.2.1 Conjunto de conhecimentos referente ao adoecimento mental do ser humano. É uma ciência autônomo que busca ser sistemática elucidativa e desmistificante.
1.3 Barlow & Durand
1.3.1 Estudo cientifico dos transtornos psicológicos
1.4 Miranda-Sá Jr.
1.4.1 Disciplina científica que se incumbe do estudo sistemático das alterações mórbidas que afetam o comportamento
1.5 Sims
1.5.1 Estudo sistemático do comportamento, da cognição e da experiência anormais; o estudo dos produtos de uma mente com um transtorno mental
1.5.2 Psicopatologia
1.5.2.1 Explicativa
1.5.2.1.1 Psicodinâmica
1.5.2.1.2 Comportamental
1.5.2.1.3 Existencial
1.5.2.2 Descritiva
1.5.2.2.1 Observação
1.5.2.2.2 Fenomenologia

Annotations:

  • Método utilizado na psicopatologia como ferramenta para o diagnóstico e classificação, conforme sejam observados ou relatados e a partir daquilo que é vivido pelo indivíduo
1.5.2.2.2.1 Forma

Annotations:

  • é a experiência psíquica ou a estrutura do sintoma, relativamente semelhante nos diversos pacientes
1.5.2.2.2.1.1 Delírio, alucinações ...
1.5.2.2.2.2 Conteúdo

Annotations:

  • é aquilo que preenche a alteração estrutural, do seu universo cultural e personalidade previa ao adoecimento
1.5.2.2.2.2.1 Religioso, perseguição, culpa ...
2 Noção de Normalidade em Psicopatologia
2.1 Ausência de doença
2.1.1 Não apresenta Sintomas
2.2 Normalidade estatística
2.2.1 Normal: maior frequencia
2.3 Funcional
2.3.1 Gera sofrimento
3 Psicopatologia Psicanalítica

Annotations:

  • A Estrutura se constitui a partir da solução dada pelo sujeito ao conflito advindo da vivência do Complexo de Édipo e a saída que encontra para lidar com a ansiedade intensa vivenciada frente à constatação da castração.
3.1 Neurose
3.1.1 Conflito Ego x Id

Annotations:

  • O Ego rejeita a posição de mediador da satisfação pulsional
3.1.1.1 Recusa do Ego em aceitar a poderosa pulsão do Id
3.1.2 Recalque do desejo

Annotations:

  • O material recalcado insiste em se fazer conhecido, logo, ele escolhe vias de substituição.
3.1.2.1 Representação Substituida

Annotations:

  • Não tenta abrandar a castração, mas tenta fazer com que quem seja castrado seja outro e não ele
3.1.3 Fuga da Realidade
3.1.3.1 Evita e Ignora
3.1.3.1.1 Mundo Fantasia
3.1.3.2 Mecanismo: Repressão da castração
3.1.3.2.1 Ics sabe da realidade o Cs não
3.2 Psicose
3.2.1 Ego x Mundo Externo
3.2.1.1 Fissura na relação do eu com o mundo
3.2.1.1.1 Visão de mundo paricular
3.2.2 Rejeição da Realidade

Annotations:

  • Rejeição ou remodelação
3.2.2.1 Repudia e tenta Substitui-lá
3.2.2.1.1 Cria uma nova realidade de acordo com os impulso desejosos do Id
3.2.2.1.1.1 Delírio, alucinação e depressão

Annotations:

  • Substituto da Realidade
3.2.2.2 Mecanismo: Negação da castração
3.2.2.2.1 Outra Realidade
3.3 Perversão
3.3.1 Recusa da Castração

Annotations:

  • Não aceita ser substituído às leis paternas e, em consequência, às leis e normas Sociais
3.3.1.1 Manter excluído do Complexo de Édipo e Alteridade
3.3.1.1.1 Passa a satisfazer seu próprio libido
3.3.1.1.1.1 Narcisimo
3.3.1.2 Mecanismo em que uma percepção e substituída por crença
3.3.1.3 Mecanismo: Renegação da castração
3.3.1.3.1 Objeto Fetche
3.3.2 Mantem-se acreditando em um atributo fálico onipresente e oniponte

Media attachments