Relações Sul-Sul

kl.a.b
Mind Map by kl.a.b, updated more than 1 year ago
kl.a.b
Created by kl.a.b over 5 years ago
11
2

Description

Geografia Mind Map on Relações Sul-Sul, created by kl.a.b on 02/18/2015.

Resource summary

Relações Sul-Sul
1 África
1.1 Comércio com os BRIC

Annotations:

  • Entre 1992 e 2008, o comércio entre a África e os BRIC cresceu acima da média mundial ( passou de 6,3 Bi para quase 185 Bi de dólares.
  • No Plano Político: Em 2001, foi criado os BRIC. Em 2010, após duas reuniões de cúpula, a África do Sul juntou-se ao grupo.
1.1.1 Índia

Annotations:

  • A diplomacia indiana criou, em 2008, o Fórum Índia-África ( FIA), ampliando sua presença na África.  Em 2008, a Índia criou Tratado Comercial Preferencial com os países da União Aduaneira da África Austral (SACU). África tornou-se mercado importante de medicamento e de equipamento de telecomunicações a bx custo para a economia indiana.
1.1.2 Brasil

Annotations:

  • A África ganhou relevância na Pol. Ext. Br a partir do Gov. Lula (2003-2010). Cúpula América do Sul- África (ASA) em 2006 e 2009. Esse mecanismo internacional visa à intensificação  das relações comerciais, a promoção do desenvolvimento e da estabilidade, ao esforço do multilateralismo e a impulsão das relações Sul-Sul. Presença das construtora ( Odebrecht, Camargo Correa e Andrade Gutierrez) e empresas do setor extrativo (Petrobrás e Vale) em solo africano.
  • Começaram dos 50 anos da União Africana
1.1.3 Rússia

Annotations:

  • A baixa complementariedade aliado aos problemas internos vividos pela Rússia nos anos 1990 e o acercamento norte-americano tem  limitado o comércio russo-africano.
1.1.4 Características

Annotations:

  • Ap à construação estatal, Coop técnica, oferta de crédito acessível e aceitação de déficits comerciais. Essas características tem contribuído para a estabilidade e o desenvolvimento regional.
1.2 Observa-se na atualidade

Annotations:

  • o fortalecimento dos processos de democratização e dos mecanismos institucionais; A contenção dos conflitos armados e das guerras regionais e civis; o crescimento da economia com relativo equilíbrio macroeconômico; a crescente preocupação social associado à ampliação das políticas públicas; e a elevação da autoconfiança das elites por meio de novas formas de renascimentos culturais e políticos, vinculados à maior autonomia decisória dos países da África
1.3 mecanismos de integração e desenv. Reg.

Annotations:

  • * Nova Parceria para o desenvolvimento da África (Nepad) * Comunidade de Desenvolvimento da África Austral ( SADC)
1.4 Relação com a China

Annotations:

  • Criação do Fórum de Coop. China-África (FOCAC), em 2000. Essa aprox. tem sido fundamental a Seg. enérg. chinesa (fornece 1/3 consumo de petroleo no país.)
  • Busca ter acesso a recursos e mercados 
1.5 Fórum Brasil

Annotations:

  • O Brasil mantém com dezenas de países africanos vastos programas de cooperação em diversas áreas, com ênfase em desenvolvimento agrário, saúde, biocombustíveis, petróleo e gás, meio ambiente, comércio e educação, entre outras.
  • Esse interesse diplomático ( 25 embaixadas africanas no Br (2006) e 37 deste em solo africano) cresce de braços dados com um forte aumento dos vínculos comerciais, com fluxos de troca entre Brasil e o continente africano que passaram de US$ 5 bilhões em 2000 para US$ 26,5 bilhões em 2012.
  • Fatos que consolidam a presença BR na AFRiCA: Plano político: Divisão da África I, II e III. Para aumentar a atuação política brasileiro em solo africano, o Lula desmembrou o Departamento da África e do Oriente Médio. Plano econômico: Cia Vale venceu a concorrencia para exploração do complexo carbonífero de Moatize. Petrobras ampliou suas operações na Tanzânia.
  • Em 2004, o Lula Rlz o perdão de 95% da dívida pública que Moçambique tem com o Brasil. Ampliou linha de crédito para Angola, permitindo a conclusão da hidroelétrica de CAPANDA. Acordo de coop. área de transporte entre o Br e Cabo Verde, pelo qual estabeleceu voo direto de Fortaleza e ilha do Sal.
  •                Dificuldades Ausência de conhecimento estratégico sobre a África por parte do empresariado brasileiro. As poucos informações se limitam a Angola e Moçambique e Africa do Sul. Baixa disponibilidade de vôos entre África ocidental e o leste do Br. A burocracia de ambos os lados atrasa o comércio marítimo que chega a levar 80 dias, em vez de 10. A falta de transporte adequado desestimula qq tentativa de aprofundar Coop. A corrupção.
  •             Coop. Científica Recente entrada da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária ( Embrapa), realizando projetos de uso sustentável de recursos naturais, troca de material genético e biotecnologia com Angola, Moçambique e Guiné Bissau
  •            União Africana O brasil foi convidado pela primeira vez a participar como convidado da União Africana em 2009
  • A partir do final do século XX, a África se tornou um dos principais temas da agenda externa do Brasil.
  • O comércio do brasil com a África cresceu de 4 bilhões de dólares para 20 Bi entre 2000 e 2010. O setor privado brasileiro está atuando em quase todas as regiões do continente africano, com Atv concentrada nas áreas de infraestrutura, energia e mineração.
  • Dado o ambiente de negócio favorável aos investimentos brasileiros na África, a Agência Brasileira de Exportação (APEX) vem fomentando a presença de pequenas e médias empresas no continente, por meio de ferias de negócios, por exemplo. Em um único evento, realizado em 2010, em SP, empresas brasileiras e africanas assinaram contratos e fecharam negócio totalizando Aprox. 25 milhões de dólares, em setores como alimentos, moradia, produtos eletrônicos, calcados e confecções, construcao e cosméticos.
  • Em 2013, um cabo submarino de 12800 GB conectou Moçambique e Afr Sul a Fortaleza, Ceará, no NE Br.
  •         Troca de conhecimento Programas de proteção social inovadores no Brasil ajudaram 20 milhoes de pessoas a sair da situação de pobreza extrema em menos de uma década. O Brasil é reconhecido como líder mundial em medicina e agricultura tropicais. A tecnologia brasisileira é facilmente adaptável às regiões da África que apresentam semelhanças geológicas e climáticas. Pcp áreas que o Brasil atua são agricultura e medina tropical, ensino profissionalizante, proteção social e energia.
  •                   Economia O crescimento econômico africano nas últimas duas décadas deu origem a uma nova classe média, com maior demanda por produtos e serviços. Em países como Angola, onde a classe média representa 38,1% da população/ novela brasileira/ voos/ turistas angolanos/ ávidos/ por comprar produtos brasileiros.
  •         Intercâmbio comercial Os Pcp produtos comercializados são provenientes da área de: Energia (petróleo e gás), Agricultura (alimento e fertilizantes) gado (carne), mineração ( minério de ferro) e automotivo ( veículo e peças).
  • Os principais parceiros comerciais Nigéria ( 32,83%), África do Sul (11,43%) e Angola (8,68%)
1.5.1 Etiópia

Annotations:

  • Em 2013, Brasil e Etiópia reforçaram suas relações bilaterais com a assinatura em Adis-Abeba de quatro acordos em matéria de agricultura, educação, aviação e ciência e tecnologia.
1.6 Índia

Annotations:

  • A Índia busca a diversificação de mercados, espera aprimorar seus programas de assistência para o desenvolvimento e tem interesse em fortalecer os laços históricos com a África.
1.7 África Subsaariana

Annotations:

  • Formada por 48 países com diferentes cenários sócio-economicos.
  • Setor de tecnologia da Info e Com, 60% da Pop tem acesso a cobertura de Sv de de telefonia móvel.
  •                       Economia Angola, Nigéria e Africa do Sul são as três maiores economias.
  •       Problemas encontrados Infraestrutura deficitária Deterioração da qualidade e quantidade da infraestrutura de energia. O percentual da Pop com acesso a água potável aumentou. A distribuição de água par agricultura precisa melhorar. Cerca 6 milhões de hectares estão equipados. 29% das estradas são pavimentadas.
1.8 Empresa brasileiras

Annotations:

  • Angola ( Petrobrás, Odebrecht, Vale, QG, AG e Camargo C). Moçambique ( AG, Odebrecht, CC e Vale)
  • As empresas brasileiras procuraram a assistência do Senai para desenvolver programas de treinamentos específicos a fim de superar a falta de pessoal local qualificado, evitando assim a necessidade de trazer empregados expatriados para realizar o trabalho.
2 Zona de Paz e Coop. do Atlântico Sul (Zopacas)
2.1 Objetivo

Annotations:

  • Fomentar a paz e a segurança regional
2.2 Estados membros

Annotations:

  • Integrada pro 24 países: Afr Sul; Angola; Argentina; Brasil; as 3 Guinés; Rep Democ do Congo e Uruguai, etc
2.3 Quatro áreas de ação

Annotations:

  • *Meio ambiente ( preservação dos recursos marinhos Atl. Sul) * Desnuclearização do Atl. Sul ( desmantelamento dos seis artefatos nucleares construídos na Áfr Sul ao longo dos anos 1980. *Coop Economica * Coop Comercial 
3 Ações dos EUA de retaliação a criação dessas relações

Annotations:

  • Ativação da quarta Frota e Comando dos Estados Unidos da África ( AFRICOM)_ 2007.
4 Fórum Cooperativo América do Sul-África

Annotations:

  • A ASA foi criada em 2005, na Nigéria. Visa estimular a capacidade de desenvolvimento sustentável entre seus membros por meio de parcerias estratégicas Sul-Sul.
5 IBAS

Annotations:

  • Acordo trilateral entre a Índia, o Brasil e a África do Sul. Lançado oficialmente em 2003, após a reunião do G-8.
  • Fórum para a coord política e de Coop em setores fundamentais como a agricultura, cultura, educação, energia, saúde, ciência e tecnologia e transportes.
  • Outra características é o Fundo para Alívio da Pobreza e da Fome, que tem papel importante no relacionamento do grupo com a África. Criado em 2004.  Três projetos já foram executados em Cabo Verde (saúde), Guiné Bissau (agricultura) e Haiti (manejo com resíduos sólidos)
  • Cada país membro realiza contribuição de 1 milhão de dólares por ano para o fundo.
6 G-20

Annotations:

  • É formado pelos Ministros da Fazenda e Presidentes do Banco Central de 19 países e da UE: Afr do Sul, Alemanha, argentina, Canadá, EUA, Coreia do Sul, Russia, Índia, Indonésia, Itália, Japão , México, Reino Unido, Turquia e UE.
  • Reúne os importantes países desenvolvidos e emergentes de todas as regiões do mundo. 
  • Juntos, os países membros representam cerca de 90% do PIB global, 80% do comércio mundial, bem como 2/3 da população mundial.
7 Plano econômico

Annotations:

  • Foi criado o BRICS e o G-20 emergentes.
8 Plano Político

Annotations:

  • Foi criado O IBAS (2003)
9 Mercosul e União aduaneira África Austral (SACU)

Annotations:

  • Aproo. entre Mercosul e os países äfrica do Sul, Botsuana, Lesoto, Namíbia e Suazilândia. Criado em 2000. Implantada uma Zona de Livre Comercio
10 Pcp áreas de arranjo de Coop.

Annotations:

  • EM 2009, Saúde ( FIOCRUZ), energia, Coop. Téc , Agricultura (EMBRAPA), Industria, Educação (Sv Nac de Apredz Ind (SENAI) e Meio Ambiente
11 BRICS

Annotations:

  • Entre 2003 e 2010. o comércio entre os países do BRIC passou de 38 BI dólares para 220 BI
  • A África adentrou no BRIC em 2011, expandindo o potência Eco e Pol do Gp.
12 Mercosul
13 G-77

Annotations:

  • Maior agrupamento de países em desenvolvimento dentro da ONU.
14 Polap

Annotations:

  •              Países membros Angola Cabo Verde Moçambique
Show full summary Hide full summary

Similar

Períodos geológicos
Alessandra S.
Projeto Med 2015: História e Geografia
elisacoltro
O Clima - Geografia
GoConqr suporte .
Geografia do Brasil
kelly.etehil
Simulado Geografia
Marina Faria
Blocos econômicos
Ighor Ferreira
Geografia - Mapa do Brasil
GoConqr suporte .
CLIMA GEOGRAFIA
Alice Sousa
Geografia- ENERGIA
jpedrohenriques
Revolução Industrial século XVIIl e XIX
izabelamendeslop
Geografia - Cartografia
Jessica Caroline de Macedo