INFLAMAÇÃO

Marcos Shimano
Mind Map by Marcos Shimano, updated more than 1 year ago
Marcos Shimano
Created by Marcos Shimano almost 6 years ago
15
1

Description

Mind Map on INFLAMAÇÃO, created by Marcos Shimano on 04/07/2015.

Resource summary

INFLAMAÇÃO
1 Inflamação Aguda
1.1 5 Pontos cardinais
1.1.1 dor
1.1.2 calor
1.1.3 rubor
1.1.4 tumor
1.1.5 perda de função
1.2 resposta ao agente é inespecífica
1.3 exsudato rico em proteinas
1.4 mediadores celulares e plasmaticos
1.5 hitologico
1.5.1 Presença de polimorfonucleares (neutrófilos)
1.5.2 alterações na permeabilidade vascular
1.5.3 edema, fibrina
1.5.4 leucocitos
1.5.5 hemacias
2 Inflamação Crônica
2.1 presença de leucócitos
2.2 Resposta ao agente é específico
2.2.1 linfócitos
2.2.1.1 produção de anticorpos
2.3 é precedida da inflamação aguda
2.4 não observa sinais clínicos
2.5 tentativas de reparo são mais frequentes
2.5.1 angiogênese
2.5.2 fibrose
2.6 Inespecífica
2.6.1 células mononucleadas (sem predominância)
2.6.2 não é específico a reação apenas 1 único microrganismo
2.6.3 gengivites, pulpites
2.7 produtiva ou hiperplásica
2.7.1 maior quantidade de fibroblastos, fibras colágenas, vasos
2.7.2 pode haver tumor
2.7.3 aumento da massa tecidual
2.8 exsudativa
2.8.1 formação de pús (fístula)
2.8.1.1 segue caminho de menor resistência óssea
2.8.1.2 infecção óssea
2.9 granulomatosa
2.9.1 reação inflamatória de baixa virulência
2.9.2 hiperplasia focal
2.9.3 avascular
2.9.4 proliferação de macrófagos e celulas gigantes
2.9.5 granuloma
2.9.5.1 isola agente agressor e area necrosada
2.9.5.1.1 retarda a perda tecidual
2.9.5.2 muitos sao calcificados ou fibrosados
2.9.5.3 composição
2.9.5.3.1 macrófagos
2.9.5.3.2 celulas gigantes
2.9.5.3.3 vasos
2.9.5.3.4 leucocitos (cordão de leucocitos)
2.9.6 A tuberculose é um tipo de granuloma COMPLEXO
2.9.6.1 macrófagos + celulas gigantes + celulas imunes
2.10 proliferação de vasos
3 resposta a uma agressão em tec. vascularizados
3.1 infecção envolve agentes microbianos e nem toda inflamação é causada por um ag. microbiano
3.2 destruir e/ou neutralizar ag.
3.3 resposta
3.3.1 depende: do tecido, da agressão, do indivíduo
4 classificação das inflamações
4.1 causa
4.1.1 fisica
4.1.2 quimica
4.1.3 biologica
4.1.3.1 agressores vivos
4.1.3.2 enzimas e toxinas
4.1.3.3 imunologia
5 mediadores
5.1 fenomenos vasculares
5.1.1 edema
5.1.2 calor
5.2 dor
5.3 fenomenos produtivos
5.3.1 cura por reabsorção de exsudato e regeneração
5.4 fenomenos exsudativos
5.4.1 tumor
5.5 fenomeno reparativo
5.5.1 cura por cicatrização
6 fase alterativa, fase exsudativa, fase produtiva
7 visão nova
7.1 indutores
7.1.1 exógenos: microbianos e nao microbianos
7.1.2 endogenos: derivados de celulas, tecidos, plasmas e da matriz
7.2 sensores
7.2.1 leucocitos
7.3 mediadores
7.3.1 fatores quimicos
7.4 efetores
8 Efeitos teciduais e sistemicos da inflamação
8.1 aguda
8.1.1 Exsudação da inflamação aguda
8.1.1.1 vasodilatação (hemacias, proteínas, plasma)
8.1.1.2 padroes morfológicos teciduais
8.1.1.2.1 serosa
8.1.1.2.2 mucosa ou catarral
8.1.1.2.3 fibrinosa
8.1.1.2.4 purulenta
8.1.1.2.5 hemorrágica
8.1.1.2.6 mista
8.2 tipos especiais de inflamação
8.2.1 flegmão (generalizado)
8.2.2 abcesso(delimitado, pode ter fístula ------ q nem na urgencia)
8.2.3 úlceras(descontinuidade do epitélio com exposição de tec. conjuntivo)
8.2.4 pseudomembranosas
8.3 sinais clinicos
8.3.1 febre
8.3.2 aumento de frequencia cardíaca
8.3.3 aumento de pressao arterial
8.3.4 anorexia, fraqueza, sonolência
8.3.5 tremores e calafrios
8.3.6 leucocitose
8.3.7 diminuição da sudorese
9 reparo tecidual
9.1 regeneração
9.1.1 restituição anatomica e funcional
9.1.2 depende de:
9.1.2.1 capacidade mitotica
9.1.2.2 pouca destruição tecidual
9.1.2.3 excelente vacularizaçao
9.1.2.4 absorção completa de exsudato de tecido necrótico
9.2 cicatrização
9.2.1 substituição do tecido original por tec. conj. vascularizado
9.2.2 mais comum em tec. permanentes e estáveis
9.2.3 observado em tec. com extensa destruição tecidual
9.2.4 pode estar relacionado a inflamações cronicas
9.2.5 restituição parcial da função
9.2.5.1 lento
9.2.5.2 pode gerar adaptação do orgao
9.2.6 pouca vascularização
9.3 reparo em mucosa
9.3.1 0 a 1 dia
9.3.1.1 Fase inflamatoria
9.3.1.1.1 prevalencia de neutrofilos, areas necróticas, edema intersticial e coagulo em caso de hemorragias
9.3.2 1 a 2 dia
9.3.2.1 Fase proliferativa
9.3.2.1.1 formação de crosta superficialinicio de uma formação de granuloma, diminuição de edema e inflamação, predomínio de macrofagos, proliferação epitelial intensa
9.3.3 3 dia
9.3.3.1 Fase proliferativa
9.3.3.1.1 tecido de granulação maduro e bem definido, angiogenese, pico da proliferação epitelial, intensa contração da ferida e presença de miofibroblastos
9.3.4 4 a 5 dia
9.3.4.1 Fase proliferativa/ remodelação
9.3.4.1.1 predomínio de tecido de granulação e fibroblastos, substituição do tec. de granulação por tec. conj. fibroso, repitelização quase completa
9.3.5 5 a 7 dia
9.3.5.1 Fase de remodelação
9.3.5.1.1 presença de metaloproteinases e proteinases, remodelação e organização do tec. conj. recem formado, reepitelização completa.
9.4 angiogenese
9.4.1 fatores de crescimento
9.4.2 metaloproteinases e proteinases na camada basal
9.4.3 formação de foco celular de endoteliocitos
9.4.4 remodelamento do foco de endoteliocitos, reestruturação da camada basal e formação de ramo vascular
10 Fatores que influenciam o processo de reparação tecidual
10.1 fatores locais
10.1.1 estabilização do coágulo
10.1.2 aproximação/estabilização de bordas da ferida
10.1.3 extensão da ferida
10.1.4 forma da ferida irregular
10.1.5 grau de vascularização
10.1.6 infecção
10.1.7 corpos estranhos
10.2 fatores sistêmicos
10.2.1 nutricionais
10.2.2 diabetes mellitus
10.2.2.1 modificação na parede vascular da microcirculação
10.2.2.2 colágeno glicolizado
10.2.2.3 diminuição de fatores de crescimento
10.2.3 Idade avançada
10.2.3.1 diminuição de fatores de crescimento
10.2.3.2 menor produção de proteinas da matriz extracelular
10.2.3.3 associação a comorbidades
10.2.4 utilização de medicação prolongada
11 Cicatrização
11.1 1º intenção
11.1.1 + rápida
11.1.2 relacionada a lesoes com bordas menos destruídas
11.1.3 relacionada a tecidos com danos menos extensos
11.2 2º intenção
11.2.1 + demorada
11.2.2 gera cicatrizes maiores
11.2.3 gera cicatrizes com maior contração
11.2.4 gera abundante tecido de granulação
11.2.5 em geral representa a cura nas inflamações crônicas, originando fibrose
11.3 Cicatriz hipertrófica
11.3.1 cicatrizes elevadas com alteração de cor, modifica sua superficie para lisura, que se limita às margens da lesão e com o tempo tende a regredir
11.4 quelóide
11.4.1 cicatrizes elevadas com alteração de cor, superficie lisa, extendem além de sua aréa da lesão, tendem a crescer
Show full summary Hide full summary

Similar

INFLAMAÇÃO
Paulo Ricardo Alves
INFLAMAÇÃO
Paulo Ricardo Alves
Processo de Cicatrização
Letícia Silva
Processo de Cicatrização
Enfermagem Ufcg
INFLAMAÇÃO
Ketlyn Caroline
INFLAMAÇÃO
Rodrigo Braga
INFLAMAÇÃO
Rodrigo Braga
INFLAMAÇÃO
Rodrigo Braga
INFLAMAÇÃO
beatriz lima
INFLAMAÇÃO
Magno Veras
INFLAMAÇÃO
Eduardo Ribeiro