COMUNICAÇÃO INTERPESSOAL EM SAÚDE

erikaaptorres
Mind Map by , created about 4 years ago

Mapa Conceitual, a pedido da Disciplina de Relacionamento Enfermeiro Paciente III, do Curso de Graduação em Enfermagem.

202
5
0
erikaaptorres
Created by erikaaptorres about 4 years ago
Processo de Cicatrização
Letícia Silva
Bioética em Enfermagem
Sachiko Chan
Contextualização da disciplina - Desenvolvimento Humano e Social - Saúde
Emmanuela Pimenta
Unit 1 Sociology: Family Types
ArcticCourtney
Frankenstein Key Quotes
michelle.lau
Contextualização da aula 1 - Linguagem profissional em saúde
Amanda Ricelly
Apresentação da disciplina - Linguagem profissional em saúde
Amanda Ricelly
Apresentação da disciplina - Linguagem profissional em saúde
Amanda Ricelly
Seguridade Social e o PAS
Clara Fonseca
Termos téc. Enfermagem
Letícia Silva
COMUNICAÇÃO INTERPESSOAL EM SAÚDE
1 abrange
1.1 VERBAL
1.1.1 que é
1.1.1.1 toda comunicação falada e escrita
1.1.1.1.1 objetivando
1.1.1.1.1.1 ajudar a descobrir a capacidade do outro
1.1.1.1.1.2 reconhecer limites pessoais
1.1.1.1.1.3 enfrentar desafios para autorealização
1.1.1.1.1.4
1.1.2 Escrita
1.2 NÃO VERBAL
1.2.1 que é
1.2.1.1 expressões, gestos, escrita, silêncio, etc...
1.2.2 Tipos
2 contém
2.1 Comunicação Terapêutica
2.1.1 Envolve
2.1.1.1 Saúde, Enfermagem e Comunicação
2.1.1.1.1 Essencial para
2.1.1.1.1.1 Humanização
2.1.1.1.1.1.1 que trabalha com
2.1.1.1.1.1.1.1 condições melhores e mais humanas na área da saúde
3 Necessita
3.1 Elementos da comunicação
3.1.1 que são
3.1.1.1 Emissor (Locutor)
3.1.1.2 Receptor (Interlocutor)
3.1.1.3 Mensagem
3.1.1.4 Código
3.1.1.5 Canal
3.1.1.6 Contexto
3.1.1.7 Feedback
3.1.2 Possuem
3.1.2.1 Significado Comum
4 composta por
4.1 componentes básicos
4.1.1 que são...
4.1.1.1 Empatia
4.1.1.1.1
4.1.1.2 Confiança
4.1.1.2.1
4.1.1.3 respeito mútuo
4.1.1.3.1 Promovem
4.1.1.3.1.1 Efetividade na Comunicação
4.1.1.3.1.1.1 usando de
4.1.1.3.1.1.1.1 Flexibilidade
4.1.1.3.1.1.1.2 Eficiência
4.1.1.3.1.1.1.3 Propriedade de resposta
5 tem
5.1 pressupostos
5.1.1 fundamentados
5.1.1.1 Necessidade de comunicação, um processo contínuo
5.1.1.1.1
5.1.1.1.1.1 Informação
5.1.1.1.1.2 Relação
5.1.2 que age no significado
5.1.2.1 Coisas
5.1.2.1.1 que podem
5.1.2.1.1.1 Manipular o significado
5.1.2.1.1.1.1 Ocorrendo de modo diferente, devido
5.1.2.2 Pessoas
5.1.2.2.1
6 usada em pacientes
6.1 infantis
6.1.1 necessitam
6.1.1.1 diferentes abordagens
6.1.1.1.1 não amenizar/menosprezar a dor
6.1.1.1.2 ser honesto
6.1.1.1.3 suporte familiar
6.1.1.1.3.1 incluindo
6.1.1.1.3.1.1 suporte básico
6.1.1.1.3.1.2 comunicação efetiva
6.1.1.1.3.1.3 empatia
6.1.1.1.4 brinquedo terapêutico
6.1.1.1.4.1 ajuda enfrentar
6.1.1.1.4.1.1 crises/situações ameaçadoras
6.1.1.1.4.1.1.1 usando
6.1.1.1.4.1.1.1.1 lúdico
6.1.1.1.4.2 apresenta adversidades devido
6.1.1.1.4.2.1 falta de tempo
6.1.1.1.4.2.2 falta no hospital
6.1.2 desenvolvem
6.1.2.1 tolerância
6.1.2.1.1
6.1.2.2 sofrimento
6.1.2.2.1 devido
6.1.2.2.1.1 hospitalização
6.1.2.2.1.1.1 mudança da rotina
6.1.2.2.1.1.2 falta do círculo de pessoas
6.1.2.2.1.1.3 falta de brincar
6.1.3 podem possuir
6.1.3.1 doenças crônicas
6.1.3.1.1 havendo dificuldades
6.1.3.1.1.1 ser criança
6.1.3.1.1.1.1 desenvolvem
6.1.3.1.1.1.2 devido
6.1.3.1.1.1.2.1 reinternações
6.1.3.1.1.1.2.2 longos períodos hospitalizadas
6.1.3.1.1.1.2.3 falta de rotina
6.1.3.1.1.1.2.4 efeitos adversos
6.1.3.1.1.1.2.5 distanciamento familiar
6.1.3.1.1.2 reconhecer o normal
6.2 idosos
6.2.1 necessitam quando hospitalizados
6.2.1.1 tratamento de rápida duração
6.2.1.2 orientação para cuidados em domicílio
6.2.2 possuem
6.2.2.1 cuidados biológicos específicos
6.2.2.1.1 devido
6.2.2.1.1.1 doenças crônicas
6.2.2.1.1.2 mudanças rápidas de bom estado
6.2.2.1.1.3 interações entre medicamentos
6.2.2.1.1.4 déficits sensoriais e cognitivos
6.3 cirúrgicos
6.3.1 assistenciando além
6.3.1.1 protocolos
6.3.1.2 gerenciamento
6.3.2 atentando-se
6.3.2.1 humanização
6.3.2.2 cuidado integral
6.3.2.3 interação com família
6.3.2.4 trabalho em equipe
6.3.2.5 etapas do perioperatório
6.3.2.5.1 podendo usar
6.3.2.5.1.1 SAEP
6.3.2.5.1.1.1 proporciona
6.3.2.5.1.1.1.1 conhecimento
6.3.2.5.1.1.1.2 qualidade
6.3.2.5.1.1.1.3 eficiência
6.3.2.5.1.1.1.4 atenção
6.3.3 necessitam
6.3.3.1 elementos
6.3.3.1.1 clareza
6.3.3.1.1.1 com a falta pode
6.3.3.1.1.1.1 aflorar negativamente imaginação do paciente
6.3.3.1.2 segurança da equipe
6.3.3.1.3 entrosamento entre equipe
6.3.3.1.4 verbalização
6.3.3.1.5 tom de voz reconfortante
6.3.3.1.5.1 de forma errada cria
6.3.3.1.5.1.1 falsa tranquilização
6.3.3.1.5.1.1.1 utilizando de
6.3.3.1.5.1.1.1.1 linguagem inacessível
6.3.3.1.5.1.1.1.2 frases vazias
6.3.3.1.6 componente não verbal
6.4 terminais/em luto
6.4.1 podem decorrer
6.4.1.1 morte em vida
6.4.1.1.1 desemprego
6.4.1.1.2 separação
6.4.1.1.3 doenças
6.4.1.1.4 conflitos familiares
6.4.2 necessidade
6.4.2.1 não cisão corpo e alma (modelo biomédico)
6.4.2.1.1 realizando
6.4.2.1.1.1 cuidado da pessoa não da doença
6.4.2.1.1.1.1 ideia de
6.4.2.1.1.1.1.1 cuidados paliativos
6.4.2.1.1.1.1.1.1 baseiam
6.4.2.1.1.1.1.1.1.1 relação interpessoal com o paciente
6.4.2.1.1.1.1.1.1.1.1 pode apresentar
6.4.2.1.1.1.1.1.1.1.1.1 fatores adversos no profissional
6.4.2.1.1.1.1.1.1.1.1.1.1 angústia
6.4.2.1.1.1.1.1.1.1.1.1.2 frustração
6.4.2.1.1.1.1.1.1.1.1.1.3 sentimento de impotência
6.4.3 fazem parte
6.4.3.1 processo
6.4.3.1.1 correspondente
6.4.3.1.1.1 desenvolvimento humano
6.4.3.1.2 que contém
6.4.3.1.2.1 aspectos simbólicos
6.4.3.1.2.1.1 variando com
6.4.3.1.2.1.1.1 cultura/historicidade da região
6.5 psiquiátricos
6.5.1 utilizando
6.5.1.1 conceitos pós Reforma Psiquiátrica
6.5.1.1.1 inclusão
6.5.1.1.2 reabilitação psicossocial
6.5.1.1.3 visa desinstitucionalização
6.5.1.1.3.1 usando meios como
6.5.1.1.3.1.1 CAPS
6.5.1.1.3.1.2 Ambulatórios
6.5.1.1.3.1.3 USF's
6.5.1.1.3.1.4 Oficinas Terrapêuticas
6.5.1.1.3.2 inclusive
6.5.1.1.3.2.1 internações hospitalares
6.5.1.1.3.2.1.1 casos agudos
6.5.1.1.3.2.1.2 crises
6.5.1.1.3.2.1.3 risco de suicídio
6.5.1.2 comunicação
6.5.1.2.1 pacientes
6.5.1.2.1.1
6.5.1.2.2 família
6.5.1.2.2.1 considerando
6.5.1.2.2.1.1 feedback
6.5.1.2.2.1.1.1 auxilia
6.5.1.2.2.1.1.1.1 clareza
6.5.1.2.2.1.1.1.2 criar compromisso
6.5.1.2.2.2 atentando-se
6.5.1.2.2.2.1 orientação
6.5.1.2.2.2.1.1 diminui
6.5.1.2.3 inclusive
6.5.1.2.3.1 nãoverbal
6.5.2 não deve
6.5.2.1 criar pré-conceitos
6.5.2.2 discriminar
6.5.2.3 envolver-se demasiadamente
6.5.3 contar com
6.5.3.1 serviços da comunidade
6.5.3.1.1 diminuem
6.5.3.1.1.1 conflitos familiares
6.5.3.1.1.2 agravamento do quadro
6.5.3.1.1.3 sobrecarga
6.5.3.1.1.3.1 econômica
6.5.3.1.1.3.2 física
6.5.3.1.1.3.3 emocional
6.5.3.2 redes de apoio
6.5.3.2.1 permitem
6.5.3.2.1.1 ligação
6.5.3.2.1.2 união
6.5.3.2.1.3 troca
6.5.3.2.2 auxiliam
6.5.3.2.2.1 enfrentamento de situações estressantes
6.5.3.2.3 quando instáveis
6.5.3.2.3.1 ressaltam vulnerabilidades

Media attachments