Cap. 4: Aprendizagem pelas consequências- O controle aversivo (Livro: Princ. Bás. do Comportamento)

Resource summary

Cap. 4: Aprendizagem pelas consequências- O controle aversivo (Livro: Princ. Bás. do Comportamento)
  1. CONTROLE AVERSIVO DO COMPORTAMENTO: Controle do comportamento por contingências de reforço negativo e punição (positiva e negativa)
    1. REFORÇO NEGATIVO: Consequência ddo comportamento que aumenta sua frequência pela retirada ou pela evitação de um estímulo aversivo
      1. EXEMPLO: Mentir geralmente é um comportamento mantido por reforço negativo. Evitamos inúmeros estímulos aversivos mentindo.
      2. PUNIÇÃO POSITIVA: Consequência do comportamento que reduz sua frequência pela ADIÇÃO de um estímulo aversivo ao ambiente.
        1. PUNIÇÃO NEGATIVA: Consequência do comportamento que reduz sua frequência pela RETIRADA de um estímulo reforçador (de outros comportamentos) do ambiente.
          1. EXEMPLO: João chega em casa embriagado, perde a 'mesada' do mês por ter bebido e para de beber.
          2. EXEMPLO: João chega em casa embriagado, toma uma bela surra de seu pai por ter bebido e para de beber.
        2. ESTÍMULO AVERSIVO: Estimulo cuja retirada ou evitação aumenta a frequência do comportamento, ou cuja adição reduz a frequência do comportamento que o produziu.
          1. EXEMPLO: Se você mente, apanha, passando a mentir menos. Para você, apanhar , é um estímulo aversivo.
          2. COMPORTAMENTO DE FUGA: Comportamento mantido por reforço negativo, pela remoção de um estímulo aversivo do ambiente
            1. EXEMPLO: Você está em uma sessão terapêutica, e o psicólogo só faz perguntas que eliciam em você respostas de ansiedade extrema. Você se levanta e vai embora no meio da sessão.
            2. COMPORTAMENTO DE ESQUIVA: Comportamento mantido por reforço negativo, pela evitação do contato com um estímulo aversivo.
              1. EXEMPLO: Após o evento descrito (fuga), você sempre inventa uma desculpa para não ir à terapia.
              2. CONTRA CONTROLE: Comportamento que impede o comportamento de um agente punidor.
                1. EXEMPLO: João dorme na casa de amigos quando sai à noite "toma uns drinks à mais".
                Show full summary Hide full summary

                Similar

                Comportamento Operante
                Gabriélle Zucaro
                Skinner
                Joao Jacomel
                Sistemas de responsabilização constitucional
                Victor Hugo Mendes
                Formas de Punição
                Alex Araujo Furado
                GCSE Maths Symbols, Equations & Formulae
                Andrea Leyden
                Geography Coastal Zones Flashcards
                Zakiya Tabassum
                Aparatos y sistemas del cuerpo humano
                Mai Sin Más
                English Poetry Key Words
                Oliviax
                GCSE AQA Biology 1 Quiz
                Lilac Potato
                Flashcards for CPXP exam
                Lydia Elliott, Ed.D
                GoConqr Guide to Flowcharts for Business
                Sarah Egan