CIRROSE HEPÁTICA

renata_dpg
Mind Map by renata_dpg, updated more than 1 year ago
renata_dpg
Created by renata_dpg over 6 years ago
82
1

Description

PATOLOGIA DA CIRROSE HEPÁTICA - BOGLIOLO

Resource summary

CIRROSE HEPÁTICA
  1. FASE FINAL DA HEPATOPATIA CRÔNICA
    1. ALCOOLISMO
      1. HEPATITES VIRAIS E AUTO IMUNES
        1. DOENÇA BILIAR
          1. SOBRECARGA DE FERRO
            1. Neoformação conjuntiva em todo o órgão que insula partes do parênquima hepático
              1. Nódulos de parênquima hepático circundados por fibrose, em geral com regeneração hepatocitária
                1. Subversão da arquitetura lobular
                    1. CLASSIFICAÇÃO MORFOLÓGICA
                      1. MICRONODULARES
                        1. ETIOLOGIA ALCOOLICA
                          1. INFECÇÃO PELO VÍRUS DA HEPATITE B
                            1. SUSPENSÃO DO ALCOOL --> PODE EVOLUIR PARA MACRONODULAR
                              1. NÓDULOS DE 1mm DE DIÂMETRO; SEPTOS COLÁGENOS DE ESPESSURA UNIFORME; SUPERFÍCIE DE CORTE DE ASPECTO REGULAR
                              2. MACRONODULARES
                                1. PÓS-NECRÓTICAS/ PÓS HEPATÍTICAS
                                  1. TAMANHO E FORMA DOS NÓDULOS SÃO MUITO DIFERENTES; SUPERFÍCIE DE CORTE IRREGULAR; TECIDO CONJUNTIVO VARIA DE SEPTOS DELGADOS A CICATRIZES GROSSEIRAS
                                  2. MISTAS
                                  3. CONSEQUÊNCIAS
                                    1. INSUFICIÊNCIA HEPÁTICA
                                      1. ICTERÍCIA
                                        1. PREDOMÍNIO DO AUMENTO DA BD
                                        2. TRANSTORNO NAS ETAPAS DO METABOLISMO DA BILIRRUBINA
                                          1. INCAPACIDADE DOS HEPATÓCITOS DE SINTETIZAR PROTEÍNAS EM QUANTIDADES NECESSÁRIAS À HOMEOSTASE
                                            1. HIPOALBUMINEMIA
                                              1. ASCITE
                                              2. DEFICIÊNCIA DE VÁRIOS FATORES DE COAGULAÇÃO
                                                1. EDEMA
                                                  1. HEMORRAGIA
                                                2. REDUÇÃO DO METABOLISMO DOS ESTRÓGENOS
                                                  1. HIPERESTROGENISMO
                                                    1. ERITEMA PALMAR
                                                      1. ARANHAS VASCULARES
                                                        1. GINECOMASTIA
                                                          1. PERDA DE LIBIDO
                                                            1. HIPOTROFIA TESTICULAR
                                                          2. ENCEFALOPATIA HEPÁTICA
                                                            1. MANIFESTAÇÕES NEUROPSÍQUICAS
                                                          3. HIPERTENSÃO PORTAL
                                                            1. ALTERAÇÕES HEMODINÂMICAS
                                                              1. ESPLENOMEGALIA
                                                                1. DO TIPO ESCLEROCONGESTIVO
                                                                  1. MAIS VOLUMOSA NA CIRROSE DE ORIGEM VIRAL
                                                                  2. CIRCULAÇÃO COLATERAL
                                                                    1. SE FORMA DEVIDO AO DESVIO DO SANGUE PORTAL, CUJA CHEGADA AO SISTEMA CAVA É BLOQUEADA PELA OBSTRUÇÃO
                                                                      1. COLATERAIS ATRAVÉS DAS VEIAS ESOFAGOCARDIOTUBEROSITÁRIAS
                                                                        1. RESULTA EM VARIZES DO ESÔFAGO
                                                                          1. SANGRAMENTO
                                                                            1. HEMATÊMESE
                                                                              1. CHOQUE HIPOVOLÊMICO
                                                                              2. MELENA
                                                                                1. ANEMIA PROGRESSIVA
                                                                          2. ASCITE
                                                                            1. SUA FORMAÇÃO DEPENDE
                                                                              1. DO AUMENTO DA PRESSÃO HIDROSTÁTICA NOS SINUSÓIDES HEPÁTICOS E CAPILARES ESPLÂNCNICOS
                                                                                1. DA PRODUÇÃO AUMENTADA DE LINFA HEPÁTICA E VISCERAL
                                                                                2. HIPOALBUMINEMIA
                                                                                  1. MAIOR RETENÇÃO DE SÓDIO PELOS RINS, POR ATIVAÇÃO DO SISTEMA RENINA-ANGIOTENSINA-ALDOSTERONA
                                                                                    1. LÍQUIDO COM BAIXO NÍVEL PROTEICO FAVORECE SURGIMENTO DE INFECÇÃO (POR BACT GRAM -) --> PERITONITE BACTERIANA
                                                                                1. ASPECTOS CLÍNICOS
                                                                                  1. ASSINTOMÁTICA DURANTE VÁRIOS ANOS
                                                                                    1. ANOREXIA, EMAGRECIMENTO, DORES ABDOMINAIS
                                                                                      1. ESTIGMAS DE DOENÇA HEPÁTICA CRÔNICA: ERITEMA PALMAR, ARANHAS VASCULARES, GINECOMASTIA (MAIS COMUM EM ALCOÓLATRAS)
                                                                                        1. FASE AVANÇADA: HEMORRAGIA DIGESTIVA (HEMATÊMESE OU MELENA), CIRCULAÇÃO COLATERAL, HÁLITO HEPÁTICO, EDEMA DOS MMI, ASCITE, MANIFESTAÇÕES DE ENCEFALOPATIA HEPÁTICA
                                                                                          1. EXAMES COMPLEMENTARES: HIPOALBUMINEMIA E AUMENTO DE ATIVIDADE DAS AMINOTRANSFERASES; NAS FORMAS COLESTÁTICAS: ICTERÍCIA, HIPERBILIRRUBINEMIA (MAIS DA BD) E AUMENTO DA FA
                                                                                          Show full summary Hide full summary

                                                                                          Similar

                                                                                          2º Guerra Mundial
                                                                                          João Gabriel
                                                                                          2º Guerra Mundial
                                                                                          LAURA DE SOUZA DA SILVA
                                                                                          2º Guerra Mundial
                                                                                          Davi Spirandelli
                                                                                          2º Guerra Mundial
                                                                                          Ana karolina Gomes
                                                                                          História e Independência dos EUA
                                                                                          Priscila yasmin
                                                                                          CULTURA ORGANIZACIONAL, CLIMA ORGANIZACIONAL E QVT
                                                                                          erikalotz
                                                                                          DISFUNÇÕES METABÓLICAS
                                                                                          Melissa Rosiane
                                                                                          2º Guerra Mundial
                                                                                          Gisela Assis Vidal
                                                                                          TÉCNICAS DE NEGOCIAÇÃO E ADMINISTRAÇÃO DE CONFLITOS.
                                                                                          Pablo Rodrigues