Comunicação Interpessoal em Saúde

Brenda Campos
Mind Map by Brenda Campos, updated more than 1 year ago More Less
erikaaptorres
Created by erikaaptorres over 4 years ago
Brenda Campos
Copied by Brenda Campos over 4 years ago
68
0

Description

Mapa Conceitual, a pedido da Disciplina de Relacionamento Enfermeiro Paciente III, do Curso de Graduação em Enfermagem.
Tags

Resource summary

Comunicação Interpessoal em Saúde
1 abrange
1.1 VERBAL
1.1.1 que é
1.1.1.1 toda comunicação falada e escrita
1.1.1.1.1 objetivando
1.1.1.1.1.1 ajudar a descobrir a capacidade do outro
1.1.1.1.1.2 reconhecer limites pessoais
1.1.1.1.1.3 enfrentar desafios para autorealização
1.1.1.1.1.4
1.1.2 Escrita
1.2 NÃO VERBAL
1.2.1 que é
1.2.1.1 expressões, gestos, escrita, silêncio, etc...
1.2.2 Tipos
1.2.2.1 Cinésica
1.2.2.1.1 Linguagem do corpo
1.2.2.2 Tacêsica
1.2.2.2.1 Toque
1.2.2.2.1.1 Instrumento de
1.2.2.2.1.1.1 sensação
1.2.2.2.1.1.2 afetividade
1.2.2.3 Proxêmica
1.2.2.3.1 estuda
1.2.2.3.1.1 os espaços interpessoais
1.2.2.3.1.2 a distância mantida
1.2.2.3.1.2.1 entre
1.2.2.3.1.2.1.1 os participantes
1.2.2.3.1.2.1.1.1 de uma
1.2.2.3.1.2.1.1.1.1 interação
1.2.2.4 Paraverbal
1.2.2.4.1 estuda
1.2.2.4.1.1 o tom de voz
1.2.2.4.1.2 a ênfase dada as palavras
1.2.2.4.1.3 os grunhidos ao falar
1.2.2.4.1.4 o silêncio
2 contém
2.1 Comunicação Terapêutica
2.1.1 Envolve
2.1.1.1 Saúde, Enfermagem e Comunicação
2.1.1.1.1 Essencial para
2.1.1.1.1.1 Humanização
2.1.1.1.1.1.1 que trabalha com
2.1.1.1.1.1.1.1 condições melhores e mais humanas na área da saúde
2.1.1.1.2 Proporciona
2.1.1.1.2.1 Cuidado com o idoso
2.1.1.1.2.2 Apoio na terminalidade
2.1.1.1.2.3 Cuidado com Paciente em Centro Cirúrgico
2.1.1.1.2.4 Assistência ao Paciente Psiquiátrico
2.1.1.1.2.5 Trabalhar em grupo
2.1.1.1.2.6 Cuidado com a criança
2.1.1.1.2.6.1 Hospitalização da criança
2.1.1.1.2.6.1.1 Causa
2.1.1.1.2.6.1.1.1 Desconforto
2.1.1.1.2.6.1.1.2 Insegurança
2.1.1.1.2.6.1.1.3 Mudança no cotidiano
2.1.1.1.2.6.1.2 Sentem falta
2.1.1.1.2.6.1.2.1 da escola
2.1.1.1.2.6.1.2.2 amigos
2.1.1.1.2.6.1.2.3 familiares
2.1.1.1.2.6.1.2.4 DE BRINCAR
2.1.1.1.2.6.1.2.4.1 Repercute
2.1.1.1.2.6.1.2.4.1.1 criança
2.1.1.1.2.6.1.2.4.1.2 enfermeira
2.1.1.1.2.6.1.2.4.1.3 hospital
2.1.1.1.2.6.1.2.4.2 essencial para
2.1.1.1.2.6.1.2.4.2.1 desenvolvimento
2.1.1.1.2.6.1.2.4.2.1.1 fisíco
2.1.1.1.2.6.1.2.4.2.1.2 emocional
2.1.1.1.2.6.1.2.4.2.1.3 social
2.1.1.1.2.6.1.2.4.3 diminui
2.1.1.1.2.6.1.2.4.3.1 o estresse
2.1.1.1.2.6.1.2.4.4 exercita
2.1.1.1.2.6.1.2.4.4.1 potencialidades
2.1.1.1.2.6.1.2.4.5 promove
2.1.1.1.2.6.1.2.4.5.1 satisfação
2.1.1.1.2.6.1.2.4.5.2 diversão
2.1.1.1.2.6.1.2.4.5.3 espontaneidade
2.1.1.1.2.6.1.2.4.5.4 criatividade
2.1.1.1.2.6.1.2.4.5.5 conversão
2.1.1.1.2.6.1.2.4.5.5.1 experiências
2.1.1.1.2.6.1.2.4.5.5.1.1 desempenho ativo
2.1.1.1.2.6.1.2.4.6 possui
2.1.1.1.2.6.1.2.4.6.1 valor terapêutico
2.1.1.1.2.6.1.2.4.6.1.1 restabelecimento
2.1.1.1.2.6.1.2.4.6.1.1.1 fisíco
2.1.1.1.2.6.1.2.4.6.1.1.2 emocional
2.1.1.1.2.6.1.2.4.6.1.2 fornece
2.1.1.1.2.6.1.2.4.6.1.2.1 melhores condições para recuperação
2.1.1.1.2.6.1.2.4.7 pouco valorizado
2.1.1.1.2.6.1.2.4.8 instrumento de intervenção
2.1.1.1.2.6.1.2.4.8.1 forma de comunicação
2.1.1.1.2.6.1.2.4.8.1.1 possibilita
2.1.1.1.2.6.1.2.4.8.1.1.1 detectar a singularidade
2.1.1.1.2.6.1.2.4.8.2 Enfermeira
2.1.1.1.2.6.1.2.4.8.2.1 deve incorporar
2.1.1.1.2.6.1.2.4.8.2.1.1 saberes para direcionar esta atividade
2.1.1.1.2.6.1.2.4.9 ajuda
2.1.1.1.2.6.1.2.4.9.1 compreender
2.1.1.1.2.6.1.2.4.9.1.1 o que está ocorrendo
2.1.1.1.2.6.1.2.4.9.2 liberar
2.1.1.1.2.6.1.2.4.9.2.1 temores
2.1.1.1.2.6.1.2.4.9.2.2 tensôes
2.1.1.1.2.6.1.2.4.9.2.3 ansiedade
2.1.1.1.2.6.1.2.4.9.2.4 frustração
2.1.1.1.2.6.1.2.4.10 está para criança assim como
2.1.1.1.2.6.1.2.4.10.1 cuidados
2.1.1.1.2.6.1.2.4.10.1.1 higiênicos
2.1.1.1.2.6.1.2.4.10.1.2 alimentares
2.1.1.1.2.6.1.2.4.10.1.3 do meio ambiente
2.1.1.1.2.6.1.2.4.10.1.4 ar puro
2.1.1.1.2.6.1.2.4.10.2 preconizava Florence
2.1.1.1.2.6.1.3 Enfermeiro
2.1.1.1.2.6.1.3.1 Passar
2.1.1.1.2.6.1.3.1.1 Informações
2.1.1.1.2.6.1.3.1.1.1 completas
2.1.1.1.2.6.1.3.1.1.2 claras
2.1.1.1.2.6.1.3.1.1.3 apuradas
2.1.1.1.2.6.1.3.1.1.4 corretas
2.1.1.1.2.6.1.3.2 Perceber
2.1.1.1.2.6.1.3.2.1 grau de compreensão
2.1.1.1.2.6.1.3.2.1.1 através
2.1.1.1.2.6.1.3.2.1.1.1 Comunicação efetiva
2.1.1.1.2.6.1.3.2.1.1.1.1 fazer
2.1.1.1.2.6.1.3.2.1.1.1.1.1 acolhimento
2.1.1.1.2.6.1.3.2.1.1.1.1.2 vínculo por aproximação
2.1.1.1.2.6.1.3.2.1.1.1.1.3 diálogo
2.1.1.1.2.6.1.3.2.1.1.1.2 demonstrar
2.1.1.1.2.6.1.3.2.1.1.1.2.1 Respeito
2.1.1.1.2.6.1.4 Doença Crônica
2.1.1.1.2.6.1.4.1 tratamento agressivo
2.1.1.1.2.6.1.4.2 limitações
2.1.1.1.2.6.1.4.3 angústia
2.1.1.1.2.6.1.4.4 longos períodos de internação
2.1.1.1.2.6.1.4.5 reinternações constantes
2.1.1.1.2.6.1.4.6 interrupções da rotina
2.1.1.1.2.6.1.4.7 necessita
2.1.1.1.2.6.1.4.7.1 maior inclusão da família
2.1.1.1.2.6.1.4.7.1.1 no cuidado
2.1.1.1.2.6.1.4.7.1.1.1 que deve ter
2.1.1.1.2.6.1.4.7.1.1.1.1 interação
2.1.1.1.2.6.1.4.7.1.1.1.2 empatia
2.1.1.1.2.6.1.4.7.1.1.1.3 solidariedade
2.1.1.1.2.6.1.4.7.1.1.1.4 responsabilidade
2.1.1.1.2.6.1.5 deve ter
2.1.1.1.2.6.1.5.1 Cuidado integrado
2.1.1.1.2.6.1.5.1.1 não importa
2.1.1.1.2.6.1.5.1.1.1 gravidade do quadro
2.1.1.1.2.6.1.5.1.1.1.1 pais
2.1.1.1.2.6.1.5.1.1.1.1.1 preocupados
2.1.1.1.2.6.1.5.1.1.1.2 profissionais
2.1.1.1.2.6.1.5.1.1.1.2.1 oferecer
2.1.1.1.2.6.1.5.1.1.1.2.1.1 o melhor a todos os casos
2.1.1.1.2.6.1.5.1.1.1.2.1.1.1 sem comparações
2.1.1.1.2.6.1.5.1.1.1.2.1.1.2 melhor para
2.1.1.1.2.6.1.5.1.1.1.2.1.1.2.1 paciente
2.1.1.1.2.6.1.5.1.1.1.2.1.1.2.2 família do paciente
2.1.1.1.2.6.1.5.1.1.1.2.2 ampliar
2.1.1.1.2.6.1.5.1.1.1.2.2.1 conceitos sobre normalidade
2.1.1.1.2.6.1.5.1.1.1.2.3 saber se adaptar
2.1.1.1.2.6.1.5.1.1.1.2.3.1 ao que
2.1.1.1.2.6.1.5.1.1.1.2.3.1.1 a criança
2.1.1.1.2.6.1.5.1.1.1.2.3.1.1.1 tem como
2.1.1.1.2.6.1.5.1.1.1.2.3.1.1.1.1 saúde
2.1.1.1.2.6.1.5.1.1.1.2.3.1.1.1.2 doença
2.1.1.1.2.6.1.5.1.2 faz parte da
2.1.1.1.2.6.1.5.1.2.1 Humanização na produção do cuidado
2.1.1.1.2.6.1.5.1.2.1.1 insere
2.1.1.1.2.6.1.5.1.2.1.1.1 a vida familiar
2.1.1.1.2.6.1.5.1.2.1.1.2 o ambiente
2.1.1.1.2.6.1.5.1.2.1.1.3 recuperação
2.1.1.1.2.6.1.5.1.2.1.1.3.1 ajuda
2.1.1.1.2.6.1.5.1.2.1.1.3.1.1
2.1.1.1.2.6.1.5.1.2.1.1.3.2 aceitação
2.1.1.1.2.6.1.5.1.2.1.1.3.2.1 da criança
2.1.1.1.2.6.1.5.1.2.1.2 criança
2.1.1.1.2.6.1.5.1.2.1.2.1 possui
2.1.1.1.2.6.1.5.1.2.1.2.1.1 família
2.1.1.1.2.6.1.5.1.2.1.2.1.2 desejos
2.1.1.1.2.6.1.5.1.2.1.2.1.3 necessidades
2.1.1.1.2.6.1.5.1.2.1.2.1.4 comportamentos
2.1.1.1.2.6.1.5.1.2.1.2.1.4.1 ser humano
2.1.1.1.2.6.1.5.1.2.1.2.1.4.2 depende
2.1.1.1.2.6.1.5.1.2.1.2.1.4.2.1 idade
2.1.1.1.2.6.1.5.1.2.1.2.1.4.2.2 aspectos socioeconômicos
2.1.1.1.2.6.1.5.1.2.1.2.1.5 sentimentos
2.1.1.1.2.6.1.6 gera
2.1.1.1.2.6.1.6.1 sentimentos
2.1.1.1.2.6.1.6.1.1 tolerância
2.1.1.1.2.6.1.6.1.2 sofrimento
2.1.1.1.2.6.1.6.2 sentimentos de
3 Necessita
3.1 Elementos da comunicação
3.1.1 que são
3.1.1.1 Emissor (Locutor)
3.1.1.2 Receptor (Interlocutor)
3.1.1.3 Mensagem
3.1.1.4 Código
3.1.1.5 Canal
3.1.1.6 Contexto
3.1.1.7 Feedback
3.1.2 Possuem
3.1.2.1 Significado Comum
4 composta por
4.1 componentes básicos
4.1.1 que são...
4.1.1.1 Empatia
4.1.1.1.1
4.1.1.2 Confiança
4.1.1.2.1
4.1.1.3 respeito mútuo
4.1.1.3.1 Promovem
4.1.1.3.1.1 Efetividade na Comunicação
4.1.1.3.1.1.1 usando de
4.1.1.3.1.1.1.1 Flexibilidade
4.1.1.3.1.1.1.2 Eficiência
4.1.1.3.1.1.1.3 Propriedade de resposta
5 tem
5.1 pressupostos
5.1.1 fundamentados
5.1.1.1 Necessidade de comunicação, um processo contínuo
5.1.1.1.1
5.1.1.1.1.1 Informação
5.1.1.1.1.2 Relação
5.1.2 que age no significado
5.1.2.1 Coisas
5.1.2.1.1 que podem
5.1.2.1.1.1 Manipular o significado
5.1.2.1.1.1.1 Ocorrendo de modo diferente, devido
5.1.2.2 Pessoas
5.1.2.3 Coisas
5.1.2.3.1 que podem
Show full summary Hide full summary

Similar

Flashcard Clinica Médica
marcelargondim
A ENFERMAGEM NA ATENÇÃO PRIMÁRIA A SAÚDE
cladi_2012
Programa Nacional de Doenças Cérebro-Cardiovasculares
Maria João Costa
Termos téc. Enfermagem
Letícia Silva
Processo de Cicatrização
Letícia Silva
Bioética em Enfermagem
Sachiko Chan
Práxis Segura da Enfermagem Radiológica
thais.marinass
QUIZ 1# - Diabetes Mellitus
Maria Regina
Patologias dos rins
Celi cs
Troca de gases prejudicada -
ucbjacque@gmaIl.com
SIMULADÃO DE REVISÃO E FIXAÇÃO - DIP
dayse vasconcelos