Capítulos 7,8 e 9

thainaralima
Mind Map by , created over 4 years ago

Mapa mental

6
0
0
Tags
thainaralima
Created by thainaralima over 4 years ago
Biology -B2
HeidiCrosbie
Biological Definitions
Yamminnnn
New GCSE history content
Sarah Egan
Meteorologia I
Adriana Forero
Část 2.
Gábi Krsková
Spanish Verbs
Niat Habtemariam
Developmental Psychology - Freud, Little Hans (1909)
Robyn Chamberlain
Chemistry Regents - Bonding Theories and Polar Bonds Notes
Ali Kane
IB Bio - Mitosis Quiz
j. stu
GCSE AQA Chemistry Atomic Structure and Bonding
Joseph Tedds
Capítulos 7,8 e 9
1 Instalação de sistemas eletrônicos
1.1 Procedimentos de rotina de trabalho
1.1.1 Para montar uma placa eletrônica, você terá em mãos uma lista contendo a identificação dos componentes e suas características, tais como tolerâncias, valores ou códigos.
1.1.1.1 A partir de um lista, você selecionará os componentes e os encaixará na placa de circuito impresso, com o auxílio de máscara de componentes que indica o local correto de instalação. Além da localização, a máscara de componentes também indica a polaridade quando essa informação for necessária.
1.1.2 Observe, porém, que a ordem de montagem não alteraria o produto final, ou seja, o funcionamento do circuito eletrônico.
1.1.2.1 um gerente notou que alguns instaladores levavam muito mais tempo para realizar esse trabalho do que outros. Intrigado, ele estudou o que estava ocorrendo e constatou que a montagem do relé dificultava o posicionamento dos componentes próximos a ele. Assim, quem deixava a sua montagem por último, ganhava tempo.
1.1.2.1.1 Foi pensando nessa questão que foram criados os procedimentos de rotina de trabalho, também conhecidos como procedimento operacional padrão (POP)
1.1.3 O procedimento de rotina de trabalho é um documento que contém as instruções de todo o trabalho que um instalador deve realizar.
1.1.3.1 O objetivo desse documento é padronizar a execução das tarefas de instalação, a fim de garantir que o resultado esperado seja alcançado.
1.2 Conexões entre dispositivos
1.2.1 A conexão pode ser feita por meio de encaixe ou por fios, dependendo do dispositivo. Para o caso em que é realizada por fios, pode haver conectores ou bornes para a fixação
1.2.1.1 A identificação das conexões é feita por meio de um diagrama de conexões conhecido popularmente como diagrama de-para.
2 Equipamentos e instrumentos
2.1 Fonte de tensão
2.1.1 É bom lembrar que cada equipamento eletrônico precisa de uma tensão elétrica diferente para funcionar. Alguns funcionam com 5V, outros com 12V, e assim por diante.
2.1.1.1 Por essa razão, existem circuitos eletrônicos que reduzem as tensões adequadas que cada equipamento precisa.
2.1.2 Além disso, a corrente alternada da rede elétrica é convertida em corrente contínua, que é a exigência da maioria dos equipamentos eletrônicos.
2.1.2.1 Esse circuito também é conhecido como fonte de tensão e muitas vezes chamado apenas de fonte.
2.2 Características das fontes de tensão CC
2.2.1 Tensão de entrada
2.2.1.1 É o valor da tensão da tomada de alimentação que você usará para ligar o cabo de alimentação de uma fonte.
2.2.2 Tensão de saída: É o valor da tensão nos bornes de saídas da fonte.
2.2.3 Capacidade de corrente: É o valor máximo de corrente que uma fonte pode fornecer a um circuito.
2.3 Painel traseiro
2.3.1 No painel traseiro da fonte ficam alguns itens relacionados à alimentação elétrica do equipamento, tais como a conexão com a tomada e o fusível de proteção elétrica.
2.3.2 Chave seletora: A chave seletora serve para ajustar o equipamento, conforme a tensão disponível na tomada: 110V ou 220V.
2.3.3 Conector de entrada: O cabo que conecta a fonte à rede elétrica deve ser inserido nesse conector para a alimentação da fonte da tomada de 110V ou 220V.
2.3.4 Porta-fusível: é um suporte que serve para acondicionar o fusível de proteção da fonte
2.4 Painel frontal
2.4.1 O painel frontal depende muito do modelo e das características da fonte de tensão
2.4.1.1 Os itens que compõem o painel frontal do modelo indicado são: tecla liga-desliga, LEDs indicadores, bornes de saída, teclas de comando de operação, ajuste de tensão de saída, ajuste de corrente de saída e display.
2.5 Gerador de funções
2.5.1 O gerador de funções é um equipamentos capaz de gerar sinais elétricos, em que é possível ajustar a frequência e a amplitude conforme a necessidade. Alguns equipamentos eletrônicos dependem de sinais elétricos específicos para funcionar.
2.6 Osciloscópio analógico
2.6.1 O osciloscópio serve para medir variações de tensão. Mas qual seria sua vantagem em relação a um multímetro? Enquanto um multímetro indica o valor da tensão, o osciloscópio é capaz de mostrar como se comporta um determinado sinal elético.
2.6.1.1 Características: Tensão máxima, frequência máxima, quantidade de canais, impedância de entrada
2.6.1.2 Painel traseiro; painel frontal: Chave liga-desliga, controle de intensidade, foco, canais, posição horizontal, posição vertical, rotação do traço, varredura horizontal, varredura vertical, trigger, mode e tipo de entrada.
2.7 Osciloscópio digital
2.7.1 Painel traseiro
2.7.2 Painel frontal
3 Validação da instalação de sistema eletrônicos
3.1 Comissionamento
3.1.1 É o nome dado ao procedimento de testes como um todo.
3.2 Medições e ajustes
3.2.1 As medições são realizadas em pontos estratégicos da PCI que são determinados pelo projetista
3.3 Funcionamento de acordo com o projeto
3.3.1 O segundo passo é verificar se o funcionamento do sistema eletrônico está em conformidade com o projeto. A verificação vai além da funcionalidade básica desse sistema
3.4 Identificação e correção de possíveis falhas
3.4.1 Plugs e conectores
3.4.1.1 Quase todos os sistemas eletrônicos possuem plugs e conectores para interligação, como, por exemplo, um cabo de força.
3.4.2 Posição e polaridade dos componentes
3.4.2.1 Componentes instalados em local incorreto ou coma polaridade invertida certamente irão comprometer o funcionamento do sistema eletrônico.
3.4.3 Qualidade da solda
3.4.3.1 Verifique a qualidade das soldagens. Lembre-se de que uma solda fria pode ocasionar problemas na conexão elétrica entre o componente e a PCI.
3.4.4 Integridade da PCI
3.4.4.1 Problema no processo de fabricação da PCI ou excesso de temperatura durante a soldagem podem ocasionar em trilhas defeituosas.

Media attachments