Modernismo : Fernando Pessoa

claudineia_vanes
Mind Map by claudineia_vanes, updated more than 1 year ago
claudineia_vanes
Created by claudineia_vanes over 6 years ago
396
1

Description

Mapa mental

Resource summary

Modernismo em Portugal
  1. FERNANDO PESSOA
    1. HETERÔNIMOS
      1. PERSONAS LITERÁRIAS
        1. BIOGRAFIAS
          1. ESTILOS PRÓPRIOS
            1. Alberto Caeiro Alberto Caeiro era o mestre de todos os outros heterônimos, além de ser mestre do próprio Fernando Pessoa. Nascido em 16 de abril de 1889, Caeiro era órfão de pai e mãe e viveu a vida inteira no campo com sua tia. Fruto de um local bucólico, Caeiro defende a simplicidade da vida e seus pensamentos são extraídos do contato com a natureza e a vida simples. Ele procurava ver o real e como a realidade se configura de maneira simples. Acreditava que os pensamentos do poeta - as sensações – eram obtidos por meio dos sentidos do ser humano, sem a interferência do pensamento humano. Para ele, as coisas “eram como eram”, não havia necessidade de pensar. Tudo era objetivo. Caeiro faleceu em 1915, tuberculoso.
              1. Ricardo Reis Nascido em 19 de novembro de 1887, no Porto, Ricardo Reis tinha formação em medicina. Exilou-se no Brasil porque não concordava com a Proclamação da República Portuguesa. É uma face de Fernando Pessoa ligada ao clássico, à cultura greco-latina. Ricardo Reis valorizava a vida campestre e a simplicidade das coisas, mas ao contrário de Caeiro, ele não se sente feliz e integrado à natureza, sentindo-se fruto de uma sociedade decadente, que caminha para a destruição. Para Reis, o destino de todos já havia sido traçado e só restava aproveitar a vida ao máximo.
                1. Álvaro de Campos Era a face mais ligada ao modernismo e ao futurismo. Nascido em 15 de outubro de 1890, é engenheiro formado , mas não exerceu a profissão por não gostar de sentir-se preso em escritório. É um homem voltado para o presente e sua poesia buscava transmitir o espírito do mundo moderno. Teve três fases: decadentista, futurista e pessoal. Na fase decadentista há uma ligação com o simbolismo, um descontentamento, o tédio em relação ao mundo presente; na fase futurista vemos a ligação com o moderno e o tempo presente, que passava por modernização; na fase pessoal, vemos questionamentos sobre si próprio, descontentamentos e certo abatimento.
          2. Características: atitude irreverente em relação aos padrões estabelecidos; reação contra o passado, o clássico e o estático; temática mais particular, individual e não tanto universal e genérica; preferência pelo dinamismo e velocidade vitais; busca do imprevisível e insólito abstenção do sentimentalismo fácil e falso; comunicação direta das idéias: linguagem cotidiana. esforço de originalidade e autenticidade; interesse pela vida interior (estados de alma, espírito..) aparente hermetismo, expressão indireta pela sugestão e associação verbal em vez de absoluta clareza. valorização do prosaico e bom humor; liberdade forma: verso livre, ritmo livre, sem rima, sem estrofação preestabelecida.
            1. Início do século XX (1915) Revista Orpheu
              1. Engajamento da literatura
                1. Mário de Sá - Carneiro
                  Show full summary Hide full summary

                  Similar

                  Hereditariedade
                  Nicanor H. Iba
                  Geografia
                  Catharine Santos
                  Hereditariedade
                  Alinarte D.
                  Hereditariedade
                  Diogo Alves
                  Ordem geopolítica e econômica do pós-Segunda Gerra
                  Luize Oliveira
                  Problemas socioambientais
                  Toshio katsumata
                  Hereditariedade
                  Alice Sena
                  Problemas socioambientais
                  Toshio katsumata
                  Hereditariedade
                  Ana Clara Duarte
                  Hereditariedade
                  Maira Fagundes
                  Hereditariedade
                  Bianca Pavan