Servidor de Aplicação

Caio de Freitas
Mind Map by Caio de Freitas, updated more than 1 year ago
Caio de Freitas
Created by Caio de Freitas over 5 years ago
18
1

Description

Tecnológico Tecnologia da Informação Mind Map on Servidor de Aplicação, created by Caio de Freitas on 09/26/2015.

Resource summary

Servidor de Aplicação

Annotations:

  • Middleware que disponibiliza um ambiente ou uma infraestrutura para execução de aplicações distribuídas. Servidor WEB provê páginas para serem visualizadas em um brower. Servidor de aplicação provê a lógica do negócio para as aplicações do cliente e também lida melhor com comportamentos dinâmicos 
1 Vantagens

Annotations:

  • integridade de código e dados; Configuração centralizada; Melhoria de segurança;  Aumento de desempenho; Diminuição do TCO;  Suporte a transações; Gerenciamento de memória; Controle transacional; Clusterização.
2 Ex:
2.1 Servidores Web: Apache, IIS, NGinx, Cherokee, Lighttpd.
2.2 Servidores de Aplicação: WebSphere, WebLogic, Glassfish, JBoss, Apache Geronimo, Zope.
3 Java EE.

Annotations:

  • Servidor de aplicação implementa qualquer plataforma. Servidor JavaEE implementa apenas plataforma Java, mas é comum tratá-los como sinônimo
3.1 JBoss

Annotations:

  • JBoss ApplicationServer (ou apenas JBoss AS) é um Servidor de Aplicação da RedHat, flexível, altamente configurável, livre e de código-fonte aberto. Ele é considerado multiplataforma, podendo rodar em qualquer sistema operacional que contenha uma Máquina Virtual Java.
3.1.1 JMX (Java Management Extension)

Annotations:

  • Ferramenta de integração chamada JMX (Java Management Extension) gerencia componentes, integrar módulos, contêineres e plug-ins. Pode-se utilizar o JMX como um microkernel ou um framework, i.e., vários componentes gerenciáveis são conectados no JBoss como um serviço chamado MBeans (javax.management.MBeanServer). O ciclo devidados componentes ou serviços do servidor são comandados por esse kernel.
3.1.2 Standalone Mode
3.1.2.1 únicainstância, iniciandooscript JBOSS_HOME/bin/standalone.shnoLinux
3.1.3 Domain Mode
3.1.3.1 várias instâncias e também oferece uma maneira centralizada de gestão dos recursos facilitando a administração de instâncias.
3.2 Containers

Annotations:

  • delimitador abstrador, i.e., um objeto quecontém outros objetos que podem ser incluídos ou excluídos em tempo de execução
3.2.1 Container Web

Annotations:

  • os softwares que implementam Contêineres Web geralmente implementam umaforma de Servidor Web para tratar também requisições HTTP. Por exemplo: Servidor Apache é um Servidor HTTP (ou Servidor Web)! Posteriormente, foi anexado o Tomcat –um sistema auxiliar ao Apache responsável pelo processamento de aplicativos em Java (basicamente Servlet e Páginas JSP).
3.2.1.1 tratar Servlets e Páginas JSP – suportando conteúdo dinâmico
3.2.2 Container EJB
3.2.2.1 responsável por tratar beanscorporativos, conhecidos como Enterprise JavaBeans (EJB)
3.3 Tomcat

Annotations:

  • ServidorWebopen-source, escrito em java, surgido a partir do Projeto Jakarta, com apoio e endosso oficial da Sun Microsystems e, diferentemente do ApacheHTTP, é também um Contêiner Web/Servlet.
3.3.1 Não é completo porque ele não suporta EJB, JMS

Annotations:

  • não devemos confundir o Tomcat com o Apache – ele pode atuar como Servidor Web autônomo, integrado a um Servidor Web (Ex: Apache e IIS), ou como parte integrante de um Servidor de Aplicação (Ex: JBoss AS).
3.3.2 Servidor Web, um Contêiner Web e umServidor de Aplicação

Annotations:

  • roda na porta padrão 8080 –para verificar sua execução, basta escrever no endereço do navegador http://localhost:8080, visto que ele possui uma console de administração baseada em web –Tomcat Manager!
3.3.3 Realms

Annotations:

  • Eles são um banco de dados de Login/Senha para identificar usuários válidos de uma aplicação web. Usando realms, obriga-se a implementação de políticas de segurança no Servidor Web. Em outras palavras, desenvolvedores não precisam escrever código para autenticação e autorização (LDAP)
3.3.4 conf/server.xml

Annotations:

  • O arquivo conf/server.xml é o arquivo de configuração do servidor. Por meio dele, pode-se configurar novos contextos.
4 Pode possuir um servidor Web internamente.
5 diversos fins
5.1 autenticação (JAAS)
5.2 troca de mensagens assíncronas (JMS)
5.3 controle de transação (JTA)
5.4 persistência de objetos (JPA)
5.5 componentes para criação de aplicações distribuídas e clusterizadas (EJB)
5.6 API Java para processamento de arquivos XML e Webservices (JAX-WS e JAX-B)
Show full summary Hide full summary

Similar

Memória Computacional
Filipe Gabriel
ITIL V3 - Processos
Rodrigo Ferreira
Servidores de Web e de Aplicação
Raphael Luiz Fonseca
Tecnologias de Informação e Comunicação
luccianafprado
Planejamento de TI
Willian da Silva2402
Memória Computacional
Wiliam Fernandes
Memória Computacional
Junior Filho
Segurança da Informação
Gilvan Silva
Computador
Filipe Gabriel
Aula 01 - Contextualização da TI alinhada ao negócio:
robertojuniorbsb