Please wait - loading…

A educação na antiguidade- Roma

Description

Mind Map on A educação na antiguidade- Roma, created by Jessica Mayara on 10/05/2015.
Jessica Mayara
Mind Map by Jessica Mayara , updated more than 1 year ago
Jessica Mayara
Created by Jessica Mayara over 6 years ago
4
0

Resource summary

A educação na antiguidade- Roma
  1. Algumas das praticas que deixaram de acontecer com o estoicismo: Uma criança recém-nascida somente era recebida na sociedade mediante a aprovação do chefe da família . A criança que o pai não levantava era exposta diante da casa ou simplesmente abandonada em um monturo público. Entre a puberdade e o casamento, os meninos gozavam de grande liberdade, freqüentando, durante quase uma década, os prostíbulos. Sob a influência do estoicismo - esta nova ética centrava-se em controlar os excessos cometidos por rapazes, até o momento do casamento- estes passaram a guardar-se puro até o casamento”.
    1. O que foi o estoicismo? Como se dividia essa filosofia? Qual sua influência para educação romana?
      1. O estoicismo era e ética que pregava a doutrina da fraternidade universal entre os homens, propondo o desligamento e a independência em relação ao mundo exterior.
        1. Se dividia em três partes: FÍSICA-estuda as coisas da natureza;LÓGICA-estuda como as coisas que existem na natureza se relacionam; MORAL- como tais coisas deveriam se relacionar.
        2. Objetivo da educação romana
          1. Os princípios da educação romana tinham como objetivo formar cidadãos atuantes na vida pública, ou seja, os cidadãos deveriam participar ativamente, exercendo a cidadania por meio da ocupação de cargos público. Os jovens não eram treinados apenas para serem fortes na guerra, mas também para serem eloquentes nos debates junto às sessões de senado romano.
            1. Educação segundo Lorenzo Luzuriaga
              1. A educação assentava-se na tradição na reverência para com os mais velhos e para com os deuses. As mulheres eram destinadas aos cuidados romanos, tinha um carácter prático, familiar e civil. A criança estava sujeita ao poder paternal. O pai era o educador e dono e o artificio de seus filhos.
                1. Educação dos meninos e das meninas
                  1. Meninos: Começava no lar, com os pais ou com os pedagogos,geralmente escravos de origem grega que ensinavam a ler e escrever; a partir dos 7 anos, iam para a escola onde aprendiam: a gramática, o latim, o grego e a retórica; com aproximadamente 17/18 anos anos freqüentava por 1 ano o fórum, com um amigo da família, notável e idoso; depois prestava o serviço militar, para adquirir a formação guerreira.
                    1. As meninas eram educadas em casa pela mãe, que lhes ensinava a tecer a lã e os serviços domésticos; Aos doze anos, atingindo a idade núbil, estavam prontas para o casamento; Aos quatorze anos já eram senhoras e podiam aprender música, canto, dança. Entre os seis ou dez anos de idade, as filhas de famílias ricas poderiam ser escolhidas para se tornar vestais. Nesse caso, não poderiam se casar e deixavam sua casa para habitar o templo de Vesta, onde permaneciam durante trinta anos.
            2. Educação e princípios que norteiam a formação do homem romano no Alto e Baixo Império Romano
              1. A educação estava essencialmente condicionada pela transformação dos valores reconhecidos no contexto histórico, em que foram produzidos. Durante o alto império, a ética bem como os princípios que deveriam nortear a formação do homen romano, mostram a influência do pensamento filosófico estoico. Os meninos aprendiam retórica e eram preparados para serem uma miniatura da sociedade
                1. Os romanos eram essencialmente pragmáticos,procuravam tirar proveito imediato do conhecimento, aplicando-os em coisas práticas. Tal concepção de mundo e de Educação se alterou com a difusão do cristianismo período identificado com Baixo Império Médio
              2. Modelo de educação cristã e seus princípios
                1. O modelo de educação cristã se inicia na família. Embora ela estivesse sobre autoridade paterna, o pai se torna o guia e o elo de uma união baseada o amor. A família espelha-se na sagrada Família, é o núcleo afetivo inspirado na moralidade. O cristão não pode indispor as dificuldades e ao trabalho
                  1. Princípios da educação cristã: caridade, humildade, moralidade, castidade e fraternidade.
                    1. Perseguição dos primeiros cristãos
                      1. Porque o cristianismo se consolidou como uma religião importante, tornando-se uma opção e atraindo um significativo número de aptos por todo império porque oferecia esperança de uma vida feliz e eterna. O processo do pensamento cristão aterrorizou os imperadores romanos, que intensificaram as perseguições.
                Show full summary Hide full summary

                Similar

                French Beginner
                PatrickNoonan
                Quiz Geral
                miminoma
                10 Mind Mapping Strategies for Teachers
                Andrea Leyden
                Gender Theorists
                Hazel Meades
                FREQUENCY TABLES: MODE, MEDIAN AND MEAN
                Elliot O'Leary
                A level Computing Quiz
                Zacchaeus Snape
                GCSE AQA Biology - Unit 3
                James Jolliffe
                MATTERS OF LIFE AND DEATH - UNIT 1, SECTION 2 - RELIGIOUS STUDIES GCSE EDEXCEL
                Khadijah Mohammed
                Cells and the Immune System
                Eleanor H
                The Periodic Table
                asramanathan
                Historical Context of The Handmaid's Tale
                Summer Pearce