Please wait - loading…

Dor

Description

ffgfcffghuyhftftf
Mariana Estevão
Mind Map by Mariana Estevão, updated more than 1 year ago
Mariana Estevão
Created by Mariana Estevão over 6 years ago
7
0

Resource summary

Dor
  1. Perceção comprometida: aumento da sensação corporal desconfortável, referência subjetiva de sofrimento, expressão facial característica, alteração do tónus muscular, comportamento de autoproteção, limitação do foco de atenção, alteração da perceção do tempo, fuga do contacto social, processo de pensamento comprometido, comportamento de distração, inquietação e perda de apetite.
    1. Etiologia
      1. Agressão
        1. Sensibilidade
        2. Classificação
          1. Duração
            1. Aguda
              1. Sinal de trauma tecidular, é breve e tem uma causa ou processo patológico identificado.
              2. Crónica
                1. Dor persistente ou recorrente de duração igual ou superior a três meses.
              3. Patogénese
                1. Nocicetiva
                  1. Somática
                    1. Superficial
                      1. Profunda
                      2. Dor causada por excessiva estimulação dos nociceptores.
                      3. Neuropática
                        1. Dor resultante de uma disfunção ou lesão do SNC ou SNP.
                        2. Psicogénica
                          1. Dor sem estimulo periférico ou sem lesão aparente.
                      4. Tratamento
                        1. Não Farmacológico
                          1. Cognitivo-comportamental
                            1. Treino de habilidades de coping; relaxamento com imaginação; distração
                            2. Fisicos
                              1. Aplicação de frio e calor; imobilização; massagem; estimulação elétrica transcutânea
                              2. Suporte emocional
                                1. Conforto; Toque terapêutico
                              3. Farmacológico
                                1. Analgésico
                                  1. Opioide
                                    1. Ligam-se aos recetores existentes no cérebro e na medula espinal.
                                    2. Não opioides
                                      1. Paracetamol
                                        1. AINEs
                                          1. Inibem a síntese de prostaglandinas e das ciclo-oxigenasses.
                                      2. Adjuvantes
                                        1. Corticosteroides
                                          1. Tem efeito anti-inflamatório, estimulam o apetite e o humor.
                                          2. Antidepressivos triciclicos
                                            1. Captam a serotonina. Utilizados na dor neuropática.
                                            2. Anticonvulsivantes
                                              1. Previnem descargas anómalas que ocorrem nas situações de dor neuropáticas.
                                              2. Espamoliticos
                                                1. Efeito antiespasmódico
                                                2. Potenciam o controlo da dor e o alivio de outros sintomas a ela associados (Ansiedade, depressão, náuseas,....)
                                                3. Analgesia regional
                                                  1. São bloqueios nervos com anestésicos locais.
                                                  2. Sedação e Analgesia
                                                    1. Origina um estado de consciência deprimida, permite que o doente mantenha os reflexos de proteção, respiração espontânea, resposta a estimulação física ou verbal.
                                                4. Intervenções
                                                  1. Avaliação inicial: historia de saúde e observação física.
                                                    1. Escala numérica
                                                      1. Escala de descritores verbais
                                                        1. Escala visual analogica
                                                          1. Escala de faces
                                                        2. Nociceção
                                                          1. Transdução
                                                            1. Processo através do qual o estimulo nocivo é transformado em sinais elétricos para o nervo sensorial e posteriormente para a medula espinhal.
                                                            2. Transmissão
                                                              1. Propagação do impulso através das fibras aferentes primarias, fazem sinapse nos neurónios de segunda ordem na lamina do corno dorsal da medula espinal, projetando feixes ascendentes para o tronco cerebral, tálamo e córtex.
                                                              2. Modulação
                                                                1. Alteração da informação nociceptiva e ocorre por interação dos interneurónios da medula e os impulsos descendentes.
                                                                2. Percepção
                                                                  1. Experiência física e emocional da dor
                                                                Show full summary Hide full summary

                                                                Similar

                                                                Sinais Vitais
                                                                Ana Paula Maurer
                                                                FARMACOLOGIA DA ANALGESIA
                                                                Jéssica Queiroz
                                                                Dor Crônica
                                                                Maria clara Martins
                                                                Características Semiológicas da Dor
                                                                Marcos Teodoro
                                                                Semiologia Médica
                                                                Nathália Maria Santos Silva
                                                                ATENÇÃO
                                                                socorrita rufino