Estabilização central no tratamento da dor lombopélvica gestacional

Cristiany Azeved
Mind Map by Cristiany Azeved, updated more than 1 year ago
Cristiany Azeved
Created by Cristiany Azeved over 6 years ago
11
0

Description

Fisioterapia na dor lombopélvica

Resource summary

Estabilização central no tratamento da dor lombopélvica gestacional
  1. A dor lombopélvica gestacional é definida como dor específica do período gestacional localizada na região lombar e podendo ser irradiada para coxa, glúteos e sínfise púbica e apresentando sinal positivo ao teste de Provocação de dor pélvica
    1. Dor de caráter limitador, pode chegar a impedir a gestante de realizar suas AVD's, apresenta piora no período da tarde e noite e é proporcional a idade gestacional
      1. Qualidade de vida reduzida
    2. Pode ser diagnosticada através do Teste da articulação sacroilíaca, Teste de Gaenslen, Teste de Patrick-Farber, Teste de provocação pélvica posterior e Palpação do ligamento longo dorsal da articulação sacroilíaca
      1. O tratamento pode ser realizado pela fisioterapia através da estabilização central da coluna, um método seguro e eficaz realizado com a coluna em posição neutra e sem forças de cisalhamento ou compressão das vértebras
        1. A estabilização promove fortalecimento dos músculos estabilizadores da coluna, dessa forma protegendo todo seu arcabouço.
          1. Treinamento da musculatura do assoalho pélvico associada a exercícios aeróbicos e anaeróbicos conferem a melhor estabilidade da coluna e melhora da qualidade de vida da gestante, além de devolver a funcionalidade
        2. Fatores de risco para a dor lombopélvica envolve a falta de estabilidade prévia da coluna, mulheres prulíparas, fraqueza muscular, insuficiência ligamentar, dor lombar prévia e traumas passados na pelve
          1. As alterações fisiológicas da gestação também podem predispor a mulher a dor lombopélvica gestacional por conta do deslocamento do centro de gravidade anteriormente por conta da hiperlordose lombar, crescimento uterino, a frouxidão ligamentar e articular que tendem a impor maior carga a região, gerando a dor
          Show full summary Hide full summary

          Similar

          EFETIVIDADE DE ESTRATÉGIAS NÃO FARMACOLÓGICA NO ALÍVIO DA DOR DE PARTURIENTE NO TRABALHO DE PARTO
          iraneide.alegria
          Cinesiologia
          Alyne Samaniego
          Simulado de Fisioterapia Pneumológica
          Arantes Cristian
          FISIOTERAPIA APLICADA À OBSTETRÍCIA
          nayara rebouças
          Histerectomia
          Bia Masera
          INFLAMAÇÃO AGUDA - mapa conceitual/mental
          guilherme costa
          Saúde da gestante
          Raíssa Grazielle
          Fisioterapia e Gestação
          isabelom55
          Desenvolvimento
          guerrilherro duarte
          ARTROSE DE JOELHO
          guilherme costa
          INOVAÇÕES FUNCIONAIS EM FISIOTERAPIA
          SARA JESSICA FORTE VIANA