Trabalho de parto prematuro

bobwinner
Mind Map by , created almost 6 years ago

Ginecologia e Obstetrícia Mind Map on Trabalho de parto prematuro, created by bobwinner on 11/25/2013.

60
2
0
Tags
bobwinner
Created by bobwinner almost 6 years ago
Amenorréia
bobwinner
Infertilidade
bobwinner
PACIENTE COM QUEIXA DE CORRIMENTO VAGINAL
bobwinner
English Techniques
shenaii matlock
Macbeth Notes
Bella Ffion Martin
Síndrome dos Ovários Policísticos
bobwinner
Ciclo menstrual
bobwinner
ENFERMAGEM OBSTÉTRICA E NEONATOLOGIA
Jéssica Maynara
Rotura prematura das membranas
bobwinner
Candidíase Vulvovaginal
bobwinner
Trabalho de parto prematuro
1 Definição
1.1 Trabalho de parto entre 22 e 37 semanas
2 Fisiopatologia
2.1 Iatrogenia
2.1.1 Cesárea eletiva, com erro no cálculo da IG
2.2 Sobredistenção uterina
2.2.1 Poliidramnio
2.2.2 Gemelaridade
2.3 Amniorrexe prematura
2.4 Placenta prévia e DPP
2.5 Malformação uterina e mioma
2.6 Incompetência Istmo cervical
2.7 Infecção
2.8 Alterações imunológicas e hormonais
3 Fatores de Risco
3.1 Parto prematuro prévio
3.2 Gestação múltipla
3.3 Baixo nível socioeconomico
3.4 Atividade física aumentada
3.5 Tabagismo
3.6 Uso de cocaína
3.7 Ausência de controle pré-natal
3.8 Descolamento de placenta
3.9 Mioma (particularmente submucoso ou subplacentário)
3.10 Polihidrâmnio
3.11 Idade materna <15 anos ou >40 anos
4 Quadro Clínico
4.1 1 contração a cada 5 ou 8 min
4.2 Apagamento 50%
4.3 Dilatação de mais de 2 cm
5 Marcadores
5.1 Ultrassonografia
5.1.1 Comprimento do colo
5.1.1.1 Menor que 25 mm
5.1.1.1.1 Preditivo de trabalho de parto
5.1.1.2 Maior que 30 mm
5.1.1.2.1 Exclui trabalho de parto
5.2 Fibronectina
5.2.1 Interferência: sangue, coito...
6 Complicações
6.1 Anoxia
6.2 Tocotraumatismo
6.3 Hiperbilirrubinemia
6.4 Persistência do canal arterial
6.5 Enterocolite necrosante
6.6 Sindrome da angustia respiratória
6.7 Por causa das complicações é importante predizer a maturidade fetal
6.7.1 Creatinina
6.7.1.1 Maturidade renal
6.7.2 Lecitina/esfingomielina
6.7.2.1 Maior ou igual a 2 sugere maturidade
6.7.3 Teste de Clements
6.7.3.1 Bolhas na mistura de etanol com amnion sugere lecitina pela via cdf colina
6.7.4 Células fetais maduras
6.7.4.1 Azul de Nilo
6.7.4.1.1 Orangiofilas acima de 10 %
6.7.5 Fosfatidilglicerol
6.7.5.1 Maior ou igual a 0,3 sugere maturidade
7 Conduta
7.1 Corticoterapia
7.1.1 Indicações: IG ≥ 24 e ≤ 34 semanas
7.1.1.1 Dexametasona 6mg IM de 12 em 12h por 2 dias (4 doses).
7.1.1.1.1 Betametasona 12mg IM de 24 em 24 h ( 2 doses)
7.1.1.1.1.1 Contraindicação
7.1.1.1.1.1.1 Infecção
7.1.1.1.1.1.2 Iminência de parto
7.1.1.1.1.2 Efeitos colaterais
7.1.1.1.1.2.1 Aumento de leucócitos 30% diminuição de linfócitos 40 % nas 24h
7.1.1.1.1.2.2 Hiperglicemia
7.1.1.1.1.2.3 Contrações em caso de 3 ou mais fetos
7.2 Prevenção
7.2.1 Diminuir atividades físicas e não ficar muito tempo em pé
7.2.2 Cerclagem
7.2.2.1 Corrigir a incompetência istmocervical
7.2.2.2 Indicação
7.2.2.2.1 Canal em forma de funil
7.2.2.2.1.1 Medindo pelo menos 16 mm
7.2.2.2.2 Dilatação do orifício interno
7.2.2.2.3 Espessura do canal maior que 8 mm
7.2.2.2.3.1 Teste com velas de Hegar
7.2.2.2.4 Comprimento do colo menor que 20 mm
7.2.3 Progestágenos
7.2.3.1 100mg intravaginal diariamente
7.2.3.1.1 De 24 a 34 semanas
7.2.3.2 Comprimento cervical menor que 1,5 cm
7.2.3.2.1 200mg via vaginal até 34 semanas
7.3 Tocolíticos
7.3.1 Contraindicações
7.3.1.1 Maternas
7.3.1.1.1 Corioamnionite
7.3.1.1.2 Sangramento grave
7.3.1.1.3 Condições clínicas
7.3.1.1.4 DHEG
7.3.1.2 Fetais
7.3.1.2.1 Morte ou anomalia incompatível com vida
7.3.1.2.2 CIUR grave
7.3.1.2.3 Comprometimento fetal
7.3.1.2.4 Maior que 34 semanas
7.3.2 Nifedipina ( primeira escolha)
7.3.2.1 Contraindicada em hipotensão e bloqueio atrioventricular
7.3.3 Indometacina
7.3.3.1 Contraindicada: disfunção renal , hepática, úlcera, asma sensível a aines, coagulopatia, oligodramnio e após 32 semanas
7.3.4 Betamiméticos
7.3.4.1 Salbutamol
7.3.4.2 Terbutalina
7.3.4.3 Ritodrina
7.3.4.4 Risco de hiperglicemia e edema agudo de pulmão
7.3.5 Antagonista da ocitocina
7.3.5.1 Menos efeitos colaterais
7.3.5.2 Alto custo
7.3.5.3 Atosibano
7.4 Antibioticoprofilaxia
7.4.1 Se menos de 37 semanas tp ou rpm
7.4.1.1 Cultura n realizada
7.4.1.1.1 Realizar cultura e iniciar antibiótico
7.4.1.1.1.1 Nenhum crescimento em 48 h suspender antibiótico
7.4.1.1.2 Critérios para profilaxia
7.4.1.1.2.1 Membranas rotas >18h
7.4.1.1.2.2 Bacteriúria por EGB
7.4.1.1.2.3 História de recém-nascido prévio infectado por EGB
7.4.1.1.2.4 Temperatura intraparto ≥ 38C
7.4.1.2 EGB +
7.4.1.2.1 Antibiotico no minimo 48 horas
7.4.1.2.1.1 Penicilina G 5 milhões UI IV seguida por 2.5 milhões UI IV de 4 em 4h
7.4.1.2.1.2 Ampicilina 2,0g IV seguida por 1,0g IV de 4 em 4h
7.4.1.3 EGB -
7.4.1.3.1 Profilaxia não indicada
7.5 Após 24h sem contrações
7.5.1 Alta
7.5.1.1 Orientações
8 Diagnóstico
8.1 Exame físico
8.1.1 Avaliar contrações
8.1.1.1 Frequencia
8.1.1.2 Intensidade
8.1.1.3 Duração
8.1.2 Verificar amniorrexe
8.1.3 Batimentos cardiofetais
8.1.4 Cuidado com o toque (infecção)
8.1.5 Se houver sangramento pode ser: placenta prévia ou DPP
8.1.6 Indice de Bishop
8.1.6.1 Avalia 5 parametros
8.1.6.1.1 Posição
8.1.6.1.2 Consistencia
8.1.6.1.3 Apagamento
8.1.6.1.4 Dilatação
8.1.6.1.5 Plano de descida
8.1.6.2 Indice maior que 8
8.1.6.2.1 Parto iniciará espontaneamente
8.1.6.3 Indice menor que 6
8.1.6.3.1 Parto não iniciará sem indução
8.1.6.4 Preditivo para parto prematuro
8.2 Verificar a presença de fatores de risco

Media attachments