Grupo focal

gleilcelene brito
Mind Map by gleilcelene brito, updated more than 1 year ago
gleilcelene brito
Created by gleilcelene brito about 4 years ago
2
0

Description

Quadro sinótico destinado a disciplina Instrumental de Avaliação
Tags

Resource summary

Grupo focal
1 Conceitos
1.1 Para Caplan (1990, apud DIAS, 2000, p. 3) define grupo focal como “pequenos grupos de pessoas reunidos para avaliar conceitos ou identificar problemas”.
1.2 Vaughn e outros. (1996), afirmam que grupo focal é uma técnica de pesquisa qualitativa, podendo ser utilizada só ou em conjunto com outros tipos de técnicas, tanto qualitativas quanto quantitativas, no sentido de se alcançar o proposto nas pesquisas científicas. Para os autores o grupo focal objetiva aprofundar o conhecimento dos investigadores a respeito de fenômenos sociais.
1.3 Para Morgan (1996, p. 130) se trata de "[...] uma técnica de pesquisa que coleta dados por meio da interação grupal, em um tópico determinado pelo pesquisador."
1.4 Para Berenger, Elliot e Parreira (2012, p. 234) "É um momento coletivo de coleta de informações e opiniões que propiciam aos avaliadores, melhor delinear seu projeto, analisar as opiniões divergentes expressas durante a seção ou seções do grupo.
2 Histórico
2.1 Se origina nos estudos de Robert King Merton que desenvolveu a “Teoria dos Grupos de Referências” no início da década de 40 do século XX.
2.1.1 Importante método de coleta de dados e informações que foi intensamente utilizado nos estudos do campo social por volta dos anos 80 do mesmo século.
3 Àreas do conhecimento que o utilizam
3.1 Sociologia
3.2 Antropologia
3.3 Comunicação
3.4 Psicologia social
4 Elementos que o compõem
4.1 1- participantes da sessão de grupo focal
4.1.1 Composição do grupo
4.1.2 Número de grupos
4.1.3 Tamanho do grupo
4.1.4 Estruturação do grupo
4.2 2- condução da sessão
4.2.1 Grau de estruturação das sessões em termos de conteúdo e de condução do grupo focal
4.2.2 Moderador e observador
4.2.3 equipe
4.2.4 roteiro de debate
4.3 3 - duração e o ambiente da sessão
4.3.1 local
4.3.2 sala
4.3.3 ambiência do grupo
5 Utilização
5.1 Vantagens
5.1.1 • Comparativamente, é fácil de conduzir.
5.1.2 • Permite ao pesquisador aumentar o tamanho da amostra dos estudos qualitativos.
5.1.3 • Baixo custo em relação a outros métodos
5.1.4 • Oportunidade de coletar dados a partir da interação do grupo, o qual se concentra no tópico de interesse do investigador.
5.1.5 • Habilidade em explorar tópicos e gerar hipóteses.
5.1.6 • Alta velocidade dos dados (face validity ), ou seja, além de o procedimento medir efetivamente o que se deseja, tem-se plena legitimidade e convicção ou crença nos dados coletados.
5.1.7 • Rapidez no fornecimento dos resultados (em termos de evidências da reunião do grupo).
5.2 Desvantagens
5.2.1 • Não é baseado em um ambiente natural.
5.2.2 • O pesquisador tem menor controle sobre os dados gerados (no caso de existir um grupo de questões predefinidas ou uma forte necessidade de manter comparação entre as entrevistas).
5.2.3 • Não é possível saber se a interação em grupo reflete ou não o comportamento individual.
5.2.4 • Os dados são mais difíceis de analisar. A interação do grupo forma um ambiente social e os comentários devem ser interpretados dentro desse contexto.
5.2.5 • Exige entrevistadores treinados cuidadosamente.
5.2.6 • Os grupos são difíceis de reunir.
5.2.7 • A discussão deve ser conduzida em ambiente que propicie o diálogo.
Show full summary Hide full summary

Similar

mapa mental conceitual
Tainara Leticia Ramos
Geometry Formulas (Perimeters)
PatrickNoonan
Art Movements
Julia Lee
A2 Geography- Energy Security
sophielee0909
Ionic Bonding
Evangeline Taylor
Maths
xcathyx99
Factores Humanos en la Aviación
Adriana Forero
World War One
Micheal Heffernan
1PR101 2.test - Část 3.
Nikola Truong
1PR101 2.test - Část 14.
Nikola Truong
Část 2.
Gábi Krsková