Criatividade e Processos de Criação

lucasisoda
Mind Map by lucasisoda, updated more than 1 year ago
lucasisoda
Created by lucasisoda about 4 years ago
13
0

Description

Mapa Conceitual sobre o texto
Tags

Resource summary

Criatividade e Processos de Criação
1 MEMÓRIAS
1.1 O espaço vivencial da memória representa uma ampliação extraordinária, multidirecional, do espaço físico cultural. Os processos de memória se baseiam na ativação de certos contextos e não em fatos isolados. De um ponto de vista operacional , à memória corresponderia uma retenção de dados interligados em contextos vivenciais. As intenções se estruturam junto com a memória, são importantes para o criar.
2 FALAR; SIMBOLIZAR
2.1 Usamos palavras. Elas servem de mediador entre o nosso consciente e o mundo; Ao homem torna-se possível falar, refletir e perfazer toda espécie de abstrações mentais porque, com sua percepção nco0nsciente, ele consegue dissolver situações globais em conteúdos paciais; O aprendizado da falaimplica um aprendizado cultural, cada indivíduo realiza o potencial natural da língua num dado contexto cultural.
2.1.1 FORMAS SIMBÓLICAS E ORDENAÇÕES INTERIORES
2.1.1.1 As ordenações da forma simbólica rebatem em áreas fundas do nosso ser que também correspondem a ordenações. Trata-se de processos afetivos, ou seja, de formas do íntimo sentimento de vida.
2.1.1.2 São configurações de uma matéria física ou psíquica em que se encontram articulados aspectos espaciais e temporais
3 SER CONSCIENTE-SENSÍVEL-CULTURAL
3.1 A integração do consciente, do sensível e do cultural se baseiam os comportamentos criativos do homem. Somente ante o ato intencional faz sentido falar-se de criação; o hoimem será um ser consciente e sensível em qualquer contexto cultural. O potyencial consciente e sensível de cada um se realiza sempre dentro de formas culturais; o comportamento de cada ser humano se molda pelos padrões culturais, históricos, do grupo em que ele nasce e cresce
3.1.1 SER SENSÍVEL
3.1.1.1 Baseada numa disposição elementar, num permanente estado de excitabilidade sensorial, a sensibilidade é uma porta de entrada das sensações. Grande parte está vinculada ao inconsciente e outra ao consciente. E é a percepçãoque delimita o que somos capazes de sentir e compreender, porquanto corresponde uma ordem seletiva dos estímulose cria uma barreira entre o que percebemos ou não.
3.1.2 SER CULTURAL
3.1.2.1 São as formas materiais e espirituais com que os indivíduos de um grupo convivem, nas quais atuam e se comunicam e cuja experiência coletiva pode ser trasmitida através de vias simbólicas para as gerações seguintes. O homem surge na história como um ser cultural. Na era da pedra lascada, os homínidas deviam poder comunicar suas experiências. Por meios rudimentares que fossem, em parte imitativos talvez, deviam ter mostradoaos jovens quais pedras que serviamm, como lascá-las e como caçar. O fato de surgir um ser cultural, constituiu-se um nítida vantagem biológica para esse ser
3.1.3 SER CONSCIENTE
3.1.3.1 O modo de sentir e pensar os fenômenos, o próprio modo de sentir-se e pensar-se, de vivenciar as aspirações, os possíveis êxitos e eventuais insucessos, tudo se molda segundo ideias e hábitos particulares ao contexto social em que se desenvolve o indivíduo. Aprópria natureza em suas manifestações é filtrada no consciente através de valores culturais. Nos processos de conscientização do indivíduo, a cultura influencia também a visão de vida de cada um.
4 POTENCIAL
4.1 Criar é formar. É poder dar uma forma a algo novo; o ser humano surge dotado de um dom singular: o homem é um ser formador. E nessa busca de ordenação e de significação reside a profunda motivação de criar; o potencial criador do homemsurge na história como um fator de realização e constante transformação. Ele afeta o mundo físico, a própria condição humana e os contextos culturais
4.1.1 POTENCIAL CRIADOR
4.1.1.1 O potencial criador é um fenômeno de ordem mais geral. Em cada função criativa sedimentam-se certas possibilidades. No formar, todo construir é um destruir, entendento que o criar incorpora um princípio dialético. O potencial criador elabora-se nos múltiplos níveis do ser sensível-cultural-consciente do homem, e se faz presente nos múltiplos caminhos em que o homem procura captar e configurar as realidades da vida.
4.1.2 TENSÃO PSÍQUICA
4.1.2.1 Similar ao tônus físico, teríamos um psíquico, uma vitalidade elementar psíquica como condição ativa preexistente ao agir e indispensável a ele, e passível de intensificação. Desempenha função a um tempo estruturante e expressiva, pois é em termos de intensidade, emocional e intelectual, que as formas se configuram e nos afetam. A tensão psíquicaé vista às vezes como conflito emocional. Sem depender dele, o conflito é condição de crescimento.
5 ASSOCIAÇÕES
5.1 As associações compõem a essência de nosso mundo imaginativo. São correpondências, conjeturas evocadas à base de semelhanças, ressonâncias íntimas em cada um de nós com experiências anteriores e com todo um sentimento de vida. Geram um mundo experimental, de um pensar e agir em hipóteses.
Show full summary Hide full summary

Similar

Conceitos de Contabilidade
Alessandra S.
Conceitos de Contabilidade
Alessandra S.
Gerenciamento de Projetos - conceitos básicos
Luiz Fernando
Conceito de Marketing
Raquel Sargento
Glossário de Direito Empresarial
Daniella Paulino
Redes de Computadores
deisi.weg
Psicanálise
LucasEsmeraldo
CONCEITOS DE CONSTITUIÇÃO
GoConqr suporte .
Fotografia
Marcio A F Duarte
Definições de bens,direitos,obrigações e patrimônio líquido
Malu Miralha
Tecidos Vegetais
Graziele Monteir