Áreas de Conhecimento PMBOK 5ª ed 2014

Cats Ita
Mind Map by Cats Ita, updated more than 1 year ago
5
1
0

Description

03/04/2016 Informática (Gerenciamento de Projetos) Mind Map on Áreas de Conhecimento PMBOK 5ª ed 2014, created by Cats Ita on 03/29/2016.
Tags No tags specified

Resource summary

Áreas de Conhecimento PMBOK 5ª ed 2014
1 PARTES INTERESSADAS
1.1 identificar todas as pessoas, grupos ou organizações que podem impactar ou serem impactados pelo projeto, analisar as expectativas das partes interessadas e seu impacto no projeto, e desenvolver estratégias de gerenciamento apropriadas para o engajamento eficaz das partes interessadas nas decisões e execução do projeto
1.2 COMUNICAÇÃO CONTÍNUA
1.2.1 ATENDER EXPECTATIVAS
1.2.2 GERENCIAR INTERESSES CONFLITUOSOS
1.2.3 INCENTIVAR ENGAJAMENTO
1.3 SATISFALÃO = OBJETIVO DO PROJ
2 TEMPO
2.1 processos necessários para assegurar a conclusão do projeto dentro do prazo previsto
3 CUSTOS
3.1 processos necessários para assegurar a conclusão do projeto dentro do orçamento aprovado.
4 QUALIDADE
4.1 ex. de ferramentas
4.1.1 FOLHA DE VERIFICAÇÃO (de resultados)
4.1.1.1 coleta dados
4.1.2 DIAGRAMA DE ISHIKAWA*** / ESPINHA DE PEIXE / DIAGRAMA DE CAUSA E EFEITO / DIAGRAMA 6M / DIAGRAMA 4P
4.1.2.1 conhecer probls a fundo por qq pessoa de qq nível dentro da empresa
4.1.3 HISTOGRAMA
4.1.3.1 graf de barras c distribuição de variáveis
4.1.3.2 ident CAUSA do probl na amplitude de distr
4.1.4 FLUXOGRAMA
4.1.4.1 represent graf de um processo
4.1.4.1.1 atividades
4.1.4.1.2 pts de decisão
4.1.4.1.3 loops de ramificação
4.1.4.1.4 caminhos paralelos
4.1.4.1.5 ordem geral do processamento
4.1.5 DIAGRAMA DE PARETO
4.1.5.1 graf barras verticais identif fontes críticas pela maioria dos probl
4.1.5.2 80/20
4.1.5.2.1 20% de causas criam a maior parte 80% dos probls
4.1.6 GRAFICO de CONTROLE
4.1.6.1 processo estável / desempenho previisível
4.1.7 DIAGRAMA de DISPERSÃO
4.1.7.1 relação de dois elementos
4.1.7.1.1 VARIÁVEL INDEPENDENTE - entrada X VARIÃVEL DEPENDENTE - sáida
4.2 gerenciamento EFICIENTE e EFICAZ de todos os processos necessários para garantir que o projeto satisfaça às necessidades para as quais foi empreendido
5 RISCOS
5.1 aumentar a probabilidade e o impacto dos eventos positivos
5.2 reduzir a probabilidade e o impacto dos eventos negativos no projeto
5.3 Técnicas de identif de Riscos
5.3.1 Brainstorming
5.3.2 Brainstorming Eletrônico
5.3.3 Técnica Delphi
5.3.3.1 consenso de especialistas
5.3.4 Entrevistas
5.3.5 Análise da Causa-Raiz
5.4 Estratégias para Riscos/Ameaças Negativos
5.4.1 PREVENÇÃO
5.4.1.1 ação para eliminar a ameaça ou proteger o projeto contra o seu impacto
5.4.2 TRANSFERÊNCIA
5.4.2.1 transfere o impacto de uma ameaça para terceiros, juntamente com a responsabilidade pela sua resposta
5.4.3 MITIGAÇÃO
5.4.3.1 reduzir a probabilidade de ocorrência, ou impacto do risco. Ela implica na redução da probabilidade e/ou do impacto de um evento de risco adverso para dentro de limites aceitáveis
5.4.4 ACEITAÇÃO
5.4.4.1 reconhecer a existência do risco e não agir, a menos que o risco ocorra. Essa estratégia é adotada quando não é possível ou econômico abordar um risco específico de qualquer outra forma
5.5 Estratégias para Riscos com impactos Positivos
5.5.1 EXPLORAÇÃO
5.5.1.1 garantir que a oportunidade seja concretizada.
5.5.2 MELHORIA
5.5.2.1 aumentar a probabilidade e/ou os impactos positivos de uma oportunidade
5.5.2.1.1 Identificar e maximizar os principais impulsionadores desses riscos de impacto positivo pode aumentar a probabilidade de ocorrência. Exemplos de melhoramento de oportunidades são o acréscimo de mais recursos a uma atividade para terminar mais cedo
5.5.3 COMPARTILHAMENTO
5.5.3.1 alocação integral ou parcial da responsabilidade da oportunidade a um terceiro que tenha mais capacidade de explorar a oportunidade para benefício do projeto. Exemplos de ações de compartilhamento incluem a formação de parcerias de compartilhamento de riscos, equipes, empresas para fins especiais ou joint ventures, as quais podem ser estabelecidas com a finalidade expressa de aproveitar a oportunidade de modo que todas as partes se beneficiem das suas ações
5.5.4 ACEITAÇÃO
5.5.4.1 Aceitar uma oportunidade é estar disposto a aproveitá-la caso ela ocorra.
6 AQUISIÇÕES
6.1 processos necessários para comprar ou adquirir produtos, serviços ou resultados externos à equipe do projeto
7 COMUNICAÇÃO
7.1 distribuição eficaz de informações
7.1.1 Modelos de emissor-receptor
7.1.1.1 realimentações de feedback e barreiras à comunicação
7.1.2 Escolha dos meios de comunicação
7.1.2.1 situações específicas de quando comunicar por escrito ou oralmente, quando escrever um memorando informal ou um relatório formal e quando comunicar pessoalmente ou por e-mail
7.1.3 Estilo de redação
7.1.3.1 voz ativa ou passiva, estrutura das frases e escolha de palavras
7.1.4 Técnicas de gerenciamento de reuniões
7.1.4.1 preparação de uma agenda e tratamento de conflitos
7.1.5 Técnicas de apresentação
7.1.5.1 linguagem corporal e planejamento de apoios visuais
7.1.6 Técnicas de facilitação
7.1.6.1 obtenção de consenso e superação de obstáculos
7.1.7 Técnicas de escuta
7.1.7.1 Escutar ativamente (confirmar, esclarecer e confirmar o entendimento) e remover as barreiras que afetam negativamente a compreensão
8 RH
8.1 CAPACIDADE DE SOLUCIONAR CONFLITOS
8.1.1 5 TÉCNICAS
8.1.1.1 Retirar/Evitar
8.1.1.1.1 Recuar de uma situação de conflito atual ou potencial, adiando a questão até estar mais bem preparado, ou ser resolvida por outros
8.1.1.2 Suavizar/Acomodar
8.1.1.2.1 Enfatizar as áreas de acordo e não as diferenças, abrindo mão da sua posição em favor das necessidades das outras pessoas para manter a harmonia e os relacionamentos
8.1.1.3 Comprometer/Reconciliar
8.1.1.3.1 Encontrar soluções que tragam algum grau de satisfação para todas as partes a fim de alcançar uma solução temporária ou parcial para o conflito
8.1.1.4 Forçar/Direcionar
8.1.1.4.1 Forçar um ponto de vista às custas de outro; oferecer apenas soluções ganha perde, geralmente aplicadas através de uma posição de poder para resolver uma emergência
8.1.1.5 Colaborar/Resolver o problema
8.1.1.5.1 Incorporar diversos pontos de vista e opiniões com perspectivas diferentes; exige uma atitude cooperativa e um diálogo aberto que normalmente conduz ao consenso e ao comprometimento
9 ESCOPO
9.1 definir e controlar o que deve e o que não deve estar incluído no projeto
9.2 ex. coleta dos requisitos
9.2.1 workshop
9.2.2 brainstorming
9.2.3 protótipos
9.2.4 técn de obs de atividade rotineira
9.2.5 entrevistas
9.2.6 pesquisa de mercado
10 INTEGRAÇÃO
10.1 garantir que TODAS as demais áreas estejam integradas em um TODO único
10.2 estruturar todo o projeto de modo a garantir que as necessidades dos envolvidos sejam atendida
10.2.1 necessário o comprometimento da organização e o suporte dos altos executivos
10.3 Técnicas Analíticas
10.3.1 prever possíveis resultados com base nas possíveis variações do projeto ou variáveis do ambiente e suas relações com outras variáveis
10.3.2 Análise de regressão
10.3.3 Métodos de agrupamento
10.3.4 Análise causal
10.3.5 Análise da causa-raiz
10.3.6 Métodos de previsão (por exemplo, séries temporais, criação de cenários, simulação, etc.),
10.3.7 Análise de modos e efeitos de falha (FMEA)
10.3.8 Análise da árvore de falhas (FTA)
10.3.9 Análise de reservas
10.3.10 Análise de tendências
10.3.11 Gerenciamento do valor agregado
10.3.12 Análise de variação
Show full summary Hide full summary

Suggestions

Gerenciamento de Projetos
Luiz Fernando
NOÇÕES DE INFORMÁTICA
Viviana Veloso
Informática conhecimentos básicos
thiago.tc3
História da informática
Renato Costa
Informática Para Concursos - Conceitos Iniciais (Part. 1)
ae.antunes
Apresentação-O que é Lógica e como ela está interligada com a programação?
Ketlen Dos Anjos
Área de Conhecimento x Grupos de Processos PMBOK 5
Winicius Neres
GERENCIAMENTO DE PROJETOS
marcjr
Noções de Informática
Carlos Jr Uchôa
Análise de valor agregado
Clenia Paradela
Informática Básica
Neylor Farias Ma