Embriologia em obstetrícia

Marcos Carregosa
Mind Map by Marcos Carregosa, updated more than 1 year ago
Marcos Carregosa
Created by Marcos Carregosa about 4 years ago
10
1

Description

Professional Obstetricia Mind Map on Embriologia em obstetrícia, created by Marcos Carregosa on 04/02/2016.

Resource summary

Embriologia em obstetrícia
1 Hormônios
1.1 Estrogênio e progesterona
1.1.1 Ambos secretados pela placenta e ovários
1.1.1.1 Eles são secretados de forma rápida e crescente na gravidez
1.1.2 Secretados durante a menstruação
1.1.3 O estrogênio ↑ cerca de 30x e a progesterona↑ 10x
1.1.3.1 Comparado e secreção no período menstrual
1.1.3.2 Provoca crescimento da musculatura úterina
1.1.3.3 Progesterona favorece o relaxamento uterino
1.1.3.3.1 Também armazena nutrientes no endométrio
1.2 Gonadotropina e somatomamotropina
1.2.1 Atuam na mãe e no feto
1.2.1.1 Na mãe ajuda a controlar alterações do útero e mamas
1.2.1.2 No feto ajuda no desenvolvimento sobretudo dos orgãos sexuais
1.2.2 Começa a ser formada a partir do dia que em que o trofoblasto é implantado no miométrio
1.2.2.1 O trofoblasto dá origem a placenta
1.2.2.1.1 A placenta é um orgão, hemocorial (sangue materno)
1.2.2.1.1.1 deciduada córion penetra na decídua
1.2.2.1.1.2 Funcionando a partir da 16º semana completamente
1.2.2.1.1.3 Desenvolvimento placentário ocorre na implantação do blastocito
1.2.2.1.1.3.1 O trofoblasto passa a invadir o endométrio iniciando também a produção de HCG
1.2.2.1.1.3.2 Agregação das microvilosidades do citotrofoblasto
1.2.2.1.1.3.2.1 Apresenta duas faces(placenta)
1.2.2.1.1.3.2.1.1 Face materna (ligada a parede uterina)
1.2.2.1.1.3.2.1.1.1 Apresenta cor vinhosa e de 10 a 38 cotilédones
1.2.2.1.1.3.2.1.2 Face fetal ( voltada para a cavidade amniótica)
1.2.2.1.1.4 Esbranquiçada( caracteristica de calcificação)
1.2.2.1.1.5 Câmara intervilosa
1.2.2.1.1.5.1 Cotilédones( unidade funcional que auxilia na troca gasosa)
1.2.2.1.1.6 Produz hormônio HCG e lactogênio ou somamotropina)
1.2.2.1.1.6.1 Progesterona e estrogênio que para tal é necessário a unidade feto placentária
2 Embrioblasto dão origem ao embrião
3 Membrana amniótica
3.1 Surge do citotrofoblasto e sinciociotrofoblasto
3.2 Sistema amniótico
3.2.1 Consiste nas membranas Âmnio e Córion e o líquido amniótico
3.2.1.1 Âmnio:procede do citotrofoblasto,.
3.2.1.1.1 Na 2ºsemana o embrioblasto separa-se do citotrofoblasto.
3.2.1.1.2 Face fetal, em média 7 dias cai o coto umbilical
3.2.1.1.3 Artérias esbranquiçadas
3.2.1.1.4 Veia escurecida
3.2.1.2 O córion surge durante a 3º semana
3.2.1.3 Benefícios do Líquido amniótico
3.2.1.3.1 Movimentação fetal
3.2.1.3.2 Amortece traumatismos
3.2.1.3.3 Evita compressção do cordão umbilical
3.2.1.3.4 Manutenção de temperatura
3.2.1.3.5 Permite desenvolvimanto fetal
3.2.1.3.6 Barreira contra infecções
3.2.1.3.7 Fonte de líquido por via oral e depósito de resíduos
3.2.1.3.8 Manutenção da homeostase
3.2.1.3.9 Índice de líquido amniótico é de 8 a 18 normalidade
3.2.1.3.10 Caracteristicas : Líquido amniótico
3.2.1.3.10.1 Claro e transparente (Inicio da gestação)
3.2.1.3.10.2 Turvo e Opalescente( final da gestação)
3.2.1.3.10.3 Vermelho escuro ou acastanhado:(Feto morto ou macerado)
3.2.1.3.10.4 Amareloesverdeado:(sofrimento fetal com mecônio)
3.2.1.3.10.5 De 98 a 99% é composto por água
3.2.1.3.10.6 1 a 2% de subs. orgânicas e inorgânicas
3.2.1.3.10.7 Produção do LA
3.2.1.3.10.7.1 primeiras semanas, passagem passiva de líquidos
3.2.1.3.10.7.2 Atravéz da membrana amniótica
3.2.1.3.10.7.3 17º a 20º Semana
3.2.1.3.10.7.4 A partir da 20º semana o sistema amniótico a placenta e o cordão umbilical trabalham em conjunto
4 Fundo uterino é geralmente onde o embrião se implanta
4.1 Até 8 semanas chama-se de embrião, a partir chamamos de feto
4.1.1 Fse em que o líquido amniótico desaparece e a nutrição passa a ser atravez do cordão umbilical
5 Cordão umbilical
5.1 Pode ser central excentrico ou marginal
5.2 Acircular cervical: Envolto com cordão umbilical
5.3 Diâmetro de 1 a 2 cm e 50 a 60 cm de comprimento
5.4 Formado por tecido conjuntivo
5.5 Possui 2 artérias e 1 veia
5.5.1 Artérias pobres em O2 e veia rica em O2
6 Gestação
6.1 A termo (40 semanas)
6.2 Pré-termo(mais de 20 e menos de 37 semanas)
6.3 Pós-termo(Igual ou mais de 42 semanas)
Show full summary Hide full summary

Similar

MODIFICAÇÕES DO ORGANISMO MATERNO - DIVERGÊNCIAS DA LITERATURA
Vanessa Palauro
LIMITE DISCRIMINATÓRIO DO hCG - DIVERGÊNCIAS DA LITERATURA
Vanessa Palauro
ENFERMAGEM OBSTÉTRICA E NEONATOLOGIA
Jéssica Maynara
Distúrbios Hipertensivos da Gestação
Charles Bruno Trujillo
Diabetes e Gestação
Charles Bruno Trujillo
Hemorragias do 1º trimestre Aborto
Charles Bruno Trujillo
Modificações fisiológicas na gestação
Lilian Baseggio
Caso Clínico
Cristiane Barbosa
MODIFICAÇÕES DO ORGANISMO MATERNO
ANDREIA VICTORIA QUEROZ