A Psicologia como profissão

talytak.tk
Mind Map by , created over 5 years ago

Mind Map on A Psicologia como profissão, created by talytak.tk on 02/15/2014.

35
2
0
Tags No tags specified
talytak.tk
Created by talytak.tk over 5 years ago
Of Mice and Men - Themes
Hafsa A
AQA Biology 8.1 structure of DNA
Charlotte Hewson
AQA AS Biology Unit 2 DNA and Meiosis
elliedee
Using GoConqr to learn French
Sarah Egan
PSBD TEST 1
Mwebaze Green
Acids and Bases
silviaod119
A-Level History: Nazi Germany
cian.buckley+1
The Skeletal System - PE GCSE EdExcel
naomisargent
Biology AQA 3.1.3 Absorption
evie.daines
Was the Weimar Republic doomed from the start?
Louisa Wania
A Psicologia como profissão
1 QUE PROFISSÃO É ESSA?
1.1 A Psicologia, no Brasil, é uma profissão reconhecida por lei, ou seja, a Lei 4.119, de 1962,
2 O PSICÓLOGO NÃO ADIVINHA NADA
2.1 O psicólogo possui instrumentos teóricos para desvendar o que está implícito, encoberto, nesse sentido, a pessoa, grupo ou instituição tem um papel fundamental, pois o psicólogo não pode ver nada na bola de cristal ou nas cartas.
2.1.1 Poderíamos dizer, de uma forma talvez um pouco exagerada, que as pessoas sabem muito sobre si mesmas; no entanto, o psicólogo possui instrumentos adequados para auxiliar o indivíduo a compreender,
3 A PSICOLOGIA AJUDA AS PESSOAS A SE CONHECEREM MELHOR
3.1 A Psicologia, como ciência humana, permitiu-nos ter um conhecimento abrangente sobre o homem.
3.1.1 Não há dúvida: todos os conhecimentos permitem um saber sobre o mundo e, portanto, aumentam seu conhecimento sobre você mesmo.
4 O PSICÓLOGO É DIFERENTE DE UM BOM AMIGO
4.1 A intervenção do psicólogo é intencional, planejada e feita com a utilização de conhecimentos específicos do campo da Ciência. Portanto, difere do amigo que não planeja sua intervenção, não usa conhecimentos específicos nem pretende diagnosticar ou intervir em algum aspecto percebido como crucial.
4.1.1 Mesmo quando os psicólogos não atuam para curar, mas para promover a saúde já existente, eles o fazem a partir de um planejamento e da perspectiva da Ciência.
5 PSICÓLOGOS E PSIQUIATRAS APROXIMAM-SE EM SUAS PRÁTICAS
5.1 Desde Wundt, a Psicologia tem seu objeto de estudo marcado pela busca da compreensão do funcionamento da consciência, enquanto a Psiquiatria tem trabalhado para construir e catalogar um saber sobre a loucura, sobre a doença mental.
5.1.1 De certa forma, poderíamos dizer, correndo o risco de um certo exagero ou reducionismo, que, enquanto a Psiquiatria se constitui como um saber da doença mental ou psicológica, a Psicologia tornou-se um saber sobre o funcionamento mental ou psicológico.
5.1.1.1 O médico Sigmund Freud, com suas teorizações, foi responsável pela aproximação entre essas duas áreas por ter dado continuidade ao funcionamento normal e patológico.
5.1.1.1.1 O psicólogo não pode valer-se de medicamentos, pois esta é uma prática restrita aos médicos — no caso, os psiquiatras.
6 A FINALIDADE DO TRABALHO DO PSICÓLOGO
6.1 Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), saúde é o “estado de bem-estar físico, mental e social”.
6.1.1 A profissão do psicólogo deve-se caracterizar pela aplicação dos conhecimentos e técnicas da Psicologia na promoção da saúde.
7 AS ÁREAS DE ATUAÇÃO DO PSICÓLOGO
7.1 Nos consultórios, nas clínicas psicológicas, hospitais, ambulatórios e centros de saúde, para citar apenas algumas instituições de saúde, os psicólogos estarão atuando para promover saúde. Nesses locais, a doença poderá estar presente, merecendo intervenções terapêuticas.
7.1.1 Estamos querendo dizer, com isso, que não há uma Psicologia Clínica, outra Escolar, e ainda outra Organizacional, mas há a Psicologia, como corpo de conhecimento científico,
8 USOS E ABUSOS DA PSICOLOGIA
8.1 A Psicologia, além de usada pelos psicólogos, tem sido também “abusada” por eles.
8.1.1 Isto se torna possível porque o conhecimento da Psicologia, ao permitir que saibamos promover a saúde mental, permite também que saibamos promover a loucura, o medo, a insegurança, com o objetivo de coagir o indivíduo.

Media attachments