A Psicologia ou as psicologias

jvoliveira12
Mind Map by , created over 5 years ago

iniciante no ensino superior A historia da Psicologia (A Psicologia ou as psicologias) Mind Map on A Psicologia ou as psicologias, created by jvoliveira12 on 02/22/2014.

711
37
0
jvoliveira12
Created by jvoliveira12 over 5 years ago
Romeo and Juliet: Key Points
mbennett
GCSE AQA Biology 2 Enzymes, Digestion & Enzyme Uses
Lilac Potato
Key policies and organisations Cold War
Elisa de Toro Arias
untitled 2
lola_smily
GRE Verbal Reasoning Vocabulary Flashcards 2
Sarah Egan
AQA GCSE Physics Unit 2.1
Matthew T
GCSE Biology heart notes
Kamila Woloszyn
A2 Ethics - Virtue Ethics
Heloise Tudor
Chemistry C1
Chloe Winn
GCSE Subjects
KimberleyC
A Psicologia ou as psicologias
1 Ciência
1.1 É uma atividade reflexiva, ela procura compreender, elucidar e alterar o cotidiano, a partir de seu estudo sistemático.
1.1.1 A ciência compõe-se de um conjunto de conhecimentos sobre fatos ou aspectos da realidade (Objeto de estudo), expresso por meio de uma linguagem precisa e rigorosa. Essa caracteristica da produção científica possibilita sua continuidade: um novo conhecimento e produzido sempre a partir de algo anteriormente desenvolvido, nesse sentido a ciência caracteriza-se como um processo.
1.1.1.1 A ciência ainda tem uma caracteristica fundamental: ela aspira a objetividade.Suas concluções devem ser passiveis de verificações e isentas de emoção,assim tornando valida para todos.
1.1.1.1.1 Aspectos que fazem da Ciência uma forma de conhecimento que supera em muito o conhecimento espontâneo do senso comum: Objeto específico, linguagem rigorosa, métodos e técnicas específicas, processos cumulativos do conhecimento, objetividade.
2 Senso Comum
2.1 Psicologia do Senso comum
2.1.1 É a Psicologia usada no cotidiano pelas pessoas em geral, por exemplo, um vendedor usa sua "psicologia" para persuadir uma pessoa a comprar um produto, ou seja, assim podemos dizer que as pessoas normalmente, têm um domínio, mesmo que pequeno e superficial, do conhecimento acumulado pela Psicologia científica, o que lhes permiteexplicar ou compreender seus problemas cotidianos de um ponto de vista psicológico.
2.2 É um tipo de conhecimento que vamos acumulando no nosso cotidiano, é um conhecimento intuitivo, espomtâneo, de tentativas e erros.
2.2.1 Ex.:Nós mesmos, quando precisamos atravessar uma avenida movimentada, com o tráfego de veículos em alta velocidade, sabemos perfeitamente medir a distância e a velocidade do automóvel que vem em nossa direção, como se fosse uma noção, um pré-conhecimento, até hoje não conhecemos ninguem que usasse máquina de calcular ou uma fita métrica para essa tarefa.
2.2.1.1 Esse tipo de conhecimento, percorre um caminho que vai do hábito á tradição, a qual, quando estabelecida, passa de geração para geração (cutural).
3 Objeto de estudo da Psicologia
3.1 A Pscologia e todas as ciências humanas, estuda o HOMEM.Daí que se vem a pergunta: "Qual é, então, o objeto específico de estudo da Psicologia?"
3.1.1 Se dermos a palavra a um psicologo comportamentalista, ele dirá: "O objeto de estudo da Psicologia é o comportamento humano". Se a palavra for dada a um psicologo psicanalista, ele dirá: "O objeto de estudo da Psicologia é o inconsciente". Outros dirão que é a consciência humana, e outros, ainda, a personalidade.
3.1.1.1 Por ter-se constituido como area do conhecimento cientifico só muito recentimente (final do séc.19),acabou mostrando dificuldades a se ter um objeto especifico a estudar,pois antes mesmo na filosofia já se tinha a preocupação de estudar o homem.
3.1.1.1.1 Outro motivo que contribui para dificultar uma clara definição de objeto da Psicologia é o fato de o cientista - o pesquisador - confundir-se com o objeto a ser pesquisado.
4 A subjetividade como objeto da Psicologia
4.1 A psicologia colabora com o estudo da SUBJETIVIDADE: é essa a usa forma particular, especifica de contribuição para a compreensão da totalidade da vida humana
4.1.1 Nossa matéria-prima, portanto, é o homem em todas as suas versões: as Visiveis = comportamento; as Invisiveis = sentimentos; Singulares = somos o que somos; Genéricos = somos porque todos são, (somos todos assim);
4.1.1.1 A subjetividade é a sintese singular e individual que cada um de nós vai constituindo conforme vamos nos desenvolvendo e vivenciando as experiências da vida social e cultural;
4.1.1.1.1 Esta sintese - a subjetivida - é um mundo de ideias, significados
4.1.1.1.1.1 Entretanto,a sintese que a subjetividade representa não é inataao individuo,ou seja,ela não nasce com o individuo,Ele a controi aos poucos apropriando do mundo social e cultural,criando e transformando o mundo (externo),o homem constroi e tranforma a si proprio.

Media attachments