A evolução da ciência psicologia

jvoliveira12
Mind Map by , created over 5 years ago

Mind Map on A evolução da ciência psicologia, created by jvoliveira12 on 02/23/2014.

69
0
0
Tags No tags specified
jvoliveira12
Created by jvoliveira12 over 5 years ago
PSBD TEST 2-2
Suleman Shah
Key policies and organisations Cold War
Elisa de Toro Arias
World War I
Lydia Klein
Macbeth Quotes/Themes
Michael LEwis
Tipos De Argumentos
Evelyn Esmeralda Lizarraga Cota
A-Level Biology: Cell Division
cian.buckley+1
BIOLOGY B1 1
x_clairey_x
Chemical Symbols
Keera
German Irregular Verbs
Shane Buckley
An Inspector Calls: Mr Arthur Birling
Rattan Bhorjee
A evolução da ciência psicologia
1 Psicologia e História
1.1 A Psicologia no Renascimento
1.1.1 Neste período,René Descartes (1596-1659), um dos filosofos que mais contribuiu para o avanço da ciência,postula a separação entre mente (alma,espirito) e corpo,afirmando que o homem possui uma substância material e uma substância pensante,e que o corpo desprovido do espirito,é apenas uma máquina.
1.2 A Psicologia entre os gregos:Os primórdios
1.2.1 É entre os filósofos gregos que surge a primeira tentativa de sistematizar uma Psicologia.O próprio termo psicologia vem do grego "psyché",que significa alma,e logos,que significa razão.Portanto,etimologicamente (pela origem das palavras) ,psicologia significa "estudo da alma". A alma ou espirito era concebida como parte imaterial do ser humano e carregava o pensamento,os sentimentos de amor e ódio,a irracionalidade,o desejo,a sensação e a percepção.
1.2.1.1 Os filosofos pré-socraticos (os que antecederam Sócrates) preocupavam-se em definir a relação do homem com o mundo através da percepção.
1.2.1.1.1 Mas é com Sócrates (469-399 a.C.) que a Psicologia na Antiguidade ganha consistência.Sua principal preocupação era com o limite que separa o homem dos animais.Desta forma,postulava que a principal caracteristica humana era a razão.A razão permitia ao homem sobrepor-se aos instintos,que seriam a base da irracionalidade.
1.2.1.1.1.1 O passo seguinte é dado por Platão (427-347 a.C.) ,discipulo de Socrates..Esse filosofo procurou definir um "lugar" para a razão no nosso próprio corpo.Definiu esse lugar como sendo a cabeça,onde se encontra a alma do homem.A medula seria,portanto,o elemento de ligação da alma com o corpo.Este elemento de ligação er anecessario porque Platão concebia a alma separada do corpo.Quando alguem morria, a materia (O corpo) desaparecia,mas a alma ficava livre para ocupar outro corpo.
1.2.1.1.1.1.1 Aristóteles (384-322 a.C.),discipulo de platão,teve sua contribuição bem inovadora ao postular que alma e corpo não podem ser dissociados.Para ele a alma seria o principio ativo da vida.
1.3 A Psicologia no Imperio Romano e na Idade Média
1.3.1 Falar de Psicologia nesse periodo é relaciona-la ao conhecimento religigioso,já que,ao lado do poder econômico e político,a Igreja Católica também monopolizava o saber e,consequentemente,o estudo do psiquismo.Nesse sentido,dois grandes filosofos representam esse periodo:
1.3.1.1 Santo Agostinho (354-430),inspirado em Platão,tambem fazia uma divisão entre alma e corpo.Entretanto,para ele,a alma não era somente a sede da razão,mas a prova de uma manifestação divina do homem.A alma era imortal por ser o elemento que liga o homem a Deus,e sendo a alma a sede do pensamento.
1.3.1.2 São Tomás de Aquino foi buscar em Aristoteles a distinção entre essência e existência.Como o filósofo grego,considera que o homem,na sua essência,busca a perfeição através de sua existência.Porém,instroduzindo o ponto de vista religioso,ao contrario de Aristoteles,afirma que somente Deus seria capaz de reunir essência e a existência,em termos de igualdade.Portanto,a busca de perfeição pelo homem seria a busca de Deus.
2 A origem da Psicologia Cientifica
2.1 Em meados do séc.19 que os problemas e temas da Psicologia,até então estudados exclusivamente pelos filosofos,passam a ser,tambem,investigados pela Fisiologia e pela Neurofisiologia em particular.Os avanços que atingiram também essa area levaram à formulação de teorias sobre o sistema nervoso central,demosntrando que o pensamento,as percepçôes e os sentimentos humanos eram produtos desse sistema. Vale lembrar que nessa epoca ocorreu o mundo capitalista,que trouxe consigo a máquina,em que teve uma nova visão do mundo e no corpo humano.
2.1.1 Para se conhecer o psiquismo humano passa a ser necessario compreender os mecanismos e o funcionamento da máquina de pensar do homem - seu cérebro.Assim,a Psicologia começa a trilhar os caminhos da Fisiologia,Neuroanatomia e Neurofisiologia.
2.1.1.1 A Neuroanatomia descobre que a atividade motora nem sempre está ligada à consciência,por não estar necessariamente na dependência dos centros cerebrais superiores.Por exemplo,quando alguém queima a mão em uma chapa quente,primeiro tira-a da chapa para depois perceber o que aconteceu.Esse fenômeno chama-se reflexo,e o estimulo que chega à medula espinhal,antes de chegar aos centros cerebrais superiores,recebe uma ordem para a resposta,que é tirar a mão.
2.1.1.1.1 Por volta de 1860,temos a formulação de uma importante lei no campo da Psicofísica.É a lei de Fechner-Ewber,que estabelece a relação entre o estímulo e sensação,permitindo a sua mensuração (medição).Pois naquela época só era possivel i estudo cientifico,para aquilo que era mensuravel (capaz de ser medido).E essa kei teve grande importância na historia da Psicologia porque istaurou a possibilidade de medida do fenômeno psicologico,o que até então era considerado impossivel.
2.1.1.1.1.1 Outra contribuição muito importante nesses primordios da Psicologia Científica é a de Wundt (1832-1926),pois ele cria na Universidade de Leizig,na Alemnha, o primeiro laboratório para realizar ecperimentos na área de Psicofisiologia>Por esse fato e por sua extensa produção teórica na área,ele é considerado o pai da Psicologia moderna ou científica.
2.1.1.1.1.1.1 Wundt desenvolve a concepção do paralismo psicofisico,segundo a qual aos fenêmenos mentais correspondem fenômenos organicos (Ex.: picade de agulha na pele,teria uma correspondência na mente do individuo) Para explirar a mente ou consciência do individuo,Wundt cria um metodo que domina introspeccionismo (um estudo para dentro de si)
3 A Psicologia Científica
3.1 O berço da Psicologia moderna foi na Alemanha do final do séc.19.Wundt tabalha junto com Weber e Fechner.Depois foram pra Alemanha o inglês Edward Titchnere o americano William James.
3.1.1 Seu estatus de ciência é obtido à medida que se "liberta" da Fiosofia,com isso atrai novos estudiosos e pesquisadores,que,sob os novos padrões de produção de conhecimento,passam a:
3.1.1.1 Definir seu objeto de estudo ( o comportamento,a vida psíquica,a consciência);
3.1.1.2 Delimitar seu campo de estudo,diferenciando-o de outras áreas de conhecimento,como a Filosofia e a Fisiologia;
3.1.1.3 Formular métodos de estudo desse objeto;
3.1.1.4 Formular teorias enquanto um corpo consistente de conhecimentos na área.
3.1.1.5 Essas teorias devem obedecer aos criterios basicos da metodologia cientifica,isto é,deve-se buscar a neutralidade do conhecimento cientifico,os dados devem ser passiveis de coprovação,e o conhecimento deve ser cumulativo e servir de ponto de partida para outros experimentos e pesquisas na área.
3.2 Embora a Psicologia cientifica tenha nascido na Alemanha,é nos Estados Unidos que ela encontra campo para um rápido crescimento.É ali que surgem as primeiras abordagens ou escolas em Psicologia,as quais deram origem às inumeras teorias que existem atualmente.
3.2.1 Essas abordagens são: o Funcionalismo,de William James (1842-1910),o Estruturalismo,de Edward Titchner (1867-1927) e o Associonismo,de Edward L. Thorndike (1879-1949).
3.2.1.1 Funcionalismo é considerado como a primeira sistematização genuinamente americana de conhecimento em Psicologia.Uma sociedade que exigia o pragmatismo (pratico) para seu desenvolvimento econômico acaba por exigir dos cientistas americanos o mesmo espirito.Desse modo,para a escola funcionalista de W. James,importa responder "o que fazem os homens" e "por que o fazem".Para responder a isto,W. James elege a consciência como o centro de suas preocupações e busca a compreensão de seu funcionamento,na medida em que o homem a usa para adaptar-se ao meio.
3.2.1.2 O estruturalismo esta preocupado com a compreensão do mesmo fenômeno que o Funcionalismo: a consciência.Mas diferentemente de W. James,Titchner irá estudá-la em seus aspectos estruturais,isto é,os estudos elementares da consciência como estruturas so sistema nervoso central.O metodo de observação de titchner,assim como o de Wundt,é o introspeccionismo,e os conhecimentos produzidos a partir do laboratorio.
3.2.1.3 O Associanismo,tem como principal representante Edward L. Thrndike, e sua importância está em ter sido o formulador de uma primeira teoria de aprendizagem na Psicologia.O termo associanismo origina-se da concepção de que as aprendizagem se dá por um processo de associação das idéias - das maus simples às mais complexas.Assim,para aprender um conteúdo complexo,a pessoa precisaria primeiro aprender as idéias mais simples,que estariam associadas àquele conteúdo.
3.2.1.3.1 Thordike formulou a Lei do Efeito,que seria de grande utilidade para a Psicologia Comportamentalista.De acordo com essa lei,todo comportamento de um organismo vido (um homem,um pombo,um rato,etc.) tende a se repetir,se nós recompensarmos (efeito) o organismo assim que emitir o comportamento.Por outro lado,o comportamento tenderá a não acontecer,se o organismo for castigado (efeito) após sua ocorrência.

Media attachments