Sistema Articular

Mateus Vanésio
Mind Map by Mateus Vanésio, updated more than 1 year ago
Mateus Vanésio
Created by Mateus Vanésio about 5 years ago
67
2

Description

Mind Map on Sistema Articular, created by Mateus Vanésio on 09/06/2016.

Resource summary

Sistema Articular
  1. Formado pelas articulações, que podem ser definidas como a região de união entre dois ou mais ossos.
    1. Funções principais: manter os ossos juntos e permitir a movimentação do esqueleto.
      1. São divididas nos seguintes grupos, de acordo com sua estrutura e mobilidade:
        1. Fibrosas (Sinartrose)
          1. Incluem todas as articulações nas quais os ossos são mantidos por tecido conjuntivo fibroso também conhecido como ligamento sutural.
            1. Suturas
              1. Possuem interdigitações, que os mantêm firmemente unidos, encontrado somente entre os ossos planos do crânio
                1. As suturas são classificadas segundo termos morfológicos determinados pelo tipo de juntura: - Serrátil; - Denticulada; - Escamosa; - Limbosa; - Plana; - Esquindilese.
              2. Sindesmoses
                1. O tecido interposto é também o conjuntivo fibroso, mas não ocorre nos ossos do crânio.
                  1. A nomenclatura anatômica só registra dois exemplos: sindesmose tíbio-fibular e sindesmose radio-ulnar.
                2. Gonfoses
                  1. É uma articulação fibrosa especializada restrita à fixação dos dentes nas cavidades alveolares na mandíbula e maxilas
                    1. Presente nos processos alveolares (Dento-alveolar)
              3. Cartilaginosas (Anfiartrose)
                1. Os ossos são unidos por cartilagem pelo fato de pequenos movimentos serem possíveis nestas articulações.
                  1. Sincondroses
                    1. Estão unidos por uma cartilagem hialina. Muitas sincondroses são articulações temporárias, com a cartilagem sendo substituída por osso com o passar do tempo. As articulações entre as dez primeiras costelas e as cartilagens costais são sincondroses permanentes.
                      1. Sincondroses Cranianas
                        1. Esfeno-etmoidal, esfeno-petrosa, intra-occipital anterior, intra-occipital posterior.
                        2. Sincondroses Pós-cranianas
                          1. Epifisiodiafisárias, epifisiocorporal, intra-epifisária, estermais, manúbrio-esternal, xifoesternal e sacrais.
                    2. Sínfises
                      1. Superfície cobertas por uma camada de cartilagem hialina.Entre os ossos da articulação há um disco fibrocartilaginoso é característica distintiva da sínfise
                        1. Manúbrio-esternal, intervertebrais, sacrais, púbica, mentoniana.
                    3. Sinoviais (Diartroses)
                      1. As superfícies ósseas são recobertas por cartilagem articular e unidas por ligamentos revestidos por membrana sinovial. A articulação pode ser dividida completamente ou incompletamente por um disco ou menisco articular cuja periferia se continua com a cápsula fibrosa, enquanto que suas faces livres são recobertas por membrana sinovial.
                        1. Classificação Funcional das Articulações (ADM e Meios de União)
                          1. Articulação Monoaxial (quando uma articulação realiza movimentos apenas em torno de um eixo)
                            1. Gínglimo (dobradiça): permitem movimento em um só plano. As articulações são mantidas por fortes ligamentos colaterais. Exemplos: Articulações interfalangeanas e articulação úmero-ulnar.
                              1. Trocoide (Pivô): movimento de rotação. A articulação é formada por um processo em forma de pivô rodando dentro de um anel ou um anel sobre um pivô. Exemplos: Articulação rádio-ulnar proximal e atlanto-axial.
                              2. Articulação Biaxial – Quando uma articulação realiza movimentos em torno de dois eixos. Realizam extensão, flexão, adução e abdução, como a rádio-cárpica (articulação do punho) são biaxiais. Há duas variedades de articulaçõees biaxiais: articulações condilar e selar.
                                1. Articulação Condilar: Uma superfície articular ovoide ou condilar é recebida em uma cavidade elíptica, movimentos de flexão e extensão, adução e abdução e circundução, ou seja, todos os movimentos articulares, menos rotação axial. Exemplo: Articulação do PUNHO.
                                  1. Articulação Selar: Nestas articulações as faces ósseas são reciprocamente côncavo-convexas. Permitem os mesmos movimentos das articulações condilares. Exemplo: Carpometacárpicas do polegar.
                                  2. Articulação Triaxial – Quando uma articulação realiza movimentos em torno de três eixos . As articulações que além de flexão, extensão, abdução e adução, permitem também a rotação, são ditas triaxiais, cujos exemplos típicos são as articulações do ombro e do quadril.
                                    1. Articulação Esferoide: Articulação na qual o osso distal é capaz de movimentar-se em torno de vários eixos, que tem um centro comum. Exemplos: Articulações do quadril e ombro.
                            Show full summary Hide full summary

                            Similar

                            ILUMINISMO (FRAN)
                            gabriela_c.andra
                            ILUMINISMO (FRAN)
                            aline da silva
                            San Fran Connection
                            laisnatali
                            Sistema Locomotor
                            Ranna Kelly
                            APARELHO LOCOMOTOR
                            Giovanna Souza
                            Aparelho Locomotor
                            Laisa Sousa
                            Aparelho Locomotor
                            Laisa Sousa
                            ILUMINISMO (FRAN)
                            Rodrigo Bueno de Abreu
                            ILUMINISMO (FRAN)
                            cleber formulo
                            Anatomia Humana I
                            Raquel Gondim