Hipertensão Arterial Sistêmica - HAS

Katye dos Passos Rodrigues
Mind Map by Katye dos Passos Rodrigues, updated more than 1 year ago
Katye dos Passos Rodrigues
Created by Katye dos Passos Rodrigues almost 4 years ago
138
4

Description

Conceito, classificação, fatores de risco, tratamento da HAS.
Tags

Resource summary

Hipertensão Arterial Sistêmica - HAS
1 Porque tratar?
1.1 Para melhoria da qualidade de vida e para evitar lesão em órgãos alvo.
1.2 O controle da hipertensão arterial reduz drasticamente os índices de acidente vascular cerebral, doença arterial coronária e insuficiência cardíaca

Annotations:

  •    Denervação simpática renal percutânea: do tratamento da hipertensão arterial resistente ao controle de arritmias cardíacas / Percutaneous renal sympathetic denervation: the treatment of resistant hypertension to control cardiac arrhythmias http://pesquisa.bvsalud.org/portal/resource/pt/ses-28091 Saraiva, Dalila Cândida Bonfim; et al  2014   
1.3 A hipertenção arterial sistêmica constitui importante problema de saúde pública e significativa causa de morbidade e mortalidade cardiovasculares
2 Classificação
2.1 É importante classificar corretamente para que o tratamento adequado seja fornecido.
2.2 Primária ou essencial:
2.2.1 Causa desconhecida
2.2.2 Resulta de fatores genéticos e ambientais
2.3 Secundária:
2.3.1 Causa específica:
2.3.1.1 Ex: Estenose da artéria renal Hiperaldosteronismo primário ..
3 Conceito
3.1 Níveis elevados e sustentados da pressão arterial
3.2 Condição clínica multifatorial
3.3 Associa-se frequentemente a alterações funcionais e/ou estruturais dos órgãos-alvo e a alterações metabólicas
4 Tratamento
4.1 Para sucesso no tto medicamentoso
4.1.1 Iniciar-se com menores doses efetivas
4.1.1.1 O paciente deve ser esclarecido sobre doença
4.1.1.1.1 Efeitos colaterais dos medicamentos e objetivos terapêuticos.
4.2 Não Farmacológico:
4.2.1 - Atividade física -
4.2.1.1 Redução da injesta de sódio
4.2.1.1.1 Parar com o tabagismo
4.2.1.1.1.1 Controle do estresse
4.3 Farmacológico:
4.3.1 Diuréticos
4.3.1.1 Betabloqueadores
4.3.1.1.1 Bloqueadores dos canais de cálcio
4.3.1.1.1.1 Inibidores da enzima conversora da angiotensina (IECA)
4.3.1.1.1.1.1 Bloqueadores do receptor AT1 da angiotensina II ( BRA)
5 Fatores de Risco
5.1 Idade
5.1.1 Sedentarismo
5.1.1.1 Fatores socioeconômicos
5.1.1.1.1 Fatores genéticos
5.1.1.1.1.1 Ingesta aumentada de sal e álcool
5.1.1.1.1.1.1 Indivíduos negros
5.1.1.1.1.1.1.1 Excesso de peso (Obesidade central)
Show full summary Hide full summary

Similar

Sistema Cardiovascular: Artérias, Veias e Capilares
Natália Abitbol
Anatomia: sistema esquelético I
Natália Abitbol
Flashcard Clinica Médica
marcelargondim
Anatomia Artérias
Filipe Brito
Regras NBRs
Maria Clara Oliveira
Processo de Cicatrização
Letícia Silva
SIMULADO - Casos Clínicos
Rodrigo Gouvea
Anatomia membro inferior - Ossos, acidentes e movimentos
vitorstoco
AVALIAÇÃO TEÓRICA 13 DE MARÇO
Residencia CM HBDF
DESENVOLVIMENTO EMBRIONÁRIO
Vanessa Palauro
DOENÇA MENTAL E TRATAMENTO -Texto 16
eleuterapara