Capítulo 7 - Dinâmicas demográficas e urbanização

Batata Com Nabo
Mind Map by Batata Com Nabo, updated more than 1 year ago
Batata Com Nabo
Created by Batata Com Nabo over 3 years ago
161
1

Description

Montaremos um mapa conceitual sobre como a demografia está ligada à urbanização, à desigualdade, desemprego e êxodo rural, entre outro conceitos.
Tags

Resource summary

Capítulo 7 - Dinâmicas demográficas e urbanização
1 Subtemas e categorias geográficas abordadas:-A transição demográfica mundial Estimativas indicam que a população mundial no inicio da era crista era de 200 milhões, porem, chegando próximo a Revolução Industrial, a população chegou a aproximadamente 800 milhões. Depois disso o avanço foi inesperado, 2,5 bilhões em 1950 e 7 bilhões em 2011. Este crescimento alto e rápido derrubou previsões. Porem, logo após o alto crescimento, com o avanço das tecnologias, grandes mudanças sociais, e avanço urbano fez com que a taxa de natalidade fosse diminuindo. As famílias passaram a ter menos integrantes, muitas vezes pelo crescimento do mercado de trabalho. A população continua a crescer, porém em ritmo menor.
1.1 - Uma transição desigual Ao mesmo tempo que a taxa de natalidade diminui, a taxa de mortalidade tambem vem se estabilizando. Porem, existe uma grande desigualdade nesta parte. Podemos ver que países desenvolvidos possuem um menor índice de morte, ou seja, as pessoas vivem mais. Isso deve tambem ao avanço da ciência, da tecnologia. Mas, países em desenvolvimento onde não possuem uma tecnologia tão grande, acabam não tendo uma grande expectativa de vida. Entretanto, podemos observar que os países em desenvolvimento exibem taxas de crescimento vegetativo superiores as dos países desenvolvidos.
1.1.1 - A urbanização global Para concluir, saímos deste capitulo com uma noção muito maior do que o crescimento populacional pode trazer. Vimos que nem todos países reage de um jeito com este crescimento, ha uma grande diferença em cada espaço geográfico. Vimos que o crescimento da população não indica qualidade de vida, pois em países ainda em desenvolvimento pode ter uma qualidade de vida muito abaixo dos que paises desenvolvidos.
1.1.2 -A metropolizaçao e as megacidades Com o crescimento da população, a urbanização tambem cresce, trazendo o surgimento de megacidades. Os centros comerciais, empresas, propostas de melhoria de vida, normalmente encontram-se em cidades, áreas mais urbanas. Estes fatores faz com que pessoas passem a viver mais nestes centros urbanos, concentrando grande parte da população em apenas um local. Fazendo com que este lugar tenha uma rápida e grande expansão da densidade demográfica.
1.2 - Dinâmicas geográficas Na Europa o crescimento vegetativo ja exibe taxas negativas, longe de ocorrer na America Anglo-Saxônica e na oceania. Na America latina as taxas medias de crescimento anual sal inferiores a 1,4%, ja na África cresce a taxas superiores a 2%. Para termos uma noção maior da desigualdade dentro dos espaços geográficos, a idade media global é de 29 anos. Contudo na Europa a media ultrapassa dos 40, e na África subsaariana é de 18 anos. É impossível não reparar na desigualdade ai presente, onde os países mais desenvolvidos, por terem mais acesso a tecnologia, ocorre um "envelhecimento populacional"
1.2.1 - A demografia na economia politica O alto e rápido crescimento populacional, exige um grande controle demográfico e uma mudança radical nos padrões do consumo e dos sistemas ecológicos. Podemos observar isso onde o crescimento é muito alto, e para ter controle desta população, serias decisões políticas devem ser tomadas o tempo todo. Com uma alta população o consumo aumenta, a necessidade de recursos naturais aumentas, fazendo com que haja mais exploração de recursos naturais. Com novas industrias, carros, etc. acontece um alto crescimento de emissão de gases, alterando no efeito estufa. Ou seja, o crescimento da população influencia diretamente na economia e na política.
2 Objetivo: Analisar os­ níveis de densidade ­demográfica decorrent­e no mundo contemporâ­neo e encontrar uma s­olução para mitigar o­s problemas das popul­ações que estão sendo­ afetadas. Justificativa: Precis­amos ter uma noção ma­ior sobre as populaçõ­es de certas nações q­ue estão enfrentando ­situação, como por ex­emplo, o aumento do n­ível da taxa de morta­lidade de certos país­es. Diante disso tudo,­ é necessário tomar m­edidas para mitigar e­stes problemas e redu­zi-lo para deixarmos ­um planeta com condiç­ões de vida para as p­róximas gerações.
3 Conceitos abordados: D­urante a elaboração d­este mapa conceitual,­ destacamos alguns po­ntos que possuem uma ­grande influência nas­ dinâmicas demográfic­as de certos países e­ cidades
4 Exemplo de como os conceitos estão presentes em noso cotidiano: Segundo Censo do IBGE, em 2014 o estado de São Paulo possui 44.035.304 habitantes e uma densidade populacional de 177,4 hab./km². Todo esse montante populacional representa 21,6% da população brasileira e 11% de toda a população sul-americana. Aqui podemos ver que 11% da população da América Latina está em São Paulo. Isso se deve ao crescimento demográfico em São paulo, e ao aumento da taxa de natalidade e a baixa da mortalidade e ao maior acessibilidade da população à remédios. A urbanização é um sinal característico da modernização econômica. A transferência da população do meio rural para o meio urbano acompanha a transição de um padrão de vida econômico apoiado no produção agrícola fechada e a autossuficiente para outro, baseado na indústria, no comércio e serviços. Atrás do processo de urbanização, encontra-se a intensificação da divisão social do trabalho e o aprofundamento da produção mercantil.
5 Problemas associados ao tema: Desigualdade da idade média mundial: Mundial 29 anos (H/M) África subsaariana 18 anos (H) Europa 40 anos(H/M) Essa desigualdade se deve que na África subsaariana eles possuem um baixo IDH e também eles são muito explorados espacialmente. O seu crescimento vegetativo (plantação) e de 2,3% ao ano mas isso é totalmente exportado para outras países desenvolvidos e em desenvolvimento como o Brasil, e nesses países o povo não tem acesso a tratamento de doenças e acesso a remédios. Enquanto na Europa sua população tem um alto IDH e acesso a tratamentos de doenças, e como as pessoas estão mais preocupadas em trabalhar a taxa de natalidade e baixa, e por isso que a população tem essa idade média. - O machismo e a densidade demográfica - A fome é política Política do filho único (china)
5.1 Outro fator crucial foi a intensidade do êxodo rural, que continua a promover uma forte expansão das grandes cidades Africanas e Asiáticas. O crescimento das metrópoles nascidas com a revolução industrial, por menos em sua fase inicial, refletia a expansão dos empregos no setor secundário. Já nas novas metrópoles em países em desenvolvimento têm setor terciário em sua maioria, em especial as que exigem qualificação e oferecem baixa remuneração. Elas resumem os profundos contrastes sociais dos países em desenvolvimento. Bairros luxuosos com shopping e sistemas amplos de telecomunicação que exibem onde a residências da elite local, mas a sombra da miséria paira sobre ela. Funcionam como sedes de transnacionais, mas a paisagem urbana está dominada pelo pequeno comércio de vendedores ambulante. São sínteses da complexa combinação de modernidade e pobreza.
6 Ações para mitigação do problema: Incentivar a agricultura local, destinada à alimentação local, doação de alimentos que estão esteticamente "feios", mas que estão em bom estado para serem consumidos, estatizar transnacionais que exploram países desenvolvidos, conscientizar os indivíduos acerca das desigualdades de gênero, libertação das economias em desenvolvimento e subdesenvolvidas das transnacionais neocolonialistas parasitárias, entre outras soluções, não são cabíveis em um sistema no qual, um de seus pilares, é a desigualdade. Portanto, As ações citadas serão basicamente a mudança no sistema político-econômico atual.
7 Desafios: os maiores desafios para o capítulo 7 é aprender a correlacionar as dinâmicas demográficas e a urbanização com questões do campo social, econômico, político e cultural. Alguns exemplos são: a demografia e o machismo, a fome política, como a idade média de uma população pode afetar na economia e o mercado de trabalho de um país, quais são as medidas da política pública que os governantes devem tomar para se adequarem à transição demográfica, como a demografia pode nos revelar as desigualdades econômicas entre os países desenvolvidos e os em desenvolvimento, entre outros conceitos.
8 Nossa conclusão final é de que o estudo da demografia e da urbanização são muito mais do que dados e números frios. Nós estamos acostumados a ver mapas e dados da densidade demográfica de um lugar e analisar apenas isso, porém nós nos esquecemos de que essas matérias da Geografia são extremamente humanas e têm um amplo campo de análise sociológica, que podem dizer muito mais do que a quantidade de pessoas por m².
Show full summary Hide full summary

Similar

Conceitos de Demografia
Coruja_123
Urbanização
rebeca.oliv
Estruturas demográficas
Laura Esther
Questionário conceitos básicos de demografia
Coruja_123
Teorias demográficas e estrutura da população
Lud .
Teorias Demográficas
Malu Miralha
Períodos geológicos
Alessandra S.
Projeto Med 2015: História e Geografia
elisacoltro
O Clima - Geografia
GoConqr suporte .
Geografia do Brasil
kelly.etehil
Simulado Geografia
Marina Faria