Capitães da Areia

Amanda Mayara
Mind Map by Amanda Mayara, updated more than 1 year ago
Amanda Mayara
Created by Amanda Mayara over 3 years ago
389
1

Description

Neste mapa mental é demonstrado um esquema que sintetiza as informações da obra Capitães da Areia de Jorge Amado

Resource summary

Capitães da Areia
1 Autor: Jorge Amado
1.1 Biografia: Nasceu a 10 de agosto de 1912, no sul do Estado da Bahia; Um dos fundadores da Academia dos Rebeldes; Formou-se pela Faculdade Nacional de Direito, no Rio de Janeiro, em 1935; Militante comunista, obrigado a exilar-se na Argentina e no Uruguai entre 1941 e 1942; Em 1945, foi eleito membro da Assembléia Nacional Constituinte, na legenda do Partido Comunista Brasileiro (PCB); Morreu em Salvador, no dia 6 de agosto de 2001.
1.1.1 Principais Obras: Tieta do Agreste, Gabriela cravo e canela, A morte e a morte de Quincas Berro d’Água, Tenda dos Milagres, Capitães de Areia, Jubiabá, Dona Flor e seus Dois maridos, Teresa Batista cansada de guerra

Annotations:

  • PRINCIPAIS OBRAS  Tieta do Agreste, Gabriela cravo e canela, A morte e a morte de Quincas Berro d’Água, Tenda dos Milagres, Capitães de Areia, Jubiabá,  Dona Flor e seus Dois maridos, Teresa Batista cansada de guerra
2 Tema Central: Cotidiano de meninos orfãos abandonados
2.1 Protagonistas
2.1.1 Pedro Bala: Líder do grupo, filho de grevista, faz de tudo para proteger a integridade do grupo.
2.1.2 João Grande: Um dos mais fortes do grupo, negro, ágil e violento mas possui um bom coração.
2.1.3 Sem-Pernas: Coxo, agressivo, espião do grupo usado para roubar de famílias ricas.
2.1.4 Professor: Inteligente, único que sabe ler, pintor e estrategista de furtos.
2.1.5 Dora: Única garota do grupo, tem o papel de mãe, irmã e esposa no trapiche.
2.2 Antagonistas
2.2.1 Diretor do Reformatório: Almeja capturar os Capitães da Areia, principalmente seu chefe, para mandá-los ao reformatório e "consertá-los".
2.2.2 Beatas: Não entendem a admiração que o Padre João Pedro possuí pelos os meninos.
2.2.3 Múltiplas facetas dos meninos: Ao longo da história é demonstrado que o maior inimigo dos garotos são eles mesmo.
2.3 Personagens Secundários
2.3.1 Volta-Seca: Mulato, sertanejo admira o Lampião.
2.3.2 Pirulito: Magro, alto, tem um enorme fevor religioso. Vira frade.
2.3.3 Gato: O mais bonito do grupo e competente, prefere passar as noites com a Dalva em vez de ficar no trapiche.
2.3.4 Boa-Vida: Mulato, malandro, gosta de festas no morro.
2.3.5 Querido-de-Deus: Capoeirista, amigo do grupo.
2.3.6 Don'Aninha: Mãe de santo, ajudava e acolhia os garotos quando precisavam.
2.3.7 Padre João Pedro: Admirador e grande defensor dos meninos e ajudava-os sempre que podia.
2.3.8 João de Adão: Estivador negro, musculoso, antigo amigo do pai do Pedro Bala.
2.4 "Porque a revolução é uma pátria e uma família."
3 No início da obra há uma série de reportagens fictícias que explicam a existência de um grupo de menores abandonados e marginalizados que aterrorizam a cidade de Salvador, conhecido por Capitães da Areia (o grupo chegava a quase cem, morando num trapiche abandonado, mas tinha líderes). Após esta introdução, inicia-se a narrativa que gira em torno das peripécias desse grupo que sobrevive basicamente de furtos. Apesar da linearidade, a história é contada em função dos destinos de cada integrante do grupo de forma a montar um quebra-cabeça maior.
3.1 Na segunda parte surge uma história de amor quando a menina Dora torna-se a primeira “Capitã da Areia”, e mesmo que inicialmente os garotos tentem tomá-la a força, ela se torna como mãe e irmã para todos.
3.1.1 Climax: Professor e Pedro bala se apaixonam por ela, e Dora se apaixona por Pedro Bala. Em pouco tempo ela passa a roubar como um dos meninos. Quando Pedro e ela são capturados eles são muito castigados, respectivamente no Reformatório e no Orfanato. Quando escapam, muito enfraquecidos, se amam pela primeira vez na praia e ela morre, marcando o começo do fim para os principais membros do grupo.
3.1.1.1 A terceira parte mostra a desintegração dos líderes. Sem-Pernas se mata antes de ser capturado pela polícia que odeia; Professor parte para o RJ para se tornar um pintor de sucesso, entristecido com a morte de Dora; Gato se torna um malandro de verdade, abandonando eventualmente sua amante Dalva, e passando por ilhéus; Pirulito se torna frade; Padre José Pedro finalmente consegue uma paróquia no interior, e vai para lá ajudar os desgarrados do rebanho do Sertão; Volta Seca se torna um cangaceiro do grupo de Lampião e mata mais de 60 soldados antes de ser capturado e condenado; João Grande torna-se marinheiro; Querido-de-Deus continua sua vida de capoeirista e malandro. Pedro Bala, cada vez mais fascinado com as histórias de seu pai sindicalista, vai se envolvendo com os doqueiros e finalmente os Capitães da Areia ajudam numa greve. Pedro Bala abandona a liderança do grupo, mas antes os transforma numa espécie de grupo de choque. Assim Pedro Bala deixa de ser o líder dos Capitães da Ar
4 Narrador Onisciente
4.1 Discurso Indireto Livre
4.1.1 Tempo: Década de 1930
4.1.1.1 Espaço: Salvador (BA); Trapiche (hoje Solar do Unhão e o Museu de Arte Moderna); no Terreiro de Jesus (na época era lugar de destaque comercial de Salvador);
4.1.1.1.1 Contexto Histórico: Quando o romance foi publicado, em 1937, autoridades baianas queimaram exemplares em praça pública. O episódio dá o tom do clima político da época, com o início da ditadura getulista do Estado Novo a repressão começava a mostrar as suas garras.
4.1.1.1.1.1 Relação com os dias atuais: Ainda hoje podemos ver crianças abandonadas que são marginalizadas pela sociedade até mesmo sem cometer crimes perante a lei. Apesar do desenvolvimento e das mudanças políticas, os que retêm a maior parte do poder ainda desprezam e se mostram cegos e relapsos a realidade difícil de quem mora na rua, independente dos seus atos.
Show full summary Hide full summary

Similar

Literatura - Escolas Literárias
Amanda Destro
Literatura - Escolas Literárias
Janderson Barroso
De quem é a frase?
Liciane Brun
Gincana Literária- 2°Ano -Em
J.M.Soares Silva
Literatura ocidental
Selma Porto
ORAÇÕES SUBORDINADAS ADVERBIAIS
trackerian
FONOLOGIA estudo dos sons
Viviana Veloso
SUBSTANTIVOS
Viviana Veloso
GRAMÁTICA da LÍNGUA PORTUGUESA
Viviana Veloso
ESTRUTURA DAS PALAVRAS - Morfologia
Viviana Veloso
Gramática - Fonologia - Quiz I
tiago meira de almeida