Farmacos Cardiovascular

micheli_terenzi
Mind Map by , created over 5 years ago

farmacologia Mind Map on Farmacos Cardiovascular, created by micheli_terenzi on 03/31/2014.

53
3
0
Tags
micheli_terenzi
Created by micheli_terenzi over 5 years ago
Medicamentos, qual classe? para que servem?
Bruna M
Farmacodinâmica
micheli_terenzi
Farmacocinetica
Adriana
Othello content knowledge quiz
rubyduggan
GCSE AQA Chemistry - Unit 2
James Jolliffe
Analgesicos
Adriana
FUNGOS
Marcos Melo
Antibióticos
Drive Med
Anti-hipertensivos
Drive Med
FÁRMACOS
Kathy Matiello
Farmacos Cardiovascular
1 antiarrítmicos
1.1 Sinônimos: antifibrilantes; Depressores Cardíacos; Depressores Miocárdicos /Os antiarrítmicos funcionam inibindo a propagação de batimentos cardíacos imediatamente subsequentes, e diminuindo a taxa de contração e excitabilidade cardíacas
1.1.1 Mecanismo
1.1.1.1 Agentes usados para tratamento ou prevenção das arritmias cardíacas. •Todas as subclasses tendem a diminuir os batimentos ectópicos (anormais) sem afetar demasiado os batimentos normais. O coração bate mais lentamente e regularmente.
1.1.1.1.1 Bloqueio do canal de cálcio/ Antiarrítmicos da classe IV -
1.1.1.1.1.1 verapamil
1.1.1.1.2 bloqueio beta-adrenérgico/ • Antiarrítmicos da classe II - diminui atividade cardiaca
1.1.1.1.2.1 propranolol, atenolol
1.1.1.1.3 Inibidores da repolarização/bloqueio de canal de potassio / • Antiarrítmicos da classe II- prolongando o potencial de ação e portanto a contração dos miócitos condutores - Amiodarona
1.1.1.1.4 Bloqueio do canal de sódio/ Antiarrítmicos da classe I
1.1.1.1.4.1 quinidina, lidocaína
1.1.2 Administração pode ser por via oral e EV • Biotransformados no fígado e eliminados por via renal, cautela para hepatopatas e nefropatas
2 vasodilatadores
2.1 Sinônimos: Antagonistas Vasoativos
2.1.1 •São bem absorvidos por via oral, sublingual, transdérmica (adesivos-pouco uso em Med.Veterinária) •Absorvidos pela pele íntegra ou pelo trato digestivo •Biotransformados pelo fígado •Eliminação renal ou hepática (hidralazina)
2.1.2 classe
2.1.2.1 •De ação direta venosa ou arteriolar: atuam desviando o fluxo venoso ou arterial, visando melhorar a pré- carga ou pós-carga. Ex: nitratos e hidralazina
2.1.2.2 Bloqueadores α-adrenérgicos: bloqueiam receptores ao nível arterial e venoso, reduzindo tônus e resistência vascular, como PA e aumentando desempenho cardíaco. Ex: prazosin.
2.1.2.3 •Inibidores da enzima conversora de angiotensina (ECA): Inibindo-se a enzima conversora da angiotensina, diminui-se a ativação deste sistema, com consequente, redução da vasoconstrição. Ex: captopril, enalapril, bennazepril, ramipril
2.1.2.4 •Os bloqueadores de canais de cálcio reduzem a PA de diferentes formas (reduzindo a força de contração ou o débito cardíaco) e dilatam as artérias periféricas. •O mecanismo básico de sua ação na hipertensão é a inibição do influxo de cálcio nas células musculares lisas arteriais. Verapamil, diltiazen
2.1.2.4.1 Efeitos adversos:A inibição excessiva do influxo de cálcio pode causar: depressão cardíaca, incluindo parada cardíaca, bradicardia, bloqueio atrioventricular e ICC. –A droga é contra-indicada em pacientes com história de arritmias graves.
2.2 Especificidade
2.2.1 Vasodilatação cardíaca: para dor no peito ou infarto
2.2.2 •Vasodilatação no rim: para problemas renais
2.2.3 Vasodilatação no pênis*: para impotência sexual: Dinitrato de isosorbida: Viagra e todos os seus similares
3 digitálicos
3.1 Agentes cardiotônicos e anti-arrítmicos/ poderosa ação sobre o miocárdio/ ICC/ Distúrbio do ritmo e frequência cardíacos/Se diuréticos e inibidores da enzima de conversão da angiotensina (IECAs) não forem suficientes para controlar a situação, em casos de insuficiência cardíaca crônica.inibem a bomba de sódio (ou Na+/K+ ATPase), que existe nas membranas das células, precisamente nos miócitos cardíacos./ Cuidado: índices terapêuticos (margem de segurança) são muito estreitos. • Apresentam absorção por via oral • Biodisponibilidade de 67-100% • Eliminação hepática e eliminação renal/Prolongamento ligeiro do potencial de ação e “plateau”. • Redução do ritmo cardíaco, devido à ativação dos núcleos do sistema parassimpático do nervo vago no cérebro. • Força de contração ventricular aumentada. • Os efeitos terapêuticos acontecem com inibição da bomba de sódio e potássio na ordem de 20- 40%, acima disso tem efeito tóxico/
3.1.1 Efeitos advesos
3.1.1.1 Os digitálicos também alteram a excitabilidade de vários núcleos neuronais e do sistema nervoso intestinal, a que se devem os seus efeitos secundários: – Naúsea – Vômito – Diarréia – Confusão mental, alterações visuais, alucinações (raras) – Raramente arritmias: apesar de ser usado para corrigir arritmias por fibrilação auricular, doses elevadas de digitálicos causam também arritmias por fibrilação ventricular: efeito paradoxal!
3.1.1.1.1 Digoxina: existe nos tecidos da planta dedaleira. É a mais utilizada. – Ouabaína: pouca solubilidade aquosa. – Digitoxina: alta solubilidade em água. – Metildigoxina: alta solubilidade em água.

Media attachments