Triangulação de leituras

Carolina Brandileone
Mind Map by Carolina Brandileone, updated more than 1 year ago
Carolina Brandileone
Created by Carolina Brandileone over 3 years ago
30
0

Description

Triangulação de leituras de capítulos dos livros Convergência Digital (Henry Jenkins), Webjornalismo (Magaly Prado) e Linguagens Líquidas na era da mobilidade (Lucia Santaella)

Resource summary

Triangulação de leituras
1 Magaly Prado
1.1 Webjornalismo
1.1.1 Quantidade muito grande de informações ao mesmo tempo que temos mais fontes de informação com mais agilidade
1.1.1.1 Qualquer um pode ser jornalista?
1.1.1.1.1 Jornalismo colaborativo
1.1.1.1.1.1 Agilidade das coberturas, circulação de informações e ideias
1.1.1.1.1.1.1 Interatividade
1.1.1.1.1.1.1.1 comentários, cliques, likes influenciando pautas
1.1.1.1.1.1.2 "De maneira geral, além de possibilitar maior velocidade no fluxo das mensagens, capacidade ilimitada de armazenamento de conteúdos, compartilhamento praticamente em tempo real e independente da localização geográ ca dos indivíduos, a digitali- zação das mídias trouxe maior interatividade para a comunicação entre os indivíduos."(BARRICHELLO, Eugenia e OLIVEIRA, Cristiana, 2010)
1.1.1.1.1.1.3 Necessidade de se apropriar de conteúdo e compartilhar
1.1.1.1.1.1.3.1 Compartilhamentos do conteúdo na íntegra com ou sem citação do autor
1.1.1.1.1.1.3.1.1 + comentários e reflexões de quem copia o conteúdo e o complementa
1.1.1.1.1.1.3.1.1.1 Ideia de inteligencia coletiva - Jenkins/Pierre Levy
1.1.1.1.1.1.3.1.1.1.1 “Nenhum de nós pode saber tudo; cada um de nós sabe alguma coisa; e podemos juntar as peças, se associarmos nossos recursos e unirmos nossas habilidades” (Jenkins, 2006:28).
1.1.1.1.1.1.3.1.1.1.2 Uma rede é um conjunto de nós interligados. As redes são formas muito antigas da actividade humana, mas actualmente essas redes ganharam uma nova vida, ao converterem-se em redes de informação, impulsionadas pela Internet. As redes têm enorme flexibilidade e adaptabilidade, características fundamentais para sobreviver e prosperar num contexto de mudança permanente. (CASTELLS, 2004, p. 15)
1.1.1.1.1.1.3.2 Compartilhamentos fragmentários de conteúdo com ou sem citar o autor
1.1.1.2 Hipermídia
1.1.1.3 Arquitetura da informação
1.1.1.3.1 Leitores leem apenas aquilo que lhes interessa
1.1.1.3.2 Personalização das páginas
1.1.1.3.2.1 Ranqueamento
1.1.1.3.2.1.1 Mais compartilhadas
1.1.1.3.2.1.2 Mais comentadas
1.1.1.3.2.1.3 Mais lidas
1.1.1.4 Necessidade de ferramentas que otimizem, organizem e auxiliem as informações e produção de conteúdo
1.1.2 A hipermídia mescla textos, imagens fixas e animadas, vídeos, sons e ruídos um todo complexo
1.1.2.1 RAC - Reportagem Assistida por Computador
1.1.2.2 Hiperlink
1.2 Henry Jenkins
1.2.1 Cultura da Convergência
1.2.1.1 Mídia de massa
1.2.1.1.1 Mídias digitais
1.2.1.1.1.1 Ativa
1.2.1.1.1.2 colaborativa
1.2.1.1.1.2.1 Cultura do open source
1.2.1.1.1.2.1.1 informação livre
1.2.1.1.1.2.1.2 A emergência da cultura digital e seus sistemas de comunicação mediados eletro- nicamente transformam o modo como pensamos o sujeito, prometendo também alterar a forma da sociedade. [...] A figura do eu, fixo no tempo e no espaço, capaz de exercer controle cognitivo sobre os objetos circunstantes não mais se sustenta. [As novas práticas de comunicação] constituem um sujeito múltiplo, instável, mutável, difuso e fragmentado, enfim uma constituição inacabada, sempre em projeto.. (SANTAELLA, 2008)
1.2.1.1.1.2.2 "Antropofagia digital"
1.2.1.1.1.3 interativa
1.2.1.1.1.4 fIM DO MONOPÓLIO DOS GRANDES VEÍCULOS DE COMUNICAÇÃO
1.2.1.1.1.5 Liberdade de expressão
1.2.1.1.1.5.1 PARA TODOS
1.2.1.1.1.6 complementaridade
1.2.1.1.1.6.1 Transmídia
1.2.1.1.1.6.1.1 Narrativas transmitiaticas
1.2.1.1.1.6.1.1.1 enredos que se somam e formam algo maior e mais complexo
1.2.1.1.2 Passiva
1.2.1.2 Daqui a vinte anos, veremos este período do início do século XXI como uma guinada na história econômica e social. Entenderemos que entramos em uma nova era, baseada em novos princípios, visões de mundo e modelos de negócios, nos quais a natureza do jogo foi modificada (TAPSCOTT; WILLIAMS, 2007, p. 31)
1.3 Lucia Santaella
1.3.1 Linguagens líquidas na era da mobilidade
1.3.1.1 Quando surge um novo meio de comunicação ele não substitui outro - se não os livros já estariam mortos
1.3.1.1.1 Refuncionalização do papel cultural
1.3.1.1.1.1 3. Novo desenho de funções
1.3.1.1.1.2 2.Readaptação gradativa
1.3.1.1.1.3 1.Período inicial de impacto
1.3.1.1.1.4 Antes mesmo da explosão dos dispositivos móveis, Castells (1996, ver também 2003) já argumentava que o universo digital é parte integrante da organização material, econô- mica, política das sociedades, sendo inclusive determinante nessa organização e signi cativa de sua real existência. Essa integração vem rece- bendo um novo impulso recentemente com os aparelhos móveis que permitem encontros com a tecnologia em situações sociais distintas, que criam a necessidade de entender os contextos e que nos dão a habilidade de transformar o espaço pela introdução da tecnologia. SANTAELLA, Lucia
1.3.2 Mídias digitais
1.3.2.1 transforma o padrão de comunicação de massa, produzido por poucos e transmitido a muitos, e aumenta o po- tencial de acesso às informações culturais
1.3.2.2 "Os sinais digitais são constituídos de bits, unidades mínimas de informa- ção, que não possuem peso e são transportadas à velocidade da luz. Por isso, a digitalização “ [...] permite, de maneira cada vez menos onerosa, estocar e fazer circular uma enorme quantidade de informação.” (SANTAELLA, 2007, p. 301).
Show full summary Hide full summary

Similar

DISPOSITIVOS MÓVEIS E JORNALISMO: UMA QUESTÃO DE ESPAÇO /Daniela Osvald / USP
Mariana Viegas
4º P Publicação
sgmarinheiro1
Jornalismo Esportivo Como Entretenimento
Louise Wine
reportagem
Silvia Drumond
Como a narrativa da Mídia Ninja se relaciona com o Jornalismo?
Luiza Oliveira
Comunicação Social para Concurseiros
Ricardo Olimpio
Quem é Quem nas Teorias da Comunicação?
Ricardo Olimpio
Comunicação Social para Concurseiros
Pedro Mendes
Comunicação Social para Concurseiros
MARCELA ALMEIDA
Assessoria de Imprensa - Introdução Parte 1
Angélika Nasimento
Jornalismo e Publicidade:Novas Atribuições.
belmarbarerestos