Sistema Imune

Marcela Cunha
Mind Map by Marcela Cunha, updated more than 1 year ago
Marcela Cunha
Created by Marcela Cunha over 3 years ago
10
0

Description

Mind Map on Sistema Imune, created by Marcela Cunha on 12/01/2016.

Resource summary

Sistema Imune
1 O sistema imunológico humano consiste numa rede de células, tecidos e órgãos que atuam na defesa do organismo contra o ataque de invasores externos. Estes invasores podem ser microrganismos ou agentes nocivos, como substâncias tóxicas.
1.1 As substâncias estranhas ao corpo são genericamente chamadas de antígeno. Os antígenos são combatidos por substâncias produzidas pelo sistema imune, de natureza proteica, denominadas anticorpos, que reagem de forma específica com os antígenos. Quando o sistema imune não consegue combater os invasores de forma eficaz, o corpo pode reagir com doenças, infecções ou alergias.
1.1.1 Existem tipos de imunidade entre eles a passiva que é a proteção conferida pela transferência de anticorpos. Estas podem ser transmitidas artificialmente por administração parenteral (oriundas do processamento de soro humano ou animal) ou naturalmente como a transmissão transplacentária de anticorpos maternos para o feto. E a ativa ocorre quando o próprio sistema imune do indivíduo, ao entrar em contato com uma substância estranha ao organismo, responde produzindo anticorpos e células imunes. Esse tipo de imunidade geralmente dura por vários anos, às vezes, por toda uma vida.
1.1.1.1 Existe ainda a imunidade inata que possui mecanismos de defesa não específicos que em sua primeira linha de defesa possuem Barreiras Físicas formadas pelas superfícies de contato com o meio como a pele, os pelos e as mucosas. As Barreiras Químicas como secreções e enzimas e em sua segunda linha de defesa, quando a agente patológico já passou a primeira já penetrou realmente no corpo existe a Barreira Celular representadas pelos leucócitos.
1.1.1.1.1 A defesa corporal é realizada por um grupo de células específicas que atuam no processo de detecção do agente invasor, no seu combate e total destruição. Todo este processo é denominado de resposta imune. As células do sistema imune pertencem a dois grupos principais, os linfócitos e os macrófagos.
1.1.1.1.1.1 Macrófagos: são importantes na regulação da resposta imune. Estão presentes nos tecidos conjuntivos e no sangue (quando são chamados de monócitos) e, no sistema imune, possui a função de detectar e fagocitar (processo que engloba e digere substâncias no organismo) microrganismos invasores, células mortas e vários tipos de resíduos. Essas células são as primeiras a perceber a presença de agentes invasores.
1.1.1.1.1.1.1 Linfócitos: essas células, presentes no sangue, são um tipo de leucócito (glóbulo branco) e podem ser de três tipos principais: Linfócitos B: a principal função desse tipo celular é a produção de anticorpos, quando maduros e ativos. Nesta fase são denominados plasmócitos.
1.1.1.1.1.1.1.1 Linfócitos T auxiliadores (CD4): através de informações recebidas pelos macrófagos, são estimuladas a ativar outros tipos de linfócito T, os linfócitos T matadores (CD8) e os linfócitos B. São os linfócitos auxiliadores os responsáveis por comandar a defesa do organismo.Linfócitos T matadores (CD8): recebem este nome por serem responsáveis pela destruição de células anormais, infectadas ou estranhas ao organismo.
1.1.1.1.1.1.1.1.1 O sistema imunitário é composto por dois grupos de órgãos, os órgãos imunitários primários e os órgãos imunitários secundários. Os primeiros são assim denominados por serem os principais locais de formação e amadurecimento dos linfócitos. Já os segundos, são secundários por atuarem no sistema imunológico após a produção e amadurecimento dos linfócitos.
1.1.1.1.1.1.1.1.1.1 Órgãos imunitários primários são a Medula óssea e o Timo. Já os secundários são os Linfonodos, as Tonsilas, o Baço, as Adenoides e a Apêndice cecal.
1.1.1.1.1.1.1.1.1.1.1 Sistema imunológico em ação
1.1.1.1.1.1.1.1.1.1.1.1 Um agente invasor, ao entrar no organismo, gera um mecanismo de defesa, a resposta imune. As substâncias invasoras são detectadas pelos macrófagos, que irão atuar em sua digestão parcial e na comunicação aos demais componentes do sistema imune da invasão sofrida, para que essas substâncias sejam totalmente destruídas e eliminadas. Após a atuação dos macrófagos, os linfócitos T auxiliadores entram em ação, ligando-se aos antígenos invasores.
1.1.1.1.1.1.1.1.1.1.1.1.1 Este processo estimula a produção, pelos leucócitos, de compostos denominados Inter leucinas, que atuarão na ativação e estímulo para a produção de mais linfócitos T auxiliadores. Estes novos linfócitos intensificarão o combate aos antígenos e liberarão outros tipos de Inter leucinas, que estimularão a produção de linfócitos T matadores e linfócitos B. Depois de estimulados, estes linfócitos se multiplicam até que os antígenos sejam desativados e eliminados.
1.1.1.1.1.1.1.1.1.1.1.1.1.1 Parte dos linfócitos produzidos é armazenada, estes são um tipo de linfócito especial, denominados de células de memória. Estas guardam durante anos, ou pelo resto da vida, a capacidade de reconhecer agentes infecciosos com os quais o organismo já se deparou. Havendo um novo ataque por agentes conhecidos, as células de memória são estimuladas a se reproduzir, dando início ao processo de defesa do organismo, em um curto intervalo de tempo.
Show full summary Hide full summary

Similar

IMUNOLOGIA
Danilo Henrique
IMUNOLOGIA
Leandro Soares
Antígeno
Victoria Oliveira
Sistema Imune (não acabado)
Paulo Samuel Figueira
Nutrição - sistema imune - fluxo de aminoácidos
Gabrielle Santos
Sistema imunológico
Rosiane Ribeiro
Alcoolismo e sistema imune
gi_glopes
Spanish: Grammar 3.2
Selam H
Repaso prueba Revalida Enfermeria 2016 Parte:2
Rodrigo Lopez
REGLAMENTO DE USO LEGAL, ADECUADO Y PROPORCIONAL DE LA FUERZA PARA LA POLICÍA NACIONAL DEL ECUADOR
edwin patrico
economia america latina durante la guerra mundial
juan fore