Modernismo em Portugal

dirceucsj
Mind Map by , created over 5 years ago

Mind Map on Modernismo em Portugal, created by dirceucsj on 04/09/2014.

31
1
0
Tags No tags specified
dirceucsj
Created by dirceucsj over 5 years ago
Phrasal Verbs - Inglês #1
Eduardo .
DESENVOLVIMENTO EMBRIONÁRIO
Vanessa Palauro
13 motivos para usar Tecnologia na Educação
Alessandra S.
Graphing Inequalities
Selam H
Mind Maps with GoConqr
Elysa Din
Anatomia e Fisiologia do Sistema Reprodutor Feminino
Ana Inês Kruecck Quintas
Sistema Reprodutor Masculino
Ana Inês Kruecck Quintas
Analgesicos
Adriana
12 dicas para ter uma postura profissional
Liliane Tubino
7 passos para criar flashcards que funcionem
Luiz Fernando
Modernismo em Portugal
1 Começa com a publicação, em 1915, da revista Orpheu
1.1 Participação de vários artistas e poetas da época
1.2 Novas concepções estéticas
2 Pôs fim ao sentimento de impossibilidade de renovação da arte tradicional
3 I Guerra Mundial - divisor de águas
4 Vanguardas europeias antecederam o movimento
4.1 caráter agressivo, experimental, demolidor e inovador
4.2 Combatiam o racionalismo e o objetivismo das teorias científicas do Realismo/Naturalismo/Parnasianismo
4.3 Irracionalismo e compreensão subjetiva do homem
5 Vanguardas
5.1 Futurismo
5.1.1 Ruptura com o passado
5.1.2 Busca novas formas e estilos
5.1.3 Representa modernidade: Máquinas, fábricas etc
5.1.4 "liberdade para a palavra"
5.2 Cubismo
5.2.1 desliga-se da interpretação ou semelhança com a natureza
5.2.2 Formas geométricas; uma coisa pode ser visualizada de diversos pontos de vista
5.2.3 a obra tem valor em si mesma
5.3 Dadaísmo
5.3.1 propunham a "antiarte", a forma sem sentido
5.3.2 Revolta com o destino do homem moderno
5.3.3 Desmascarar as inutilidades das convenções burguesas
5.4 Surrealismo
5.4.1 Expressão interior espontânea do sonho, do inconsciente
5.4.2 Deformação do real e a instalação de uma atmosfera onírica (de sonho)
6 Fernando Pessoa
6.1 Ortónimo (ele mesmo)
6.1.1 Ar religioso, mítico, heróico
6.1.2 indefinição e insatisfação
6.2 Álvaro de Campos
6.2.1 Visão nilista (nada)
6.2.2 Decadentismo e futurismo
6.3 Alberto Caeiro
6.3.1 linguagem estética direta, concreta e simples
6.3.2 Poesia da sensação
6.4 Ricardo Reis
6.4.1 Fim inexorável de todos os seres vivos
6.4.2 Obra clássica, depurada e disciplinada. Faz uso da mitologia não-cristã.
7 Outros autores menos importantes
7.1 Mario de Sá
7.1.1 inadaptação ao mundo, deixava levar-se pelas emoções
7.2 José Saramargo
7.2.1 Utopia e cíitica da realidade

Media attachments