Roma Antiga

Professor Junior
Mind Map by , created about 5 years ago

Veja mais sobre História e Geografia em www.professorjunioronline.com

3160
51
0
Tags
Professor Junior
Created by Professor Junior about 5 years ago
História do Brasil - Período Colonial
alessandra
Brasil: Primeiro Reinado e Período Regencial
Professor Junior
Mercantilismo
Professor Junior
Verbo To be (negativo)
Renee Carolina
GCSE AQA Chemistry 1 Fuels & The Environment
Lilac Potato
Hebreus, Fenícios e Persas
Júlia Flores
A CIVILIZAÇÃO ROMANA
Lucas Villar
Períodos da História do Brasil
GoConqr suporte .
O Governo-Geral Brasil colônia
jacson luft
2º Guerra Mundial
João Gabriel
Roma Antiga
1 Origens: Fusão de povos que habitavam a península Itálica (etruscos, sabinos, latinos, entre outros)
1.1 História dividida em 3 fases:
1.1.1 Monarquia (753 a.C. - 509 a.C.)
1.1.1.1 Fundação lendária da cidade de Roma - Rômulo e Remo
1.1.1.1.1 Governo ficou nas mãos de sete reis: 4 latinos ou sabinos e 3 etruscos
1.1.1.1.1.1 Administração: Rei
1.1.1.1.1.1.1 Fiscalizado e controlado pelo Senado
1.1.1.1.1.1.1.1 Aqueles com idade militar participavam da centuriata
1.1.1.1.1.2 Sociedade:
1.1.1.1.1.2.1 Patrícios
1.1.1.1.1.2.1.1 Clientes
1.1.1.1.1.2.1.1.1 Plebeus
1.1.1.1.1.2.1.1.1.1 Escravos
1.1.1.2 Patrícios derrubam o último rei, Tarquínio, e istituíram a República
1.1.2 República (509 a.C. - 27 a.C.)
1.1.2.1 Domínio patrício
1.1.2.1.1 Senado nas mãos dos patrícios
1.1.2.1.1.1 Assembleia Curiata escolhia dois cônsules.
1.1.2.1.1.1.1 Cônsul, mais alto posto da magistratura. Os dois cônsules organizavam cultos, comandavam os exércitos, convocavam o Senado. Em tempos de instabilidade, um ditador podia ser indicado por tempo determinado.
1.1.2.1.1.1.2 Assembleia Centuriata continuava formada por militares.
1.1.2.1.1.1.3 Outros cargos: censores, pretores, edis, questores.
1.1.2.2 Plebeus sem participação política
1.1.2.2.1 Protestos plebeus no século V a.C. resultam em concessões de direitos
1.1.2.2.1.1 Tribunato da Plebe
1.1.2.2.1.2 Lei das Doze Tábuas
1.1.2.2.1.3 Lei Canuleia
1.1.2.2.1.4 Leis Licínias
1.1.2.3 Processo de expansão territorial
1.1.2.3.1 Guerras Púnicas: 3 grandes conflitos entre os séculos III e II a.C.
1.1.2.3.1.1 Domínio sobre Cartago
1.1.2.3.1.2 Controle sobre o Mediterrâneo
1.1.2.3.2 Aumento no número de escravos
1.1.2.3.2.1 Tibério e Caio Graco - Tentativas de reformas que favorecessem a plebe.
1.1.2.3.2.1.1 Reforma agrária
1.1.2.3.2.1.2 Lei Frumentária
1.1.2.3.2.1.3 Instabilidade política / enfraquecimento dos patrícios / fortalecimento dos militares
1.1.2.3.2.1.3.1 Disputa de poder entre generais.
1.1.2.3.2.1.3.2 Revolta de Espártaco
1.1.2.3.2.1.3.3 Primeiro Triunvirato
1.1.2.3.2.1.3.3.1 Júlio César
1.1.2.3.2.1.3.4 Segundo Triunvirato
1.1.2.3.2.1.3.4.1 Otávio
1.1.3 Império (27 a.C. - 476 d.C.)
1.1.3.1 Tem início com o governo de Otávio, que passa a acumular poderes
1.1.3.1.1 Dinastias
1.1.3.1.1.1 Alto Império
1.1.3.1.1.1.1 Julio-Claudiana
1.1.3.1.1.1.1.1 Poucas mudanças administrativas; marcado pelo despotismo; adição de nova província: ilhas britânicas.
1.1.3.1.1.1.2 Flavianos
1.1.3.1.1.1.2.1 Marcado por certa prosperidade. golpes, catástrofes naturais, fim da dinastia marcada por instabilidade política.
1.1.3.1.1.1.3 Antoninos
1.1.3.1.1.1.3.1 Período de considerável paz e tranquilidade, com imperadores nomeados: Nerva, Trajano, Adriano, Antonino Pio, Marco Aurélio. Marco Aurélio nomeia seu filho Cômodo, que teve um governo conflituoso.
1.1.3.1.1.1.4 Severos
1.1.3.1.1.1.4.1 Período de conflitos, guerras civis e lutas pelo poder.
1.1.3.1.1.1.5 Baixo Império
1.1.3.1.1.1.5.1 Destaque para três imperadores
1.1.3.1.1.1.5.1.1 Diocleciano
1.1.3.1.1.1.5.1.1.1 Édito Máximo, tetrarquia, divisão do império em Oriente e Ocidente,.
1.1.3.1.1.1.5.1.2 Constantino
1.1.3.1.1.1.5.1.2.1 Centralização do poder, Édito de Milão (313), Transferência da capital para Bizâncio (Constantinopla).
1.1.3.1.1.1.5.1.3 Teodósio
1.1.3.1.1.1.5.1.3.1 Édito de Tessalônica, divisão definitiva do império em Ocidente e Oriente.
1.1.3.1.1.1.5.2 Império em crise política, econômica e social.
1.1.3.1.1.1.5.2.1 Desemprego; inflação; dificuldade em proteger as fronteiras; necessidade cada vez maior de soldados, com altos custos; falta de mão de obra; intensificação das invasões bárbaras.
1.1.3.1.1.1.5.2.2 Fim do Império Romano do Ocidente em 476, quando Odoacro, rei dos hérulos, destronou o último imperador, Rômulo Augusto.

Media attachments