FÁRMACOS

Kathy Matiello
Mind Map by , created over 2 years ago

Biomedicina Mind Map on FÁRMACOS, created by Kathy Matiello on 03/16/2017.

84
8
0
Kathy Matiello
Created by Kathy Matiello over 2 years ago
Fases para efeito farmacológico
Adriele Silva
Medicamentos, qual classe? para que servem?
Bruna M
Vias de administração de fármacos
Maria Carvalho
Statistics Equations & Graphs
Andrea Leyden
Maths
xcathyx99
INFLAMAÇÃO
Ketlyn Caroline
Analgesicos
Adriana
FUNGOS
Marcos Melo
Antibióticos
Drive Med
Anti-hipertensivos
Drive Med
FÁRMACOS
1 MOLÉCULAS TRANSPORTADORAS
1.1 São proteínas transmenbranas ou superficies superficiais, que participam do processo de transporte de algumas moléculas. Os fármacos desse caso agem impedindo a passagem dessas moléculas entre essas proteínas.
2 ENZIMAS
2.1 Os fármacos podem se ligar as enzimas e desempenhar de 3 maneiras diferentes
2.1.1 SUBSTRATO FALSO
2.1.1.1 Uma reação que engana a enzima,se liga a ela e acaba catalizando uma reação que produz um metabolito normal que vai alterar alguma função da célula.
2.1.2 ACIDO ACETIL SALICÍLICO
2.1.2.1 Se liga onde deveria estar ligada um substrato endógeno e o inibe, impedindo a ligação e a produção do metabolito.
2.1.3 PRÓ-FÁRMACO
2.1.3.1 As enzimas que transformam droga pró-fármaco em fármaco.
3 CANAIS IONICOS
3.1 ACOPLADO A PROTEÍNA G
3.1.1 Incorporam receptores e se abrem apenas quando esse receptor é ocupado por um agonista.
3.2 CONTROLADO POR VOLTAGEM
3.2.1 As drogas podem agir fisicamente, bloqueando o canal para impedir a passagem dos íons, onde se liga a proteína do canal e altera a conformação desse canal de forma que os íons não conseguem penetrar.
4 RECEPTORES RÁPIDOS E LENTOS.
4.1 LENTOS: a resposta demora horas ou dias, como os hormônios.
4.1.1 METABOTRÓPICO: RECEPTORES ACOPLADOS A PROTEÍNA G (ou HEPTAELICOIDAIS porque suas hélices atravessam 7 vezes a membrana celular).
4.1.1.1 Tem dois tipos de domínios de ligação um extracelular e um transmembrana, e na sal terceira alça citoplasmática tem o domínio de acoplamento da proteína G que é pra quem ele vai transmitir o sinal após a ligação do agonista.
4.1.1.2 PROTEÍNA G-I INIBITÓRIA
4.1.1.2.1 Age inibindo uma enzima.
4.1.1.3 PROTEÍNA G-S ESTIMULATÓRIA
4.1.1.3.1 Age estimulando uma enzima
4.2 Antagonista, a droga se liga ao receptor e não vai desencadear nenhum efeito.
4.3 AGONISTA, a droga se liga ao receptor e desencadeia uma resposta na célula.
4.4 RÁPIDOs: (Milisegundos) envolvidos na transmissão sinaptica.
4.4.1 IONOTRÓPICO: CANAIS IÔNICOS CONTROLADOS POR LIGANTES
4.4.1.1 Estão envolvidos na transmissão sináptica rápida. Existem várias famílias estruturais, sendo a mais comum a organização heteromérica de 4 ou 5 subunidades, com hélices transmembranas dispostas em torno de um canal central aquoso.

Media attachments