As 22 consagradas leis do Marketing

Cristiano Bertul
Mind Map by , created over 5 years ago

Automação Marketing Mind Map on As 22 consagradas leis do Marketing, created by Cristiano Bertul on 05/01/2014.

1735
42
2
Cristiano Bertul
Created by Cristiano Bertul over 5 years ago
MUNDO MARKETING DIGITAL PARA AFILIADOS
Adilio Costa
Produção para web e marketing digital - Aula 03
jorge paloschi
MBA Marketing - GERALZAO - PECEGE USP TURMA 171
Elaine Ferreira
Know the principles of electricity
brightsparky79
4 Lesson Planning Tips for Teachers
Micheal Heffernan
Metodologia do Inbound marketing
Maria Mendonça
As Regras de Ouro da Nova Prospecção de Vendas
Paulo Gerhardt
Comunicação Social para Concurseiros
Ricardo Olimpio
CROMÁTICA COMUNICAÇÃO
José Guilherme Fidélis
Conceito de Marketing
Raquel Sargento
As 22 consagradas leis do Marketing
1 1 - Lei da Liderança (Melhor ser o primeiro do que ser o melhor)
1.1 Crie uma categoria em que possa ser o primeiro
1.1.1 Categorias Sólidas
1.1.1.1 Automóveis e computador
1.1.2 Categorias Flexiveis
1.1.2.1 Universidade ou Cerveja
2 2 - Lei da categoria (Se não puder ser o primeiro em uma categoria, estabeleça uma categoria em que seja o primeiro)
2.1 Descubra uma categoria que possa ser o primeiro
2.2 Em que categoria meu produto pode ser o primeiro?
2.3 Primeiro em que?
2.4 Esqueça a marca, pense em categorias
2.5 Todos se interessam pelo novo, poucos pelo melhor
3 3 - Lei da Mente (É melhor ser o primeiro na mente do que o primeiro no mercado)
3.1 O marketing é uma batalha de percepção e não de produto
3.2 Depois que outro entra mente do seu cliente , dinheiro não é o bastante para tomar a posição dele.
3.3 A coisa mais inútil a se fazer no marleting é tentar mudar a mente humana.
3.4 Depois que te percebem de um jeito é aquilo e ponto final.
4 4 - Lei da Percepção (O marketing não é uma batalha de produtos e sim de percepção)
4.1 A percepção é a realidade. Tudo mais é ilusão.
4.2 O universo existe dentro de nossa mente e da mente dos outros
4.3 Estude como as percepções se formam na mente e concentre os programas de marketing nestas percepções
4.4 As pessoas acreditam naquilo que querem acreditar
5 5 - Lei do foco (Em marketing, o mais poderoso conceito é representar uma palavra na mente
5.1 Descubra um meio de representar uma palavra na mente do cliente
5.1.1 Não deve ser complicada
5.1.2 Não deve ser invemtada
5.1.3 Deve ser simples, tirada do dicionário
5.1.4 Deve estar disponível na categoria. Ninguém mais pode usar
5.1.5 As mais eficazes são orientadas para o benefício.
5.1.6 Focalize apenas em 1, não em 2, 3 ou 4.
5.1.7 O truque é fazer com que os outros usem a sua palavra.
5.2 Se corremos atrás de tudo não podemos representar alguma coisa
6 6 - Lei da exclusividade (2 empresas não podem representar a mesma palavra na mente)
6.1 Depois que as pessoas possuem o conceito claro não é possível mudar a sua mente
6.2 Se alguém já é dono de um conceito, não siga este conceito. Seja exclusivo.
6.3 Não anuncie algo que as pessoas querem ouvir se este conceito já pertencer a outra empresa.
7 7 - Lei da Escada. (A estratégia a adotar depende do degrau adotado na escada)
7.1 Há uma hierarquia na mente dos consumidores utilizada para tomar decisões
7.1.1 A estratégia a adotar depende de quando você chegou a mente, e portanto, do degrau que ocupa na escada.
8 8 - Lei da Dualidade. (Com o passar do tempo, todo mercado transforma-se em uma corrida com 2 concorrentes.)
8.1 Em geral a batalha transforma-se em uma luta entre 2 participantes principais. Quase sempre a confiável a a iniciante
8.2 Quando se está em um fraca terceira posição, atacar os 2 líderes não leva a muito progresso. O que se deve fazer é descobrir um nicho lucrativo.
8.3 Saber que a longo prazo o marketing é uma corrida de dois participantes ajuda o planejamento da estratégia a curto prazo.
8.4 Na cabeça do consumidor as líderes são as melhores.
9 9 - Lei do oposto (A estratégia de quem está almejando o segundo lugar é determinada pelo líder)
9.1 Onde quer que o líder seja forte, alguém com pretensões a n 2 tem oportunidade de virar a mesa.
9.1.1 Não tente ser o melhor, tente ser diferente.
9.1.1.1 É preciso apresentar-se como alternativa.
9.1.1.1.1 O bom numero 2 não pode ser tímido e deve atacar a fraqueza do lider a ponto que o cliente reconheça depressa.
10 10 - A lei da divisão. (Com o tempo a categoria se divide se transformando em 2 ou mais.)
10.1 Cada segmento é uma entidade distinta e separada
10.1.1 Os segmentos se dividem e não se combinam.
10.1.1.1 Para liderar em categorias diferentes volte-se para cada categoria com marcas diferentes.
11 11 - A lei da perspectiva (Os efeitos do marketing ocorrem por um período prolongado)
11.1 Os efeitos de longo prazo são com frequencia opostos ao de curto prazo.
11.1.1 O que te faz bem sucedido a curto prazo é justamente o que te faz fracassar a longo prazo.
12 12 - A lei da extensão de linha. (há uma pressão irresistível para extender o patrimônio da marca)
12.1 É a lei mais desobedecida de todas
12.2 Quando procuramos ser tudo para todos é inevitável acabarmos com dificuldades.
12.3 A longo prazo e com a presença de séria concorrência, as extensões de linha quase nunca funcionam
12.4 Menos é mais. Estreite o foco e assuma uma posição na mente do cliente
13 13 - A Lei do Sacrifício (A fim de conseguir alguma coisa é preciso desistir de outra)
13.1 1 - Sacrifício da linha de produtos
13.1.1 A linha completa é um luxo para o perdedor
13.1.1.1 Se quiser ser bem sucedido, reduza a linha de produtos e não expanda
13.2 2 - Sacrifício do mercado alvo
13.2.1 A rede mais ampla nem sempre é a que atrai mais clientes. Ex. Pepsi sacrificou o todo e focou no publico jovem
13.3 3 - Sacrifício da mudança
13.3.1 A melhor maneira de manter uma posicao consistente é acima de tudo não muda-la
14 14 - Lei de atributos (Para cada atributo, há uma atributo oposto, igualmente eficaz)
14.1 Busque um atributo oposto que permita jogar contra o lider. A palavra-chave é oposto. Similar não serve.
14.2 Sem uma idéia ou atributo o único jeito é cobrar bem barato.
14.3 É impossível prever o tamanho da participação de um novo atributo. Por isto nunca ria do atributo do seu concorrente.
15 15 - A lei da sinceridade (Quando admitimos um negativo, o cliente em perspectiva nos dá um positivo)
15.1 A sinceridade é apaziquadora
15.2 Para uma informação positiva a mesma tem que ser provada. Já a informação negativa é prontamente aceita
15.3 O marketing é busca do óbvio
16 16 - Lei da singularidade (Em cada situação, apenas um único movimento produz resultados substanciais)
16.1 Se esforçando muito ou pouco as diferenças são marginais
16.2 O que funciona em marketing é o golpe único, ousado
16.3 Deve-se saber o que está acontecendo no mercado, se envolver e então dar o golpe
17 17 - Lei da imprevisibilidade (Sem prever os planos do concorrente, é impossível prever o futuro)
17.1 Deixar de prever com segurança a reação da concorrencia é uma das principais razões de fracasso
17.2 Não podemos prever o futuro mas podemos controlar as tendências, o que é um meio de tirar a vantagem da mudança
17.3 Para sobreviver a longo prazo é preciso estar disposto a mudar depressa quando algo muda na categoria
18 18 - Lei do sucesso (Com frequencia, o sucesso leva a arrogância e a arrogância leva ao fracasso)
18.1 O ego é inimigo do marketing bem sucedido
18.2 Quando as pessoas alcançam o sucesso, tendem a ser menos objetivas
18.3 O que prejudica é injetar o ego no processo de marketing
18.4 Obtenha opiniões sinceras sobre o que está acontecendo e não delegue o marketing
19 19 - A lei do fracasso (O fracasso deve ser esperado e aceito)
19.1 Reconheça logo o fracasso e reduza as perdas
19.2 Quanto ocorrer um erro, admita, repare e contiue
19.3 Seja ousado, faça algo diferente. É difícil ser o primeiro em uma nova categoria sem arriscar o pescoço
20 20 - A lei do alarde (Com frequência a situação é o oposto da maneira como aparece na imprensa)
20.1 Quando as coisas vão bem a empresa não precisa de alarde
20.2 As únicas revoluções que podemos prever são as que já se iniciaram
20.3 Se quiser encontrar indícios para o futuro procure na última página do jornal e não na primeira
20.4 Verdadeiras revoluções chegam ser ser anunciadas
21 21 - Lei da aceleração (Os programas bem sucedidos não se baseiam em coqueluches e sim em tendencias.)
21.1 A coqueluche é uma onda no oceano e a tendência é a maré
21.2 A coqueluche é bastante alardeada e a tendência muito pouco alardeada
21.3 Quando a coqueluche desaparece é comum a empresa sofrer profundo choque financeiro
21.4 Se o negócio está crescendo muito rápido, caracterizando uma coqueluche, freie e a prolongue transformando em tendencia.
22 22 - Lei de recursos (A idéia que não tiver fundos suficientes não decolará)
22.1 É preciso dinheiro para entrar na mente e também para se manter
22.2 Sem dinheiro uma idéia não vale nada
22.3 Vencerá quem tiver dinheiro para institucionalizar a idéia
22.4 Progredirá mais quem tiver 1 idéia medíocre com 1 milhao de dolares do que só com uma grande ideia.

Media attachments