Método Dedutivo com Teste de Karl Popper

Katarina Lacerda
Mind Map by Katarina Lacerda, updated more than 1 year ago
Katarina Lacerda
Created by Katarina Lacerda almost 6 years ago
47
2

Description

Mind Map on Método Dedutivo com Teste de Karl Popper, created by Katarina Lacerda on 05/02/2014.

Resource summary

Método Dedutivo com Teste de Karl Popper
1 Objetivo
1.1 Resgatar a contribuição do método de Karl Popper, traduzindo os conceitos por ele desenvolvidos de forma didática, ilustrando como o modelo Popperiano pode ser utilizado particularmente em administração, economia e áreas correlatas
2 Visão Aristotélica
2.1 Lógica e observação como elementos críticos do conhecimento sistemático
2.2 Acarretou na pesquisa científica como positivista
3 Visão Platônica
3.1 Interpretação racional não vivida como uma validade para interpretar o mundo
4 A Lógica da Pesquisa Científica (1963)
4.1 Criar uma proposição teórica a ser testada (falseabilidade) e seus desdobramentos na pesquisa das ciências sociais aplicadas, tendo o teste uma metodologia replicável para ter validade científica
5 Concepção Popperiana do Método Científico
5.1 Constatação de que o honesto trabalho do cientista é procurar falsificar suas próprias hipóteses, detectando falhas em seu trabalho, da forma mais rigorosa possível
5.2 A natureza da pesquisa científica é criar um conhecimento novo ou aplicá-lo a uma determinada situação, com a intenção de falsear ou confirmar uma determinada proposição
6 O esforço teórico antecipa a observação empírica, sendo possível o exercício da ciência por meio da construção de axiomas e a derivação lógica ou a dedução matemática
7 A ciência é uma representação da realidade, um modelo teórico ou imaginário de como a realidade se instala e se comporta
7.1 John Loke e David Hume: a ciência seria formada por subsistemas da realidade, capaz de ser totalmente reconstruída
8 Immanuel Kant (2007): Racionalismo Critico
8.1 A realidade em si é complexa e inatingível ou, ainda melhor, irreproduzível. Por isso o uso de artifícios abstratos e generalizações para que se possa aproximar-se dela
8.2 Classificação de juízos de valores
8.2.1 Analíticos, fruto da lógica pura
8.2.2 Sintéticos, fruto da experiência e da observação posteriores, pois existem atributos que não são necessariamente deduzidos logicamente, mas somente pela experiência
9 Ludwig Wittgenstein (2001): Tractatus Logico-Philosophicus
9.1 Como uma proposição teórica é capaz de representar um estado de coisas da realidade observável
10 Wittgenstein (2005): Investigações Filosóficas
10.1 Explica a realidade por meio de um jogo de linguagem, através do qual há segmentos homogêneos e outros heterogêneos
11 Paul Feyerabend (1989): Contra o Método
11.1 Não há normas ou regras metodológicas a serem seguidas pela ciência, pois elas tolhem a liberdade da pesquisa e não necessariamente levam à verdade, retardando o conhecimento
11.2 Uma nova teoria não tem que ter consistência com teorias já aceitas, buscando sempre aperfeiçoa-la
12 Toda a teoria tem um prazo de validade. Em algum momento ela será testada e mostrará ser falsa
13 A práxis científica é o processo pelo qual uma teoria torna-se uma ferramenta para mudar a própria sociedade por meio do conhecimento, se convertendo em parte da experiência vivida pelos canais da organização da produção e dos processos de consumo de bens e serviços – que retroalimentam nossa evolução para novos conceitos e teorias
14 Para Popper (1994), o nosso conhecimento tem fontes de todo o gênero, mas nenhuma tem autoridade. Nenhuma fonte de conhecimento tem um sentido terminante
15 Toda teorização, entendida como forma de representação formal de um fenômeno, carrega consigo a falibilidade, evidenciando não a fraqueza da teoria, mas o seu oposto, a possibilidade de ser testada contra a realidade
16 A ciência trabalha com modelos, croquis ou esquemas que simplificam a realidade por meio de variáveis e a relação entre elas
17 Karl Popper: Ciência Formal
17.1 A atividade científica é puramente racional e lógica, com métodos, técnicas e procedimentos rígidos, que não devem ser influenciados pelo contexto social ou histórico em que a atividade é desenvolvida
18 Thomas Kuhn (1972, 2000): Estruturas Científicas
18.1 A ciência é uma atividade social (histórica) que forma estruturas de pensamento e métodos de pesquisa dominantes, denominados paradigmas, e evoluem para a prática normal de pesquisa até o momento de emersão de revoluções que solapam o pensamento dominante, substituindo-o por outro
19 Método Dedutivo
19.1 Parte de premissas que são consideradas verdadeiras (paradigmas) que levam a proposições teóricas verdadeiras
20 Método Indutivo
20.1 Parte do princípio de que observações bem feitas e consistentes levam a premissas prováveis
21 A pesquisa científica comporta vários métodos ou técnicas, que variam de acordo com o critério adotado para seu uso
21.1 O procedimento da ciência formal pode ser chamado de dedutivo com teste ou hipotético-dedutivo, pois parte de uma proposição, retirada da reflexão teórica, e busca confrontá-la com a realidade, por meio de técnicas apropriados de extração, tratamento e análise de dados e informações
22 Popper e as Proposções das Ciências Aplicadas
22.1 Todo conhecimento tem origem na ciência básica, navegando posteriormente para aplicações tecnológicas e inovações de mercado
22.2 Kline e Rosenberg (1986): chain-linkedmodel
22.2.1 Trata-se de forma interativa a relação entre pesquisa básica, aplicada, tecnologia e inovação, cada qual agregando valor ao conhecimento e interagindo com feedbacks entre uma etapa e outra
22.3 Stokes (1997): Quadrantes da Pesquisa
22.3.1 Pesquisa Básica Pura
22.3.1.1 A busca é pela teoria pura ou entendimento fundamental. Não tem uso prático ou não foi construída para ter qualquer aplicação no curto ou longo prazos, muito embora possam ao longo do tempo tornar-se aplicadas
22.3.2 Pesquisa Básica para Uso
22.3.2.1 Busca unir a pesquisa básica com a maior ou menor aplicabilidade ou uso de um determinado conhecimento
22.3.3 Pesquisa Aplicada Pura
22.3.3.1 Voltada para o desenvolvimento de produtos, processos e serviços que tenham uma aplicação imediata, que garantam que o conhecimento encontre uma inovação capaz de ser validada pelo mercado ou pela sociedade devido à sua utilidade prática
Show full summary Hide full summary

Similar

PARADIGMAS DA CIÊNCIA
Davi Lima Iacomini
CONSTRUTIVISMO
Davi Lima Iacomini
Fundamentos Epistemológicos da interdisciplinaridade
nanni.sousa
enzymes and the organ system
Nour
Physics equations
helensellers75
NCEA level 1 Genetics
Summery16
Physical Geography
clongworth25
Forms of Business Ownership Quiz
Noah Swanson
The Weimar Republic, 1919-1929
shann.w
AN ECONOMIC OVERVIEW OF IRELAND AND THE WORLD 2015/16
John O'Driscoll
PSBD TEST 1
amrik.sachdeva