Amor Líquido-Bauman

Lourane Santos
Mind Map by , created over 2 years ago

Mind Map on Amor Líquido-Bauman, created by Lourane Santos on 03/25/2017.

6
0
0
Tags No tags specified
Lourane Santos
Created by Lourane Santos over 2 years ago
Edexcel Biology Topic 1 and 2 AS
Emily Carson
infrastructure midterm
maxwell3254
Physics Review!
Nicholas Weiss
Costume History Slidshow
Jemi Armstrong
American West GCSE History Revision
Jasmine Box
Hitler's rise to power quiz
Tomiwa Oko-Osi
Epithelial tissue
Morgan Morgan
Speed, Distance, Time
Bradley Sansom
Crisis in Weimar Germany 1919-1923
KateMoriarty
AQA Sociology AS level
rhian-hay
Amor Líquido-Bauman
1 1. Apaixonar-se e desapaixonar-se
1.1 É possível que alguém se apaixone mais de uma vez.
1.2 Algumas pessoas se gabam ou se queixam de que apaixonar-se ou desapaixonar-se é algo que acontece de modo muito fácil.
1.3 As promessas de compromisso, "são irrelevantes a longo prazo".
1.3.1 Adrienne Burgess
1.3.2 "O compromisso é uma consequência aleatória de outras coisas: nosso grau de satisfação com o relacionamento; se nós vemos uma alternativa viável para ele; e se leva-lo adiante nos causaria uma perda importante em matéria de investimento.
1.4 O fracasso no relacionamento é muito frequentemente um fracasso na comunicação.
1.5 Todo esse aproximar-se e afastar-se para longe torna-se possível seguir simultaneamente o impulso de liberdade e a ânsia por pertencimento.
2 2. Dentro e fora da caixa de ferramentas da sociedade
2.1 O encontro dos sexos é o terreno em que a natureza e cultura se deparam um com o outro pela primeira vez
2.1.1 O sexo foi o primeiro ingrediente de que o homo sapiens foi naturalmente dotado sobre o qual foram trabalhadas distinções artificiais, convencionais e arbitrárias.
2.1.2 Lévi-Strauss
2.2 Atualmente a medicina compete com o sexo pela responsabilidade da "reprodução".
2.3 Houve uma época em que os filhos eram produtores. Nessa época, a divisão do trabalho e a distribuição dos papéis familiares se superpunham.
2.4 Quando se trata de objetos de consumo, a satisfação esperada tende a ser medida pelo custo, busca-se o " valor em dinheiro". Os filhos estão entre as aquisições mais caras que o consumidor médio pode fazer ao longo de toda a sua vida
2.4.1 A líquida racionalidade moderna recomenda mantos leves e condena as caixas de aço. Nos compromissos douradoras , a líquida razão moderna enxerga a opressão; no engajamento permanente percebe a dependência incapacitante.
2.4.1.1 Seu celular está sempre tocando ( ou assim você espera)
3 3. Sobre a dificuldade de amar o próximo.
3.1 A invocação de " amar o próximo como a si mesmo ", é um dos preceitos fundamentais da vida civilizada
3.1.1 Freud ( em O mal-estar na civilização)
3.1.2 Amar o próximo pode exigir um salto de fé. O resultado, porém, é o ato fundador da humanidade
3.1.2.1 Para termos amor-próprio, precisamos ser amados. A recusa do amor- a negação do status de objeto digno do amor-alimenta a auto-aversão
3.1.3 " Amar o próximo como a si mesmo" coloca o amor-próprio como um dado indiscutível, como algo que sempre esteve ali.
3.1.3.1 O amor-próprio é construído a partir do amor que nos é oferecido por outros
4 4. Convívio destruído
4.1 Um espectro paira sobre o planeta: o espectro da xenofobia. Suspeitas e animosidades tribais, antigas e novas, jamais extintas e recentemente descongeladas, misturam-se e fundiram-se a uma nova preocupação, a da segurança, destilada das incertezas e intranquilidades da existência líquido-moderna
4.1.1 A modernidade produziu desde o inicio e continua a produzir, enormes quantidades de lixo humano. Sendo ampla em dois ramos da indústria moderna. O primeiro deles era a produção e reprodução da ordem Social. O segundo era o progresso econômico, exigindo a incapacitação, o desmantelamento.
4.2 Nascimento e nação constituem uma só coisa, então todos os outros que ingressam ou desejam ingressar na família nacional devem imitar a nudez do recém-nascido ou serão compelidos a isso.
4.2.1 O poder de excluir não seria um marco da soberania se o poder soberano não tivesse primeiro se unido ao território.
4.2.1.1 " Sobre a humanidade em tempos sombrios" " Que cada homem diga o que considera a verdade,/e que a própria verdade seja confiada a Deus"
4.2.1.1.1 Lessing/ Arendt
4.2.1.1.2 Na era da globalização, a causa e a política da humanidade compartilhada enfrentam a mais decisiva de todas as fases que já atravessaram em sua longa história.

Media attachments