ELETROESTIMULAÇÃO Corrente Farádica

angel.m.alves
Mind Map by , created over 5 years ago

Mind Map on ELETROESTIMULAÇÃO Corrente Farádica, created by angel.m.alves on 05/13/2014.

154
1
0
Tags No tags specified
angel.m.alves
Created by angel.m.alves over 5 years ago
Key Biology Definitions/Terms
jane zulu
Physics 2
Peter Hoskins
The Berlin Crisis
Alina A
untitled 2
lola_smily
GRE Verbal Reasoning Vocabulary Flashcards 1
Sarah Egan
C6 Flash cards
Anna Hollywood
2014 GCSE History Exam Paper Setup
James McConnell
French Tense Endings
James Hoyle
IGCSE Physics formulas
Imani :D
Biology B2.3
Jade Allatt
ELETROESTIMULAÇÃO Corrente Farádica
1 utiliza eletrodos para conduzir corrente elétrica até a fibra muscular com o objetivo de estimular seu enrijecimento. trabalham contraindo e relaxando o músculo dando mais resistência e firmeza muscular, deixando a área menos flácida.
1.1 A contração muscular resultante da estimulação elétrica induzida por um aparelho segue o esquema da contração fisiológica do músculo.
1.1.1 COMO ACONTECE? A fibra sensitiva ativa a fibra motora através da sinapse na medula espianhal, acionando a placa motora, que é o local onde o nervo motor se encontra com o músculo, transmitindo o comando de contração.
1.1.1.1 EFEITOS
1.1.1.1.1 NERVOS MOTORES Contração muscular que será ainda mais potentes se a estimulação for feita no ponto motor. Este ponto é o local de maior excitabilidade e é onde o nervo se insere ao músculo mais eficiente.
1.1.1.1.2 NERVOS SENSITIVOS produz uma sensação de leve ardência
1.1.1.1.3 MÚSCULO (fibras musculares) Aumento do número de fibras musculares ATUANTES elevando o VOLUME e o tônus do musculo, melhorando a força e a resistência)
1.1.1.1.4 RETORNO VENOSO E FINFÁTICO E VEIAS (interior do músculo) ação de bombeamento, facilitando o retorno venoso linfático
1.1.1.1.5 CIRCULAÇÃO Com o trabalho muscular aumentaremos o aporte de oxigênio, consequentemente haverá um maior metabolismo, que acarretará um maior fluxo circulatório.
1.1.1.2 OBSERVAÇÕES
1.1.1.2.1 O período de repouso deve ser igual ou superior ao da contração para retardar a fadiga muscular
1.1.1.2.2 A contração muscular elétrica é mais desgastante do que a contração muscular gerada pela atividade fisiológica voluntária
1.1.1.2.3 Quanto maior a intensidade maior o número de unidades motoras em atividade
1.2 FIBRAS MUSCULARES
1.2.1 VERMELHAS Contração lenta; + tolerância a fadiga muscular; velocidade de condução do impulso elétrico lenta; frequência tetânica entre 20 e 30 Hz.
1.2.1.1 reto abdominal, posterior de coxa, paravertebrais
1.2.2 RANCASB Contração rápida; + sujeição à fadiga muscular; velocidade de condução do impulso elétrico rápida; frequência tetânica entre 50 e 150 Hz
1.2.2.1 glúteo; tríceps e braquial
2 INDICAÇÃO Fortalecimento muscular; relaxamento muscular; melhora da circulação local; auxilia na eliminação de toxinas; aumento e melhora do trofismo
3 CONTRA INDICAÇÕES Neoplasias; sobra área cardíaca; portadores de marcapasso; portadores de pinos ou placas metálicas na área de aplicação; gestantes; hipertensos descompensados; lesões musculares.
4 PARÂMETROS
4.1 RUSSA CORPORAL
4.1.1 FREQUÊNCIA 2500Hz
4.1.1.1 FRIBRA VERMELHA OU BRANCA
4.1.1.1.1 TEMPO 20´- 60´
4.1.1.1.1.1 Colocar gel nas placas
4.1.1.1.1.1.1 COLOCANDO OS ELETRODOS
4.1.1.1.1.1.1.1 Eletrodo positivo na origem e eletrodo negativo na inserção
4.1.1.1.1.1.1.2 PONTO MOTOR eletrodo positivo tem que estar na origem e o negativo deverá ficar na mão e com o dedo indicador tocar a região para descobrir o ponto motor (choque)
4.1.1.1.1.1.1.3 Depois que os eletrodos forem colocados ajusta a INTENSIDADE que será de acordo com a sensibilidade da cliente

Media attachments