SEMIOLOGIA DOS PARES CRANIANOS

Gabriel Rosário
Mind Map by , created over 2 years ago

ETPI - Eixo Teórico-Prático Integrado (Semiologia dos pares cranianos) Mind Map on SEMIOLOGIA DOS PARES CRANIANOS, created by Gabriel Rosário on 05/02/2017.

9
2
0
Tags No tags specified
Gabriel Rosário
Created by Gabriel Rosário over 2 years ago
Teaching Methods Every Educator Should Know
Micheal Heffernan
Using GoConqr to learn French
Sarah Egan
Psychopathology
Laura Louise
Les Aliments
dAnn dAnn
Legislative Branch
Mr. Vakhovsky
Break-even Analysis - FLASH CARDS
Harshad Karia
EBW: Onderwerp 1, Gr7 (KABV)
mvloch
An Inspector Calls: Sheila Birling
Rattan Bhorjee
A View from the Bridge Quotes
Emma Payne
PSBD TEST # 3_1_1
yog thapa
SEMIOLOGIA DOS PARES CRANIANOS

Annotations:

  • Paladar e olfato não são avaliados a menos que se suspeite de algo.
1 Olfativo (I)

Annotations:

  • SENSITIVO: Recepção e interpretação do olfato.
  • Examine a capacidade de reconhecer odores familiares. Uma narina de cada vez e com os olhos vendados.
1.1 Reconhecimentos da amostra

Annotations:

  • Utilizar três frascos com odores familiares. Ex.: café, canela, cravo, tabaco, álcool etc.
  • Utilizar primeiro a substância aromática menos perceptível. Ex.: Laranja ou extrato de hortelã.
  • Certificar-se da permeabilidade das narinas do paciente. Fechar os olhos do paciente. Ocluir, alternadamente, cada uma delas enquanto o paciente inspira e expira. Alternar o tipo de odor para quando cada narina for testada.
  • Permitir períodos de repouso entre a apresentação dos odores.
2 Óptico (II)

Annotations:

  • SENSITIVO: Acuidade visual e campos visuais.
  • Examinar a acuidade visual com o cartão de Sellen e, para visão de perto, o cartão de Rosenbaum. Realizar o exame oftalmológico de fundo de olho.

Attachments:

3 Oculomotor, Troclear e Abducente (III, IV e VI)

Annotations:

  • OCULOMOTOR MOTOR: Levanta as pálpebras, a maioria dos movimentos extra-oculares. PARASSIMPÁTICO: Constrição pupilar, mudança na forma do cristalino.
  • TROCLEAR MOTOR: Movimento ocular para dentro e para baixo.
  • ABDUCENTE MOTOR: Movimento lateral dos olhos.
3.1 Movimento dos olhos

Annotations:

  • Avaliar os movimentos oculares através dos seis pontos cardeais do olhar.
3.2 Pupila

Annotations:

  • Examinar seu tamanho, forma, resposta e acomodação à luz.
3.3 Pálpebras

Annotations:

  • Examinar a abertura das pálpebras superiores.
4 Trigêmeo (v)

Annotations:

  • MOTOR: Abertura e fechamento da mandíbula, trituração e mastigação. SENSITIVO: Sensibilidade da córnea, glândulas lacrimais, conjuntiva, pálpebras, região frontal, nariz, mucosas nasal e oral, dentes, língua, orelhas e da pele facial.
4.1 Função motora

Annotations:

  • Observar a face a procura de atrofias musculares, desvios de mandíbula e fasciculações.
4.1.1 M.M. da Mastigação

Annotations:

  • 1. Pedir que o paciente aperte firmemente os dentes; 2. Palpe os músculos sobre a mandíbula; 3. Avaliar tônus uniforme e simétrico, sem fasciculações.
4.2 Função sensitiva

Annotations:

  • Avaliar sensibilidade tátil aguda, romba (ponta quebrada) e superficial.
  • 1. Paciente com olhos fechados; 2. Tocar alternadamente (cuidado com padrões previsíveis) com um abaixador de língua com uma das pontas quebradas; 3. Tocar cada lado da face no couro cabeludo, na bochecha e no queixo; 4. Peça que o paciente descrimine-lhe se a sensação é aguda ou romba.
  • 1. Paciente com olhos fechados; 2. Tocar alternadamente (cuidado com padrões previsíveis) com um cotonete ou um pincel; 3. Tocar cada lado da face no couro cabeludo, na bochecha e no queixo; 4. Peça que o paciente descrimine-lhe o que sente.
  • A sensibilidade da mucosa bucal é avaliada com um aplicador de madeira.
4.2.1 Sensibilidade térmica

Annotations:

  • Caso a sensibilidade esteja comprometida use tubos de ensaio cheios com água quente e fria dentro de uma faixa de temperatura confortável.
  • Compara a distribuição sensitiva térmica com o padrão de distribuição da sensibilidade primária.
4.2.2 Reflexo corneano

Annotations:

  • 1. Peça que o paciente olhe para cima e para fora; 2. Aproxima com cuidado, evitando os cílios, um cotonete da córnea do paciente; 3. Repetir o procedimento na outra córnea; 4. É esperado um reflexo de piscar simétrico e simultâneo entre os olhos. (REMOVER LENTES DE CONTATO, pacientes em contínuo uso delas podem desenvolver insensibilidade a esse reflexo).
5 Facial (VII)

Annotations:

  • MOTOR: Movimentos dos músculos da expressão facial (exceto o mandibular), fechar as pálpebras, sons labiais da fala (b, m, v e vogais redondas). SENSITIVO: Paladar (2/3 anteriores da língua, sensibilidade da faringe). PARASSIMPÁTICO: Secreção de saliva e lágrimas.
5.1 Expressões faciais

Annotations:

  • 1. Franzir a testa, elevando as sobrancelhas; 2. Sorrir; 3. Insuflar as bochechas; 4. Faça bico e sopre; 5. Mostre os dentes; 6. Apertar bem os olhos.
  • Procure por tiques, movimentos faciais não usuais e assimetria de expressão.
5.1.1 Fraqueza muscular unilateral

Annotations:

  • Extravasamento de saliva daquele lado, achatamento da prega nasolabial e flacidez da pálpebra inferior.
5.2 Sons labiais

Annotations:

  • Ouvir o paciente falar (b, m, p, vogais redondas).
5.3 Paladar

Annotations:

  • 1. Quatro frascos rotulados, aplicadores e cartão listando os gostos; 2. Paciente com a língua em protrusão (para fora) e sem poder ler os rótulos; 3. Aplicar uma solução de cada vez na parte adequada da língua; 4. Pedir que o paciente aponte no cartão o gosto escolhido; 5. Oferecer um gole d'água após cada estímulo; 6. O reconhecimento deve ser bilateral.
  • 2/3 ANTERIORES N. Facial (VII): Doce e salgado. 1/3 POSTERIORN. Glossofaríngeo (IX): Azedo e amargo.
6 Vestibulococlear (VIII)

Annotations:

  • SENSITIVO: Audição e equilíbrio.
6.1 Audição

Annotations:

  • Audiômetro ou testes simples de triagem.
6.2 Equilíbrio

Annotations:

  • Teste de Romberg.
7 Vago (X)

Annotations:

  • SENSITIVO: Sensibilidade atrás da orelha e da parte externa do canal auditivo. PARASSIMPÁTICO: Secreção de enzimas digestivas, peristalse, reflexo carotídeo, ação involuntária do coração, pulmões e aparelho digestório.
7.1 Sensibilidade Nasofaríngea

Annotations:

  • 1. Avisar ao paciente que irá testa o reflexo de vômito; 2. Tocar a parede posterior da faringe com um aplicado; 3. Observar o movimento do palato para cima e a contração dos músculos faríngeos; 4. A úvula deve permanecer na linha média. Não deve haver queda ou ausência dos arcos laterais ao palato mole.
7.2 Função motora

Annotations:

  • Inspeção da simetria do palato mole. 1. Peça ao paciente que abra a boca e diga "Ah!"; 2. Observe a simetria do movimento do palato mole e da úvula; 3. Lesão do X ou IX impede a elevação do palato mole, fazendo a úvula desviar-se da linha média.
  • 1. Peça para o paciente tomar um gole d'água; 2. Avaliar o fechamento da glote pela ausência de passagem retrógrada da água através do nariz;
8 Glossofaríngeo (IX)

Annotations:

  • MOTOR: Músculos voluntários da deglutição e fonação (sons guturais); SENSITIVO: Sensibilidade da nasofaringe, reflexo do vômito, paladar (1/3 posterior); PARASSIMPÁTICO: Secreção das glândulas salivares, reflexo carotídeo.
8.1 Função sensitiva
9 Acessório (XI)

Annotations:

  • MOTOR: Girar a cabeça, levantar os ombros e algumas ações na fonação.
9.1 Musculatura

Annotations:

  • Trapézio e esternocleidomastóide.
10 Hipoglosso (XII)

Annotations:

  • Motor: Movimento da língua para fala e sons articulados (l, t, d, n) e deglutição.
10.1 Língua

Annotations:

  • 1. Observá-la em repouso no assoalho da boca; 2. Observá-la em protusão para fora da cavidade bucal; Procurar por: fasciculações, assimetria, atrofia ou desvio da linha média.
  • 1. Pedir para que  paciente mova a língua dentro e fora da boca; 2. Para os lados, para cima em direção ao nariz e para baixo em direção ao queixo; 3. Checar a musculatura da língua pedindo que o paciente empurre-a contra a bochecha enquanto se faz resistência por fora com os dedos.