Tópico 1 - Métodos de investigação científica - QUANTITATIVO

sandra ferreira
Note by sandra ferreira, updated more than 1 year ago
sandra ferreira
Created by sandra ferreira about 3 years ago
33
0

Description

Métodos Quantitativos

Resource summary

Page 1

Métodos de investigação científica Breve histórico Segundo Martin (2003, p.2, citado por Silva, slide 4), o método quantitativo surgiu na Grã-Bretanha durante a 2ª Guerra Mundial (1939-1945), pois atendia às necessidades de militares, para perceberem os problemas táticos e estratégicos associados à defesa do país.  Ainda conforme o autor, os resultados positivos obtidos pela Grã-Bretanha, fez com que os Estados Unidos partilhassem deste conceito. Após esta descoberta as indústrias começaram a utilizar esta técnica de pesquisa, nomeadamente o método de survey e o uso do questionário, com o objetivo de resolver problemas industriais. Convém não confundir o método quantitativo com o método experimental, embora esta metodologia esteja integrada no método quantitativo. O método experimental aplicado às Ciências Sociais e Humanas (CSH) teve início nos finais do século XIX, com o surgimento da Psicologia e da Sociologia Científicas. Como é possível perceber no histórico do método quantitativo, sua função é direcionada para a objetividade e o senso prático. Podemos assim concluir que tal método de investigação científica se enquadra melhor dentro de perspectivas mensuráveis.  

Page 2

Características uma das condições determinantes para garantir a neutralidade entre o investigador e o objeto de estudo é conceber instrumentos rigorosos, que sejam objeto de um processo de validação científica, antes mesmo de os aplicar no campo (Canastra, Haanstra & Vilanculos, 2015). para que se garanta esta objetividade, importa seguir determinadas regras lógicas (o método científico, onde se destaca o método experimental); sustenta que, mesmo experiências e dimensões subejtivas, podem ser estudadas de modo objetivo; sustenta a ideia que existe uma realidade objetiva, que pode ser conhecida de forma confiável; Existem diferentes abordagens no que diz respeito ao método de investigação quantitativa. Para Fortin (2003), na sua abordagem ao método refere-se do seguinte modo: …um processo sistemático de colheita de dados observáveis e quantificáveis. É baseado na observação de factos objetivos, de acontecimentos e de fenómenos que existem independentemente do investigador (p. 22).   Abordando um outro aspecto do método quantitativo os autores Sampieri, Collado, & Lucio (2006), afirmam que: Enfoque quantitativo: usa coleta de dados para testar hipóteses com base na medição numérica e na análise estatística para estabelecer padrões de comportamento (p. 5).   Como meio de alcançar um melhor entendimento do enfoque do método quantitativo, podemos optar por caracteriza-lo como uma realidade objetiva e independente, em relação a crenças e a experiências subjetivas. Dessa maneira, é possível salientar as seguintes características:     No que diz respeito ao papel do investigador, este deverá ser o de observador, que se valerá de teorias científicas, instrumentso de recolha de dados válidos e fiáveis e de procedimentos estatísticos descritivos e inferenciais, mormente os  testes paramétricos e não paramétricos. Dos diferentes métodos de enfoque quantitativo, destacam-se três tipos que poderão ser utilizados para recolher informações/dados.   As metas do método quantitativo buscam: a medição numérica em busca de quantidades; diferenças e associações entre fenômenos (variáveis).  

Page 3

O Inquérito por questionário é uma técnica de investigação que permite a recolha de informação diretamente de um interveniente na investigação, por meio de um conjunto de questões organizadas segundo uma determinada ordem. De acordo com Tuckman (2000), este é um dos processos mais diretos para encontrar informação sobre o fenômeno que se estuda, que consiste na formulação de questões aos envolvidos e relacionados com determinado fenômeno. No entanto, desenvolver um questiponário válido e fiável não é tarefa fácil e necessita de conhecimentos teóricos e estatísticos sólidos . Entende-se por  método correlacional, o relacionamento entre as variáveis presentes numa investigação.  Esta relação diz-se direta ou positiva, quando uma das variáveis muda de valor na mesma direção da outra com a qual se estabelece a correlação, ou inversa ou negativa, quando uma variável muda o valor numa direção, e a outra com a qual se estabelece a correlação muda na direção oposta. Os valores de correlação entre duas variáveis vão de -1 a +1, sendo que o valor 0 significa que não existe qualquer relação estatística entre as duas variáveis. Por exemplo, se existir uma correlação forte e positiva entre o Quociente Intelectual (QI) de um grupo de estudantes e o seu sucesso académico, por exemplo de .90, isto significa que quanto mais elevados forem os valores do QI mais elevadas são as classificações dos estudantes. Se este valor estiver próximo do zero significa que a correlação é fraca e se este valor for negativo significa que há uma relação inversa. O Método experimental é um método em modo de teste ou ensaio, comumente reconhecido nas pesquisas de laboratório das ciências físicas e biológicas, mas também usado em Psicologia e outras CSH, onde se incluiu a Educação.  

Page 4

​​​​​​​Análise dos dados na método quantitativo O método quantitativo, quando usa o inquérito por questionário, tende a ser descritivo e a relacionar variáveis. Permite uma abordagem minuciosa do objeto de estudo, os dados são analisados de forma indutiva pelo investigador, pois as percepções são construídas à medida que os dados vão sendo recolhidos e o significado assume uma importância vital para o êxito do estudo, pois existe uma preocupação em compreender o modo como os sujeitos interpretam as experiências vividas e as analisam. Segundo Murteira (1993, p. 5), os dados que concentrarem informações, deverão ser organizados e deverá ocorrer a escolha do método estatístico a ser utilizado. Para que ocorra a análise dos dados de natureza quantitativa, estes deverão ser apresentados em formato numérico.  Ainda segundo Murteira há duas posições para reconhecer os principais objetivos da análise de dados: Exploração dos dados para descobrir ou identificar os aspectos ou padrões de maior interesse; Representação dos dados de maneira a destacar ou chamar a atenção para esses aspectos ou padrões.   Nas investigações onde ocorre a utilização do inquérito por questionário para a recolha dos dados, o tratamento recomendado é que os dados sejam apresentados em quadros que contenham as respectivas referências numéricas e frequência relativa, com a apresentação da amostra. Ao investigador é indicado, caso pretenda obter diferenciações ou associações entre fenômenos (varáveis), realizar a correlação dos dados.  Se a investigação quantitativa usar o método experimental e um dos seus diferentes designs, pode também apresentar os dados em quadros ou tabelas com frequências e estatísticas descritivas (média, desvio-padrão, nota mínima e nota máxima) mas deve incluir a estatística inferencial para testar as hipóteses formuladas pelo investigador. Um estudante que se está a iniciar na investigação em educação deve sempre trabalhar com um investigador experiente e que saiba quais os testes estatísticos mais adequados para testar as hipóteses formuladas.

Page 5

Show full summary Hide full summary

Similar

MAPA MENTAL - METODOLOGIA DO ENSINO SUPERIOR
ilda_silverio
Metodologia Entre Jovens - Matemática_1
ninabbassini
Simulado de Química
Marina Faria
Conhecimentos Gerais
GoConqr suporte .
Simulado Biologia
Marina Faria
Simulado Inglês
Marina Faria
7 Tendências Educacionais
GoConqr suporte .
Simulado Filosofia
Marina Faria
Simulado Matemática
Marina Faria
Simulado Geografia
Marina Faria
Célula Animal X Célula Vegetal
Marília Mendes