TIPOS DE ORGANIZAÇÃO

Fernando Luiz
Note by Fernando Luiz, updated more than 1 year ago
Fernando Luiz
Created by Fernando Luiz over 7 years ago
51
1

Description

ADMINISTRAÇÃO Note on TIPOS DE ORGANIZAÇÃO, created by Fernando Luiz on 12/22/2013.

Resource summary

Page 1

TIPOS DE ORGANIZAÇÃO

Organização Linear→ forma estrutural mais simples e antiga→ possuem o princípio da autoridade linear (princípio escalar)→ existem linhas diretas e únicas de autoridade e responsabilidade→ linhas de comunicação são rigidamente estabelecidas→ típica em pequenas empresasAutoridade linear ou única→ significa dizer que entre os superiores e subordinados existem linhas diretas e únicas de autoridade e de responsabilidadeComunicação formal→ comunicação limitada exclusivamente às relações formais descritas no organograma; portanto, possui apenas 2 terminais de comunicação (para baixo e para cima)Centralização→ decisões no topo do organograma: só existe uma autoridade máxima que centraliza todas as decisões e o controle da organizaçãoAspecto piramidal→ a medida que sobe a escala hierárquica, diminui o número de cargosVantagens→ Estrutura simples e de fácil compreensão→ Facilidade de implantação→ Clara delimitação das responsabilidades dos órgãos e notável precisão de jurisdição→ Bastante estável graças a centralização do poder e do controleDesvantagens→ A rigidez e a inflexibilidade da organização linear dificulta a inovação→ Pode se tornar autocrática pela centralização do poder→ A unidade de comando torna os chefes generalistas, o que pressupõe a existência de chefes capazes de saber tudo→ Problemas na comunicação

Organização Funcional→ Autoridade funcional ou dividida: cada subordinados reporta-se a muitos superiores. Poder doespecialista com base no conhecimento e não na hierarquia;→ Linhas diretas de comunicação: sem necessidade de intermediários é capaz de ser mais ágil→ Descentralização das decisões: as decisões são delegadas aos órgãos que possuem conhecimento necessário para melhor implementá-las.→ Ênfase na especialização: há uma profunda separação das funções de acordo com as especialidades envolvidasVantagens→ A especialização permite que cada órgão concentre-se em sua função gerando maior eficiência→ Permite uma supervisão técnica;→ Desenvolve uma comunicação direta sem intermediários ou necessidade de seguir canais formais →mais rápida e menos sujeita a distorções→ Separa as funções de planejamento e de controle das funções de execução → divisão entre quem pensa e quem fazDesvantagens→ Perda da autoridade de comando caracterizada pela dificuldade de órgãos superiores em comandar os de níveis mais baixo→ Subordinação múltipla: nem sempre os órgãos sabem exatamente a quem recorrer para resolver determinados problemas, gerando indeterminação das responsabilidades→ Tendência à concorrência entre os especialistas: a tendência em impor seu ponto de vista à organização leva a perda da visão do todo→ Confusão quanto aos objetivos: a perda da visão do conjunto pode levar a multiplicidade de objetivosQuando utilizar→ Quando a organização, por ser pequena, tiver uma equipe de especialistas bem entrosada→ Quando a organização delegar, durante um certo período de tempo, a algum órgão especializado autoridade funcional sobre os demais.

Organização Linha de StaffCaracterísticas→ Mais utilizada forma de organização;→ Resultado da combinação de dois tipos de estruturas: linear e funcional, com predomínio da primeira→ Busca incrementar suas vantagens (mantêm o princípio da autoridade única) e reduzir suasdesvantagens (assegura assessoria especializada)→ Coexistência entre as linhas formais e as linhas diretas de comunicaçãoCritérios de distinção entre linha e staff→ Relacionado aos objetivos: todas as atividades relacionadas ao objetivo principal da organização, ouatividades fins, serão de linha; enquanto que as demais serão de staff, ou atividades meio→ Órgãos executores ou operacionais pertencem a linha→ Órgãos de apoio ou consultores pertencem ao staffVantagens→ A assessoria especializada não pode interferir nos órgãos em que presta serviços, mantendo-se, dessa forma, o princípio da autoridade única→ Atividade conjunta entre os órgãos: enquanto os de linha se dedicam as atividades básicas, os de staffresponsabilizam-se pela execução de serviços especializados. Dessa forma cada órgão atua na sua especialidadeDesvantagens→ Possibilidade de conflitos: o assessor tem geralmente melhor formação, enquanto que o gerente de linha tem mais experiência, o que predispõe a uma rejeição de idéias→ O assessor pode alegar que o seu projeto falhou por que foi mal executado e, por sua vez, o gerente de linha pode alegar que era teórico demais→ A assessoria representa custos elevados à empresa, o que pode levar ao assessor a apresentar projetos em quantidade a fim de justificarem seus custos→ Ao recomendar, o assessor não tem responsabilidade sobre os resultados

TIPOS DE ORGANIZAÇÃO

Show full summary Hide full summary

Similar

Direito Constitucional focado (INSS 2016) - Direitos e Garantias Fundamentais e Administração Pública
Thiago Amério
ADMINISTRAÇÃO - OS CLÁSSICOS
Nathalino Pachêco
Abordagens de Gestão
sa.sousa
T1 - ADMINISTRAÇÃO E O ADMINISTRADOR
Dayene Campos
A APRENDIZAGEM PROFISSIONAL EM UMA EMPRESA DE COMUNICAÇÃO: UM ESTUDO À LUZ DA APRENDIZAGEM INFORMAL
eduarda Fernandes
Tecnologia e Administração
Erika Lots
TEORIAS SOBRE LIDERANÇA
Fernando Luiz
Conceito de Gestão Produtiva
Ana Cristina Ush
Funções administrativas
brunocmt
Teoria Geral da Administração(TGA)
Flávio Machado Lobo
AFO - Administração Financeira Orçamentária
fe.r.m