Manual para Elaboração de Questões Objetivas e Contextualizadas - Volume III - Clique na primeira página

Jorge Arevalo
Note by Jorge Arevalo, updated more than 1 year ago
Jorge Arevalo
Created by Jorge Arevalo almost 5 years ago
178
0

Description

Conteúdo do Volume III

Resource summary

Page 2

Orientações para Elaboração de Questões Objetivas de Múltipla-EscolhaInstruções geraisOs itens mencionados abaixo, devem ser discutidos e padronizados de acordo com asnecessidades de cada curso.- Finalidade da prova: (1) diagnóstico de conhecimentos prévios; (2) identificação dedificuldades de aprendizagem; (3) avaliação de desenvolvimento anual; (4) certificaçãode curso, grau de ensino ou conclusão de disciplina.- Objetos de avaliação: conteúdos e habilidades.- Tipo de prova: objetiva ou prova mista.- Tempo de duração: 3-4 minutos por questão.- Correção e valorização das questões: a prova será recolhida e os rascunhos serão considerados, bem como o gabarito.- Sobre os procedimentos para orientar a resolução das questões, pergunta-se: O que responder primeiro? Quando não souber, deve deixar questões em branco? Deve “chutar” ou responder somente o que sabe?- Sobre a finalização e entrega da prova: deve-se reservar um tempo para rever as questões? No caso de dúvidas, como proceder?

Page 3

Sobre a questão- Cada questão deve ser elaborada para avaliar pelo menos um objetivo de aprendizagem;verifique se o tipo de questão adotado é o mais adequado ao conteúdo e habilidadeavaliados.- Cada questão deve estimular o estudante a desenvolver alguma capacidade cognitiva (avaliar, sintetizar, aplicar, analisar, compreender, reconhecer, etc.).- As questões de prova não devem ser vinculadas entre si, isso pode acarretar erros em cadeia.- Deve-se utilizar preferencialmente ilustrações originais (imagens, tabelas, quadros, reportagens, etc.).- As ilustrações e textos devem estar devidamente referenciados.- O texto de ser preciso e apresentar o sentido completo. O questionamento deve ser claro. A compreensão textual deve ser facilitada, evitando-se frases ou textos complementares que possam ser considerados supérfluo.- Todas as informações contidas na questão devem ser necessárias para a análise e obtenção da resposta.- Uma questão de múltipla escolha pode conter uma estrutura com: instruções, suporte (textos, imagens, gráficos, etc.), enunciado (contexto, situação-problema e comando) e opções de resposta (distratores e resposta correta).

Page 4

Sobre a situação-problema- Certifique-se de que o problema está diretamente relacionado a um tópico e habilidade de cada descritor proposto na matriz de referência da avaliação.- Deve estar em harmonia com o Contexto e o Comando da questão.- A situação-problema deve instigar o estudante na busca pela resposta da questão.- Ao enunciar o problema, deve-se apresentar todas as informações de que o aluno precisa para se situar sobre o quê o item aborda e que é objeto de análise.- Deve conter informações precisas e necessárias para resolução da questão e jamais conter informações que possam confundir o estudante, contradizendo outras informações contidas no próprio enunciado da questão.- Deve ser um elo de ligação entre o contexto e o comando da questão.

Page 5

Opções de resposta- O gabarito não pode dar margem a dúvidas. As opções de resposta devem ser convidativas.- Os distratores devem ser respostas plausíveis que têm a função de atrair quem não sabe e escolhe a resposta sem utilizar critérios ou fundamentos.- Para evitar acertos ao acaso, os distratores devem ser aceitáveis como possibilidade de resposta para a questão, pelo menos numa análise mais superficial, mas não correspondem satisfatoriamente ou em sentido completo ao que é solicitado em relação ao tópico de conteúdo e à habilidade avaliados.- Redigir distratores requer atenção e dedicação do professor, muitas vezes o professor é zeloso na redação da opção de resposta correta e um pouco descuidado na elaboração dos distratores, tornando o item de menor qualidade.- Os distratores vinculam-se ao enunciado do problema e com ele fazem sentido gramaticalmente completo, mas são independentes entre si.- Uma opção de resposta não deve depender da outra (distrator ou opção correta).- Os distratores devem apresentar sintonia com o gabarito e poderiam ser respostas corretas para outras perguntas.- As opções de resposta (distratores e resposta correta) devem apresentar similaridade de estilo e complexidade de redação, mantendo um padrão homogêneo de opções de resposta através da harmonia de conteúdos que todas abordam, bem como a extensão do texto, o nível de dificuldade, a estrutura sintática, a abrangência do que enfocam, o estilo e a correção linguística.- Nas opções de resposta não se deve misturar assuntos, criar detalhes para falsear, variar o foco, introduzir termos dúbios ou controversos, nem palavras que são pistas de resposta.

Page 6

Etapas na Elaboração de QuestõesPrimeira etapaDelineamento da matriz de referência da avaliação. Na avaliação da aprendizagem, amatriz de referência pode ser baseada na própria matriz curricular ou uma outra criadaespecificamente para determinadas avaliações. A matriz define os conteúdos e ascompetências a serem avaliadas e apresenta os descritores para os itens.Segunda etapaDefinir qual é o tipo de questão mais adequado, levando em consideração a natureza doconteúdo, tipo de comando e contextualização.Terceira etapaO elaborador cria sua estrutura a partir da problematização. Problematizar consiste emtransformar um conhecimento em uma situação-problema ou em um desafio quefuncionará como estímulo para a produção de respostas ou busca de soluções. Essa etaparequer uma revisão de bibliografia atualizada e uma pesquisa de informações sobre osconteúdos focalizados. É nesse processo que o elaborador consegue problematizar eencontra recursos para compor e redigir uma situação-problema bem contextualizada.Também, é a fundamentação teórica e a revisão bibliográfica que fornecem subsídios paraa criação de distratores, que sejam respostas plausíveis, evitando-se alternativasinventadas ou mentirosas que pouco ou nada contribuem para a avaliação.Quarta etapaRedigir de forma clara e objetiva o comando e as instruções para resposta da questão.Algumas questões necessitam além do comando de um texto com instruções para guiar oestudante na análise da questão.

Page 7

Recomendações Gerais para a Elaboração de Questões ObjetivasRecomendações para o enunciado e opções de resposta- Evite utilizar mais de um assunto na mesma questão.- Evite termos absolutos, como: nunca, sempre, todos, entre outros.- Racionalize o tamanho do enunciado e das opções de resposta. Textos demasiadamente grande são cansativos e dispersam os alunos.- Não tente ludibriar o estudante com opções de resposta do tipo “casca de banana”.- Procure não utilizar termos negativos (incorreto, exceto, não, errado, nenhuma, etc.).- Caso seja inevitável a utilização de termos negativos, grife a palavra que indicar.- Evite repetir termos nas opções de resposta, isso pode causar uma confusão desnecessária durante a análise da questão, pelo aluno. Caso o termo se repita em todas das opções de resposta, o elaborador tem a possibilidade de inclui-lo no Comando da questão.- Construa justificativas para todas as opções de resposta (corretas e incorretas).- As justificativas das opções de resposta devem apresentar argumentos consistentes que explique o acerto ou o erro. Informe a memória de cálculo caso a questão envolva algum tipo de cálculo.- Considere o tempo mínimo de 3 minutos e máximo de 4 minutos para resolução de cada questão.

Page 8

Regras de pontuação para as opções de respostaPontue as alternativas e observe as regras para a sua redação de acordo com a sua áreade conhecimento. Observe os quadros a seguir:

Page 9

ReferênciasBRASIL. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Guia deElaboração e Revisão de Itens. Volume 1. Brasília, 2010.BRASIL. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Prova demedicina. ENADE, 2010.TAXONOMIA DOS OBJETIVOS EDUCACIONAIS. In: WIKIPÉDIA, a enciclopédia livre. Flórida:Wikimedia Foundation, 2015. Disponível em:<https://pt.wikipedia.org/w/index.php?title=Taxonomia_dos_objetivos_educacionais&oldid=42832373>. Acesso em: 24 ago. 2015.KHAN, S. Um mundo Uma escola – A educação reinventada. Editora Intrínseca, ed. 1, 2012.Realização:Fabrício de Melo GarciaE-mail: fabriciomgarcia@gmail.comFormatação, implantação de recursos didáticos (web designers)Equipe do Curso de Educação em Saúde

Show full summary Hide full summary

Similar

Avaliação de aprendizagem em EaD
Tais Bressane
Tutoria em EaD
Wirlanda Josino
Design Didático e Materiais Educacionais Digitais para EAD
ROSANE ARAGÃO ARANTES
TUTORIA EM EaD
Wirlanda Josino
Introdução ao EAD
Ricardo Oliveira
Docente EAD
Daniela Cherobin6085
Mapa conceitual em EAD
Janja
EAD em FlahsCards
Wirlanda Josino
EAD E SUAS MÚLTIPLAS POSSIBILIDADES
deusicosta
Desafios do Professor EAD
Robson Santos
Fórum EaD
Wirlanda Josino