SIMULADO DO SPAECE PORTUGUÊS 3º ANO 2014

Question 1 of 20

Medal-premium 1

1) Para responder às questões de números 1 a 6, leia o artigo abaixo.
POR QUE O MUNDO ESTÁ TÃO DESORIENTADO
Domenico de Masi
Se eu tivesse de indicar qual denominador comum psicológico caracteriza a sociedade atual no
mundo inteiro, não teria dúvida. Alguns povos são dominadores, outros, submissos; alguns são tímidos,
outros agressivos. Há os desorganizados e os extremamente metódicos. Alguns são laicos e outros
fundamentalistas. Também existem os povos voltados para a modernidade e outros que são
tradicionalistas. No entanto, todos os povos do mundo estão, hoje, desorientados.
O que leva a essa desorientação é a rapidez e a multiplicidade das mudanças. Seis séculos antes
de Cristo, quando as transformações ocorriam lentamente, Heráclito escreveu: "É na mudança que as
coisas se assentam". Mas poderíamos dizer isso hoje? A invenção das técnicas para dominar o fogo, o
desenvolvimento da agricultura e do pastoreio na Mesopotâmia, as grandes descobertas científicas e
geográficas realizadas entre os séculos XII e XVI representam saltos. No entanto, nenhuma dessas
mudanças se realizou em espaço de tempo inferior à vida média de uma pessoa. Nenhum ser humano
pôde assistir ao processo inteiro.
Hoje as coisas são diferentes. Ao longo de poucas décadas, passamos de uma economia
industrial centrada na produção de automóveis e de eletrodomésticos a uma economia pós-industrial
centrada na produção de serviços, informação, símbolos, valores e estética. Passamos de uma cultura
moderna de livros e de jornais a uma pós-moderna feita de televisão e internet. Saímos do poder exercido
por capitães da indústria para o de cientistas, artistas e da mídia de massa. (...)
É como se, de improviso, uma imensa avalanche, uma enorme massa d’água, uma erupção
vulcânica e um terremoto se abatessem de uma só vez sobre uma região tranquila, aterrorizando seus
habitantes. Alguns desses habitantes talvez até contassem com a destruição, mas a grande maioria foi
surpreendida durante o sono e vive agora na maior desorientação.(...)
Quem está desorientado passa, de fato, por uma profunda sensação de crise, e quem se sente
em crise deixa de projetar o próprio futuro. Quando uma pessoa, uma família ou um país renuncia a
projetar seu futuro, outro o projetará no lugar deles. E não fará por bondade altruísta, mas em proveito
próprio.
(Revista Época, p. 92, 13/09/2007)
1. Assinale a alternativa que melhor expresse a tese defendida pelo texto.

Select one of the following:

  • A) Alguns povos são dominadores; outros, submissos .

  • B) Alguns povos são tímidos; outros, agressivos.

  • C) É desnecessário fazer projetos para o futuro.

  • D) Todos os povos do mundo estão, hoje, desorientados.

Question 2 of 20

Medal-premium 1

2) Identifique a alternativa que apresenta marcas do autor e do leitor do artigo, respectivamente:

Select one of the following:

  • A) “tivesse de indicar qual denominador comum psicológico”.
    “Alguns desses habitantes talvez até contassem com a destruição"

  • B) “Heráclito escreveu: ‘É na mudança que as coisas se assentam’”.
    “Nenhum ser humano pôde assistir ao processo inteiro”.

  • C) “A invenção das técnicas para dominar o fogo, (...) representam saltos.”
    No entanto, nenhuma dessas mudanças se realizou"

  • D) “não teria dúvida”. “poderíamos dizer isso hoje?

Question 3 of 20

Medal-premium 1

3) . Leia as sentenças abaixo.
I."Há os desorganizados e os extremamente metódicos".
II."Também existem os povos voltados para a modernidade e outros que são tradicionalistas".
III."Saímos do poder exercido por capitães da indústria para o de cientistas, artistas e da mídia de
massa".
Assinale a alternativa que apresenta somente argumentos relacionados à tese:

Select one of the following:

  • A) ) I.

  • B) II e III.

  • C) III.

  • D) I, II e III.

Question 4 of 20

Medal-premium 1

4) “Passamos de uma cultura moderna de livros e de jornais a uma pós-moderna feita de
televisão e internet”.
Indique o trecho em que o autor emite uma opinião a respeito da constatação apresentada acima:

Select one of the following:

  • a) “Saímos do poder exercido por capitães da indústria para o de cientistas, artistas e da mídia
    de massa.“

  • b) “E não fará por bondade altruísta, mas em proveito próprio”.

  • c) “No entanto, nenhuma dessas mudanças se realizou em espaço de tempo inferior à vida
    média de uma pessoa”

  • d) “É como se, de improviso, uma imensa avalanche (...) se abatessem de uma só vez sobre
    uma região tranqüila, aterrorizando seus habitantes”.

Question 5 of 20

Medal-premium 1

5) De acordo com o autor, Heráclito teria escrito: "É na mudança que as coisas se assentam."
Assinale a alternativa que traz uma opinião divergente:

Select one of the following:

  • a) "(...) Todos os povos do mundo estão hoje desorientados."

  • b) "Se eu tivesse de indicar (...) não teria dúvida."

  • c) "Hoje as coisas são diferentes."

  • d) "Nenhum ser humano pôde assistir ao processo inteiro."

Question 6 of 20

Medal-premium 1

6) Em: "Alguns são laicos e outros fundamentalistas", pode-se deduzir que o povo fundamentalista
tem posições relacionadas com:

Select one of the following:

  • a) doutrinas religiosas.

  • b) modernidade.

  • c) industrialização.

  • d) desorientação

Question 7 of 20

Medal-premium 1

7) Para responder às questões de números 7 a 9, leia o texto abaixo.
LEMBRETES PARA O VESTIBULANDO
1. Parte do sucesso de sua prova depende de seu equilíbrio físico e mental, já que você deverá
se concentrar nas questões por um longo período de tempo.
2. Antes da prova, alimente-se com moderação, dando preferência a alimentos naturais e leves,
de digestão fácil.
3. Não estude na véspera da prova. Dê preferência a atividades que ajudem no relaxamento e vá
dormir mais cedo.
4. Programe-se para chegar com bastante antecedência ao lugar da prova e evitar, assim,
momentos de ansiedade.
5. Durante a prova, dê preferência à resolução imediata das questões que lhe pareçam mais
simples.
6. Ao final da prova, não deixe de conferir se respondeu a todas as questões e se transferiu todas
as respostas para a folha indicada.
O texto tem como finalidade:

Select one of the following:

  • a) ordenar pelo grau de importância as providências a serem tomadas pelo vestibulando.

  • b) prevenir o vestibulando para enfrentar situações imprevisíveis durante a prova.

  • c) orientar o candidato em relação ao método de estudo mais eficaz para a sua preparação

  • d) instruir o vestibulando quanto às providências prévias e às relacionadas ao momento da
    prova.

Question 8 of 20

Medal-premium 1

8) De acordo com o texto, o vestibulando deve:

Select one of the following:

  • a) alimentar-se moderadamente, chegar na hora e conferir as respostas.

  • b) alimentar-se moderadamente, chegar com antecedência e resolver antes as questões mais
    simples.

  • c) manter o equilíbrio físico e mental, estudar bastante e controlar a ansiedade.

  • d) dormir bem, resolver antes as questões mais difíceis e conferir as respostas.

Question 9 of 20

Medal-premium 1

9) Assinale a alternativa que expressa a justificativa para as recomendações:

Select one of the following:

  • a) Programe-se para chegar com bastante antecedência.

  • b) Não deixe de conferir se respondeu a todas as questões

  • c) Parte do sucesso de sua prova depende de seu equilíbrio físico e mental.

  • d) Não estude na véspera da prova.

Question 10 of 20

Medal-premium 1

10) Para responder às questões de números 10 a 15, leia o texto abaixo.
HERÓI DA LÍNGUA
Vocês se lembram do meu amigo Toninho Vernáculo. Já falei dele uma vez, contei histórias da
mania que tem de corrigir erros de português. Daí o apelido. Cansei de falar: deixa, Toninho, esta língua é
complicada mesmo, até autor consagrado escreve com dicionários e gramáticas à mão.
─ Pelo menos eles têm a humildade de consultar os mestres antes de dar a público o que
escrevem – respondia o Toninho na sua linguagem em roupa de domingo.
Lembram-se dele? Quando encontra erros de português no seu caminho, telefona para os
responsáveis, exige correções em nome da língua pátria e da educação pública. Coisas assim:
─ A placa do seu estabelecimento é um atentado contra a língua, induz as pessoas a achar que o
errado é o certo, espalha a confusão.
Ultimamente andava se controlando, me telefonava muito menos do que antes, relatando
atentados mais graves contra a boa linguagem, praticados por quitandeiros, padeiros, donos de
restaurantes, prestadores de serviços em geral – e pasmem: até pela prefeitura (em nomes de ruas), por
publicitários, jornais.
Dom Quixote da gramática, Toninho não se dava descanso. (...) Quixoteava lições, fosse qual
fosse o interlocutor:
─ Não é "fluído" que se diz, é fluido, com a tônica no u. "Fluído" é verbo, é particípio verbal, não
pode ser uma coisa. "Gratuíto" não existe, é gratuito que se diz, som mais forte no u. Homem não diz
"obrigada", isso é coisa de menino criado entre mulheres; menino fala "obrigado". (...) Bom, um dia desses,
telefonaram-me de madrugada: Toninho havia sido preso como pichador de rua. Quê, um homem de 70
anos? Havia algum engano, com certeza. Fomos para a delegacia, uma trinca de amigos.
Engano havia e não havia. Nosso amigo fora realmente flagrado pela polícia com spray e latinha
de tinta com pincel, atuando na fachada de uma casa comercial do bairro onde mora. Explicou-se: estava
corrigindo os erros de português dos pichadores! Começamos os esforços para livrá-lo da multa e da
denúncia, explicamos ao delegado que o ocorrido era fruto de uma mania dele, loucura leve. Por que
penalizá-lo por coisa tão pouca? Não ia acontecer de novo. Aí o delegado explicou qual era a bronca.
O Toninho havia pedido para ler seu depoimento, datilografado pelo escrivão, e começou a
apontar erros de português no texto do funcionário. A autoridade tinha a pretensão de ser também
autoridade em gramática. Aí melou, "teje" preso por desacato. Com dificuldade, convencemos o escrivão
da loucura mansa do nosso amigo, e ele liberou o herói da língua pátria.
(Ivan Ângelo Veja São Paulo, ano 40, no 2. 17 de janeiro de 2007. p.130)
Toninho Vernáculo, na narrativa, é:

Select one of the following:

  • a) personagem principal.

  • b) personagem antagonista.

  • c) ) narrador-personagem.

  • d) narrador em terceira pessoa.

Question 11 of 20

Medal-premium 1

11) "Por que penalizá-lo por coisa tão pouca?"
Assim como o lo, outras formas são usadas para referir-se a essa mesma pessoa que, no texto,
somente não é chamado de:

Select one of the following:

  • a) Toninho Vernáculo.

  • b) Dom Quixote da gramática.

  • c) amigo.

  • d) autoridade.

Question 12 of 20

Medal-premium 1

12) Toninho Vernáculo foi preso porque:

Select one of the following:

  • a) se tornou pichador profissional.

  • b) desacatou os amigos.

  • c) apontou os erros de português do escrivão.

  • d) era o Quixote da gramática.

Question 13 of 20

Medal-premium 1

13) O texto abaixo serve como base para as questões de números 16 a 19.
UMA TECNOLOGIA CONTROVERSA
Os genomas dos diferentes seres vivos, organizados
durante a evolução da vida na Terra, são eventualmente
alterados por mutações, mas esse processo é lento e limitado
por sistemas internos de proteção e por barreiras naturais entre
as espécies. Nas últimas décadas, porém, os cientistas
desenvolveram técnicas – chamadas, em seu conjunto, de
biotecnologia – que permitem alterar o material genético e até
transferir genes de uma espécie para outra.
As técnicas de transformação genética podem ser
consideradas uma continuação de uma longa lista de métodos
tradicionais de melhoramento, como a indução de mutações, a
hibridização entre espécies e gêneros, a duplicação de
cromossomos, a cultura de células e tecidos in vitro e a fusão
de células somáticas. A modificação de bactérias, animais e
plantas com essas novas técnicas, superando as barreiras naturais, vem gerando muita polêmica.
O ser humano, ao longo de toda a sua história, tem aplicado sua engenhosidade para ter acesso à
variabilidade genética disponível em organismos usando diversos métodos, entre eles mutações, seleção artificial,
hibridizações e, recentemente, a transgenia. Até há pouco tempo não era comum que mudanças tecnológicas
provocassem grandes discussões na sociedade.
Entretanto, por sua novidade e pelo aumento de sua incidência, a transgenia tem causado preocupações e
transformações, sejam de caráter científico, social, econômico ou cultural. Assim, a controvérsia provocada pelas
novas técnicas da biotecnologia, em especial o uso de organismos transgênicos ou de organismos geneticamente
modificados (OGMs), deve ser considerada uma mudança na percepção pública sobre a ciência e sobre as
consequências das suas aplicações tecnológicas.
(Obtido em http://cienciahoje.uol.com.br/852  com cortes)
Assinale a alternativa que melhor indica o tema do texto.

Select one of the following:

  • a) Como os seres vivos mudam naturalmente seu código genético.

  • b) De que modo alguns cientistas tentam subverter a natureza criando seres geneticamente
    modificados

  • c) Como se desenvolveram técnicas de modificação genética e sua repercussão na sociedade

  • d) De que maneira alguns cientistas podem beneficiar a sociedade e o planeta com as
    modificações genéticas por eles desenvolvidas.

Question 14 of 20

Medal-premium 1

14) O texto é ilustrado por um mapa. Considerando as informações da ilustração, da legenda do
mapa e do próprio texto, afirma-se que a utilização de organismos geneticamente modificados.

Select one of the following:

  • a) se expande em todo o mundo

  • b) está se restringindo apenas a alguns países.

  • c) só preocupa as áreas em que eles de desenvolvem.

  • d) está em declínio, visto que a sociedade não os aceita.

Question 15 of 20

Medal-premium 1

15) Releia o seguinte trecho, atentando ao segmento destacado:
I. “O ser humano, ao longo de toda a sua história, tem aplicado sua engenhosidade para ter
acesso à variabilidade genética disponível em organismos usando diversos métodos, entre
eles mutações, seleção artificial, hibridizações e, recentemente, a transgenia.”
II. "Entretanto, por sua novidade e pelo aumento de sua incidência, a transgenia tem causado
preocupações..."
Considerando as informações do artigo, conclui-se que:

Select one of the following:

  • a) a transgenia é apenas mais uma forma natural de modificação genética

  • b) a transgenia desencadeou as preocupações sociais com as modificações genéticas.

  • c) a sociedade não tem se preocupado suficientemente com o desenvolvimento e utilização
    dos transgênicos.

  • d) os transgênicos tornaram-se mais uma fonte de preocupação para a sociedade, que sempre
    condenou as alterações genéticas.

Question 16 of 20

Medal-premium 1

16) Releia o trecho inicial do texto:
“Os genomas dos diferentes seres vivos, organizados durante a evolução da vida na Terra, são
eventualmente alterados por mutações, mas esse processo é lento e limitado por sistemas
internos de proteção e por barreiras naturais entre as espécies.”
Contextualizando o trecho destacado, deduz-se que as modificações genéticas artificiais têm
como uma de suas características:

Select one of the following:

  • a) a rapidez com que se processam, e por isso diferem das modificações naturais.

  • b) a lentidão com que se processam, e por isso diferem das modificações naturais.

  • c) a rapidez com que se processam, e por isso são equivalentes às modificações naturais

  • d) a lentidão com que se processam, e por isso são equivalentes às modificações naturais.

Question 17 of 20

Medal-premium 1

17) Texto para a questão 20.
CHOCOLATE – DE MAL GOSTO
De Arnold Jago
Você sabia que em 1996 os australianos gastaram com chocolate quase a mesma quantia que o governo
australiano gastou em ajuda internacional aos países pobres?
Será que há algo errado com o estabelecimento de nossas prioridades?
O que você vai fazer a este respeito? Sim, você!
Arnold Jago, Mildura. Fonte: The Age, Terça-feira, 1º de Abril de 1997
A intenção de Arnold Jago na carta é provocar um sentimento de :

Select one of the following:

  • a) culpa.

  • b) diversão

  • c) dúvida.

  • d) medo.

Question 18 of 20

Medal-premium 1

18) Leia o texto abaixo para responder as questões 9 a 13.
EMERGÊNCIA
É fácil identificar o passageiro de primeira viagem. É o que já entra no avião desconfiado. O
cumprimento da aeromoça, na porta do avião, já é um desafio para a sua compreensão.
— Bom dia...
— Como assim?
Ele faz questão de sentar num banco de corredor, perto da porta. Para ser o primeiro a sair no caso
de alguma coisa dar errado. Tem dificuldade com o cinto de segurança. Não consegue atá-lo. Confidencia
para o passageiro ao seu lado:
— Não encontro o buraquinho. Não tem buraquinho?
Acaba esquecendo a fivela e dando um nó no cinto. Comenta, com um falso riso descontraído: “Até
aqui, tudo bem”. O passageiro ao lado explica que o avião ainda está parado, mas ele não ouve. A
aeromoça vem lhe oferecer um jornal, mas ele recusa.
— Obrigado. Não bebo.
Quando o avião começa a correr pela pista antes de levantar voo, ele é aquele com os olhos
arregalados e a expressão de Santa Mãe do Céu! no rosto. Com o avião no ar, dá uma espiada pela janela
e se arrepende. É a última espiada que dará pela janela.
Mas o pior está por vir. De repente ele ouve uma misteriosa voz descarnada. Olha para todos os
lados para descobrir de onde sai a voz.
“Senhores passageiros, sua atenção, por favor. A seguir, nosso pessoal de bordo fará uma
demonstração de rotina do sistema de segurança deste aparelho. Há saídas de emergência na frente, nos
dois lados e atrás”.
— Emergência? Que emergência. Quando eu comprei a passagem ninguém falou nada em
emergência. Olha, o meu é sem emergência.
Uma das aeromoças, de pé ao seu lado, tenta acalmá-lo.
— Isto é apenas rotina, cavalheiro.
— Odeio a rotina. Aposto que você diz isso para todos. Ai meu santo.
“No caso de despressurização da cabina, máscaras de oxigênio cairão automaticamente de seus
compartimentos”.
— Que história é essa. Que despressurização? Que cabina?
“Puxe a máscara em sua direção. Isso acionará o suprimento de oxigênio. Coloque a máscara
sobre o rosto e respire normalmente”.ORTUGUÊS – AGOSTO 2 3º ANO
Página 3
— Respirar normalmente?! A cabina despressurizada, máscaras de oxigênio caindo sobre nossas
cabeças – e ele quer que a gente respire normalmente?!
“Em caso de pouso forçado na água...”
— O quê?!
“... os assentos de suas cadeiras são flutuantes e podem ser levados para fora do aparelho e...”
— Essa não! Bancos flutuantes, não! Tudo, menos bancos flutuantes!
— Calma, cavalheiro!
— Eu desisto! Parem este troço que eu vou descer. Onde é a cordinha? Parem!
— Cavalheiro, por favor. Fique calmo!
— Eu estou calmo. Calmíssimo. Você é que está nervosa e, não sei por quê, está tentando
arrancar as minhas mãos do pescoço deste cavalheiro ao meu lado. Que, aliás, também parece
consternado e levemente azul.
— Calma! Isso. Pronto. Fique tranquilo. Não vai acontecer nada.
— Só não quero mais ouvir falar de banco flutuante.
— Certo. Ninguém mais vai falar em banco flutuante.
Ele se vira para o passageiro ao lado, que tenta desesperadamente recuperar a respiração, e pede
desculpas. Perdeu a cabeça.
— É que banco flutuante foi demais. Imagine só. Todo mundo flutuando sentado. Fazendo sala no
meio do Oceano Atlântico!
A aeromoça diz que lhe vai trazer um calmante e aí mesmo é que ele dá um pulo:
— Calmante, por quê? O que é que está acontecendo? Vocês estão me escondendo alguma coisa!
Finalmente, a muito custo, conseguem acalmá-lo. Ele fica rígido na cadeira. Recusa tudo que lhe é
oferecido. Não quer o almoço. Pergunta se pode receber a sua comida em dinheiro. Deixa cair a cabeça
para trás e tenta dormir. Mas, a cada sacudida do avião, abre os olhos e fica cuidando da portinha do
compartimento sobre sua cabeça, de onde, a qualquer momento, pode pular uma máscara de oxigênio e
matá-lo do coração.
De repente, outra voz. Desta vez é a do comandante.
— Senhores passageiros, aqui fala o comandante Araújo. Neste momento, à nossa direita,
podemos ver a cidade de...
Ele pula outra vez da cadeira e grita para a cabina do piloto:
— Olha para a frente, Araújo! Olha para a frente!
Luis Fernando Veríssimo
Quanto ao tipo textual, esse texto é classificado como:

Select one of the following:

  • a) descritivo

  • b) dissertativo

  • c) informativo

  • d) narrativo

Question 19 of 20

Medal-premium 1

19) Destaca-se entre as características do texto:

Select one of the following:

  • a) a defesa de um ponto de vista através de argumentos

  • b) a descrição detalhada de objetos e ambientes.

  • c) a exposição de dados colhidos em uma pesquisa

  • d) o desenvolvimento de ações por personagens.

Question 20 of 20

Medal-premium 1

20) Leia o texto e responda as questões 16 a 20.
Juliana/Larissa – Dupla mantém escrita em Cuiabá
Juliana e Larissa fizeram a festa na etapa de Cuiabá do Brasileiro de vôlei de praia. Foi a
quarta vez que elas venceram a etapa em Mato Grosso
A expectativa da torcida que lotou o Parque da Exposição, em Cuiabá/MT, ontem, foi
confirmada em pouco mais de 40min. Após verem Ágatha e Bárbara Seixas equilibrarem o
primeiro set, Juliana e Larissa atropelaram no segundo e faturaram o quarto título na etapa
de Cuiabá do Circuito Brasileiro de vôlei de praia, o primeiro da temporada.
No primeiro set, as líderes do ranking mundial e bronze nos Jogos de Londres-2012, Juliana
e Larissa, encontraram resistência de Ágatha e Bárbara Seixas. Após abrirem vantagem de
três pontos, a parceria favorita administrou o placar até o fim da parcial, que terminou em
21/18, para fazerem 1 a 0 na decisão. No segundo set, Juliana e Larissa não tomaram
conhecimento das rivais. Nem as dores nas costas de Juliana impediram o título, após
arrasadores 21/10.
Diário do Nordeste / Caderno Jogada (17/set/2012)
A finalidade desse texto é:

Select one of the following:

  • a) anunciar as atletas que irão às olimpiadas.

  • b) descrever o perfil de duas atletas de voleibol.

  • c) ensinar as regras de um esporte coletivo.

  • d) noticiar a final de um evento esportivo.

Icon_fullscreen

SIMULADO DO SPAECE PORTUGUÊS 3º ANO 2014

Camila Gramagol
Quiz by , created over 1 year ago

SIMULADO DO SPAECE PORTUGUÊS 3º ANO 2014

Eye 10
Pin 0
Balloon-left 0
Tags No tags specified
gilmarjunior24
Created by gilmarjunior24 over 1 year ago
Camila Gramagol
Copied by Camila Gramagol over 1 year ago
Close