SUSPENSÃO DO CRÉDITO #1

Eduardo .
Quiz by Eduardo ., updated more than 1 year ago More Less
Eduardo .
Created by Eduardo . over 5 years ago
93
0
0

Description

Suspensão do crédito tributário
Tags

Resource summary

Question 1

Question
O rol de hipóteses de suspensão do crédito tributário é taxativo.
Answer
  • True
  • False

Question 2

Question
Muito embora haja hipóteses de suspensão do crédito tributário que operam antes do lançamento (medida liminar em mandado de segurança ou tutela antecipada em outras espécies de ações judiciais) não encontra óbice à Fazenda que efetue o lançamento mesmo assim.
Answer
  • True
  • False

Question 3

Question
(ESAF/MPE-GO/2007) São causas de suspensão de exigibilidade do crédito tributário, exceto
Answer
  • a) o depósito do seu montante integral.
  • b) a concessão de medida liminar em mandado de segurança.
  • c) o parcelamento
  • d) as reclamações e os recursos, nos termos das leis reguladoras do processo tributário administrativo.
  • e) a decadência

Question 4

Question
(ESAF/AFTN/1994) Embora constituído, o crédito fiscal tem a sua exigibilidade suspensa em razão de
Answer
  • a) consignação em pagamento, decisão judicial definitiva, anistia e remissão
  • b) remissão, consignação em pagamento, anistia e liminar em mandado de segurança.
  • c) moratória, liminar em ação cautelar, consignação em pagamento e compensação.
  • d) liminar em mandado de segurança,consignação em pagamento e penhora devidamente aparelhada
  • e) moratória, depósito do montante integral do crédito, reclamações e recursos previstos em lei e liminar em mandado de segurança

Question 5

Question
A suspensão da exigibilidade do crédito tributário não impede o Fisco de lançar o tributo, constituindo o crédito tributário
Answer
  • True
  • False

Question 6

Question
A lei pode prever a Moratória em Caráter Individual, em que o ente tributante autoriza a autoridade administrativa a, por despacho, concedê-la, caso preenchidos os requisitos e condições previstos na lei.
Answer
  • True
  • False

Question 7

Question
Na moratória concedida em caráter individual, a lei restringe a abrangência do benefício às pessoas que preencham determinados requisitos, de forma que o gozo dependerá de requerimento formulado à Administração Tributária no qual se comprove o cumprimento dos pressupostos legais. É nesta hipótese que o reconhecimento do benefício se dará mediante ato administrativo declaratório (designado pelo CTN despacho administrativo)
Answer
  • True
  • False

Question 8

Question
A moratória geral é aquela diretamente concedida pela lei, não sendo necessário, para sua fruição, reconhecimento por ato de autoridade administrativa. Aqui, a lei objetivamente dilata o prazo para o pagamento do tributo, beneficiando a generalidade dos sujeitos passivos, sem necessidade da comprovação por parte destes de alguma característica pessoal especial.
Answer
  • True
  • False

Question 9

Question
Como regra geral, a moratória geral é concedida por lei da pessoa política competente para a instituição do tributo a que o favor se refere.
Answer
  • True
  • False

Question 10

Question
Se a União, por conta de uma situação nacional muito grave, decidir conceder moratória de tributos de competência dos Estados, do Distrito Federal ou dos Municípios, ela é obrigada a conceder a mesma moratória aos tributos de sua competência e às obrigações de direito privado que terceiros tenham com ela.
Answer
  • True
  • False

Question 11

Question
(ESAF/TRF/2002) Indique quais situações, entre outras, "suspendem" a exigibilidade do crédito tributário:
Answer
  • a) a concessão de medida liminar em mandado de segurança; a isenção condicionada; as reclamações e os recursos, nos termos das leis reguladoras do processo tributário administrativo.
  • b) o depósito do montante integral do crédito; a isenção condicionada; as reclamações e os recursos, nos termos das leis reguladoras do processo tributário administrativo; a anistia fiscal.
  • c) a moratória; o depósito do montante integral do crédito; as reclamações e os recursos, nos termos das leis reguladoras do processo tributário administrativo; a concessão de medida liminar em mandado de segurança.
  • d) a moratória, a anistia fiscal, a remissão; as reclamações e os recursos, nos termos das leis reguladoras do processo tributário administrativo; a concessão de medida liminar em mandado de segurança.
  • e) a concessão de medida liminar em mandado de segurança; a isenção condicionada; as reclamações e os recursos, nos termos das leis reguladoras do processo tributário administrativo.

Question 12

Question
moratória de caráter geral prorroga o prazo para o pagamento de tributo de forma irrestrita aos sujeitos passivos sem necessidade de requerimento à autoridade fiscal
Answer
  • True
  • False

Question 13

Question
A lei concessiva de moratória pode circunscrever expressamente a sua aplicabilidade à determinada região do território da pessoa jurídica de direito público que a expedir, ou a determinada classe ou categoria de sujeitos passivos.
Answer
  • True
  • False

Question 14

Question
A lei que conceda moratória em caráter geral ou autorize sua concessão em caráter individual especificará as condições da concessão do favor em caráter geral e individual
Answer
  • True
  • False

Question 15

Question
Salvo disposição de lei em contrário, a moratória somente abrange: 1) os créditos definitivamente constituídos à data da lei ou do despacho que a conceder; ou 2) créditos cujo lançamento já tenha sido iniciado por ato regularmente notificado ao sujeito passivo.
Answer
  • True
  • False

Question 16

Question
A concessão de moratória em caráter individual gera direito adquirido.
Answer
  • True
  • False

Question 17

Question
Segundo o CTN, o parcelamento será concedido na forma e condição estabelecidas em decreto exarado pelo Ministério da Fazenda.
Answer
  • True
  • False

Question 18

Question
A concessão de parcelamento abrange, inclusive, juros e multas, em qualquer situação.
Answer
  • True
  • False

Question 19

Question
o simples pedido de parcelamento, e mesmo sua obtenção, não produz os efeitos da denúncia espontânea, pois não fica afastada a multa.
Answer
  • True
  • False

Question 20

Question
Aplicam-se, solidariamente, ao parcelamento as disposições do Código Tributário Nacional, relativas à moratória
Answer
  • True
  • False

Question 21

Question
A inexistência da lei específica sobre condições de parcelamento dos créditos tributários do devedor em recuperação judiciala importa na aplicação das leis gerais de parcelamento do ente da Federação ao devedor em recuperação judicial, não podendo, neste caso, ser o prazo de parcelamento inferior ao concedido pela lei federal específica
Answer
  • True
  • False

Question 22

Question
O depósito do montante integral ocorre com maior frequência na via judicial, pois, o contribuinte tem total interesse em suspender a exigibilidade do crédito tributário, enquanto durar a discussão judicial sobre se ele deve ou não deve determinado tributo.
Answer
  • True
  • False

Question 23

Question
(ESAF/IRB/2004) O depósito somente suspende a exigibilidade do crédito se for integral e em dinheiro
Answer
  • True
  • False

Question 24

Question
a partir da suspensão da exigibilidade pelo depósito integral do montante, não pode mais o fisco prosseguir com os atos de cobrança tributária, evitando-se, assim, o ajuizamento da execução fiscal, a imposição de multa pelo não pagamento do tributo, os juros de mora e a incidência da correção monetária
Answer
  • True
  • False

Question 25

Question
é inconstitucional a exigência legal de depósito prévio para admissão de recurso administrativo ou judicial, de acordo com entendimento atual do STF, eis que ofende à garantia de acesso ao Poder Judiciário, bem como à da ampla defesa e do contraditório.
Answer
  • True
  • False

Question 26

Question
O repasse de depósitos judiciais e extrajudiciais de tributos e contribuições federais à Conta Única do Tesouro Nacional é constitucional, sendo ato de natureza administrativa e que não integra os recursos orçamentários do Poder Judiciário.
Answer
  • True
  • False

Question 27

Question
o CTN não faz qualquer restrição ao tipo de impugnação administrativa do contribuinte à cobrança do tributo. Neste sentido, por exemplo, o STJ (REsp 1149115) entendeu que o pedido administrativo de compensação suspende exigibilidade do crédito tributário e impede o ajuizamento de execução fiscal.
Answer
  • True
  • False

Question 28

Question
É perfeitamente possível a obrigação de arrolar bens ou a obrigatoriedade de depositar quantia em dinheiro para recorrer administrativamente
Answer
  • True
  • False

Question 29

Question
O STF entende como inconstitucional o parágrafo único do art. 38 da Lei 6.830/1980 (Lei de Execução Fiscal), dispondo que a propositura, pelo contribuinte, de ações judiciais destinadas à discussão da validade de crédito tributário, importa em renúncia ao poder de recorrer na esfera administrativa e desistência do recurso acaso interposto.
Answer
  • True
  • False

Question 30

Question
O mero ingresso na esfera judicial com pedido de medida liminar em mandado de segurança ou em ação cautelar suspende a exigibilidade do crédito tributário.
Answer
  • True
  • False
Show full summary Hide full summary

Similar

Direito Tributário - Revisão
Maria José
Direito Tributário - Revisão
GoConqr suporte .
Princípios do Direito Tributário
Jessica Midori
Noções Gerais de Direito Tributário
Fernando Monteiro
Direito Tributário
Lúcio Flávio Lucca
TRIBUTAÇÃO E ORÇAMENTO
Jualvesm
DIREITO TRIBUTÁRIO LIMITAÇÕES AO PODER DE TRIBUTAR
gilvanga
OBRIGAÇÃO TRIBUTÁRIA II
Mateus de Souza
OBRIGAÇÃO TRIBUTÁRIA I
Mateus de Souza
5 - RESPONSABILIDADE TRIBUTÁRIA
Jairo Nogueira da Costa
NA CONSTITUIÇÃO - Princípios Gerais
daniel_cal