SIMULADÃO DE REVISÃO E FIXAÇÃO - DIP

dayse vasconcelos
Quiz by dayse vasconcelos, updated more than 1 year ago
dayse vasconcelos
Created by dayse vasconcelos over 4 years ago
311
8

Description

SIMULADO DE 30 QUESTÕES SOBRE HIV/AIDS,MENINGITE,HEPATITES,HANSENIASE,DENGUE,TUBERCULOSE PARA A DISCIPLINA DE DOENÇAS INFECTO PARASITÁRIA DO CURSO DE ENFERMAGEM DA ESCOLA DE ENFERMAGEM AURORA AFONSO DA COSTA DA UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE/RJ.

Resource summary

Question 1

Question
(Tribunal Regional do Trabalho / 11ª Região (TRT 11ª) 2012) Com relação à patogênese da transmissão vertical do vírus HIV, assinale a opção correta.
Answer
  • O diagnóstico de HIV, no início da gestação, é pouco eficaz para a redução da transmissão vertical dessa doença.
  • O aleitamento materno não representa risco de transmissão.
  • Fatores obstétricos, tais como a duração da ruptura das membranas amnióticas, a via do parto e a presença de hemorragia intraparto, são fatores importantes na transmissão vertical desse vírus.
  • Não está comprovado que o uso da terapia com antirretroviral combinada seja capaz de reduzir significativamente a carga viral plasmática de HIV para níveis indetectáveis.
  • Fatores bacterianos, tais como infecções, genótipo e fenótipo, não interferem na evolução do processo de transmissão vertical de HIV.

Question 2

Question
(Tribunal Regional Federal / 2ª Região (TRF 2ª) 2012) De acordo com o Ministério da Saúde (2010), uma das prioridades do Programa Nacional de DST e Aids é a redução da transmissão do HIV pela via vertical, cujo modo de transmissão pode ocorrer durante
Answer
  • A infusão de sangue ou seus derivados não testados ou não tratados adequadamente.
  • Os acidentes ocupacionais com perfurocortantes.
  • As relações sexuais desprotegidas e recepção de órgãos ou sêmens de doadores não testados.
  • O compartilhamento de agulhas e seringas, bem como na sua reutilização.
  • A gestação, o parto e pela amamentação.

Question 3

Question
(Tribunal Regional do Trabalho / 2ª Região (TRT 2ª) 2008 ENFERMAGEM FCC) Doença caracterizada por uma disfunção grave do sistema imunológico, sendo o agente etiológico um retrovírus e sua evolução é marcada por uma considerável destruição de linfócitos T CD4+. Estas características são:
Answer
  • Malária
  • Cancro mole
  • Gripe
  • AIDS

Question 4

Question
(VUNESP - 2011 - Pref. São Carlos/SP) - Sobre a AIDS, está correta a alternativa:
Answer
  • O vírus HIV é composto por DNA que destrói os linfócitos T.
  • A detecção da doença é realizada por exames que detectam a presença de anticorpos contra o vírus ou o próprio vírus que pode ficar inativo no interior das células por até dez anos.
  • O não uso do preservativo está relacionado a condições sociais desfavoráveis, relação de gênero (mulheres), homossexualidade, mitos, fatores morais e religiosos.
  • A terapia combinada é utilizada como quimioprofilaxia em gestantes e demais indivíduos infectados.
  • O HIV pode ser transmitido de forma vertical e o teste para diagnóstico no pré-natal deve ser realizado no tratamento da mãe mas não impacta no prognóstico do bebê.

Question 5

Question
(SES-Processo Seletivo à Residência – 2006) Sobre a transmissão do vírus HIV, é correto afirmar:
Answer
  • O sexo anal receptivo desprotegido é a prática de menor risco, tanto para homens como para mulheres.
  • O sexo oral é a prática de maior risco de contaminação da doença.
  • A prevenção da gestação entre mulheres HIV positivas é a única forma de evitar a transmissão perinatal.
  • Janela imunológica compreende a fase em que os portadores recentes de vírus ainda não produziram anticorpos detectáveis.
  • A infecção pelo vírus inexiste durante a exposição da pele íntegra ou mucosas.

Question 6

Question
(Prefeitura de Iguaraçu - PR,2014) Sobre a Dengue tem-se, EXCETO:
Answer
  • Doença infecciosa febril aguda, que pode ser de curso benigno ou grave, dependendo da forma como se apresente: infecção inaparente, dengue clássico (DC), febre hemorrágica da dengue (FHD) ou síndrome do choque da dengue (SCD).
  • Na dengue, a primeira manifestação é a febre, geralmente alta (39ºC a 40ºC), de início abrupto, associada à cefaleia, adinamia, mialgias, artralgias, dor retroorbitária, com presença ou não de exantema e/ou prurido
  • Agente etiológico – A bactéria da dengue (RNA) é um Arbovírus do gênero Flavivirus, pertencente à família Flaviviridae, com quatro sorotipos conhecidos: DENV1, DENV2, DENV3 e DENV4.
  • Sinonímia – Febre de quebra ossos.

Question 7

Question
(FUNDEP -2009) Em relação ao Dengue, é INCORRETO afirmar que:
Answer
  • É doença infecciosa febril aguda que pode ter curso benigno ou grave.
  • A transmissão se faz pela picada da fêmea do mosquito Aedes aegypti ou por contato direto de um doente com uma pessoa sadia.
  • As medidas de controle se restringem ao vetor, pois não existem vacinas nem tratamento específico.
  • É doença de notificação compulsória e de investigação obrigatória.

Question 8

Question
(FGR-2015) Qual é o período de incubação da Dengue?
Answer
  • De 18 dias a 70 dias
  • De 23 dias a 60 dias.
  • De 3 dias a 15 dias.
  • De 38 dias a 90 dias.

Question 9

Question
(TRF - 4ª REGIÃO-2010) É um caso suspeito de dengue quando o paciente apresentar
Answer
  • Doença febril aguda com duração de até 7 dias, acompanhada por pelo menos dois dos seguintes sintomas: dor retro-orbitária, mialgias, artralgias, prostração e exantema, sempre associados a hemorragias.
  • Febre com duração de 15 dias, acompanhada dos sintomas: cefaleia, dor retro-orbitária, mialgias.
  • Cefaleia com duração de 5 a 10 dias, taquipneia, dor torácica, seguida ou não de hemorragias.
  • Doença febril com duração de até 7 dias, acompanhada por pelo menos dois dos sintomas: cefaleia, dor retro-orbitária, mialgias, artralgias, prostração e exantema, associados ou não a hemorragias.
  • Anasarca, desidratação acompanhada ou não de hemorragias.

Question 10

Question
( EBSERH-2015) Além da Dengue, o Aedes aegypti é o transmissor da:
Answer
  • Doença de chagas.
  • Febre chikungunya.
  • Elefantíase.
  • Malária.
  • Leishmaniose.

Question 11

Question
(COSEAC UFF- 2015) O meio mais eficaz de prevenir a tuberculose é a:
Answer
  • Detecção precoce dos casos existentes na comunidade e o seu tratamento correto.
  • Identificação de casos de triquíase nos alvéolos pulmonares.
  • Mobilização da comunidade para desenvolver medidas simples de higiene.
  • Quimioprofilaxia e evitar áreas de grande concentração humana.
  • Melhoria dos serviços de infraestrutura urbana, como coleta de lixo e saneamento.

Question 12

Question
(CAISM PHILIPPE PINEL-CETRO 2013) Observe os sintomas abaixo. I. Tosse seca e contínua com duração de mais de 4 semanas que, posteriormente, passa a apresentar secreção. II. Sudorese noturna, cansaço excessivo, palidez, falta de apetite e rouquidão. III. Em casos mais graves, há dificuldade para respirar e eliminação de sangue ao tossir. É correto afirmar que esses sintomas são característicos de
Answer
  • Difteria.
  • Meningite.
  • Pneumonia.
  • Tuberculose.

Question 13

Question
( TRT - 8ª Região- CESPE 2013) A respeito da tuberculose, assinale a opção correta.
Answer
  • As drogas utilizadas nos esquemas padronizados pelo Ministério da Saúde para tratamento da tuberculose são isoniazida, etambutol, neomicina, despacilina e penicilina cristalina.
  • A maioria dos casos curados de tuberculose necessita de controle pós-tratamento, devendo-se orientar o paciente a retornar ao serviço de saúde sempre que surgirem sintomas da doença
  • A associação HIV/tuberculose não constitui problema de saúde pública, podendo levar à diminuição da morbidade e mortalidade em muitos países.
  • O tratamento da tuberculose deve ser feito em regime hospitalar, supervisionado, no serviço de saúde mais próximo da residência do paciente
  • O exame sorológico anti-HIV deve ser oferecido a todos pacientes com diagnóstico de tuberculose confirmado.

Question 14

Question
(FCC - Analista Judiciário (TJ PE)/Enfermeiro-2007) Em relação à biossegurança no controle da transmissão de tuberculose multiresistente, uma das medidas de proteção respiratória é o uso de máscara
Answer
  • N95 para profissionais de saúde e cirúrgica para pacientes confirmados e suspeitos.
  • Cirúrgica para pacientes suspeitos e para profissionais de saúde.
  • Cirúrgica para profissionais de saúde e N95 para pacientes confirmados.
  • N95 para profissionais de saúde e para pacientes confirmados e suspeitos.
  • Cirúrgica para pacientes confirmados e para profissionais de saúde.

Question 15

Question
(PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO MATEUS DO SUL/PR-UNIUV 2012 ENFERMEIRO) A prova-padrão utilizada para identificar indivíduo infectado com o bacilo da tuberculose é o teste:
Answer
  • Cutâneo de histoplasmina.
  • Mantoux.
  • VDRL.
  • De soroaglutinação.
  • Intradérmico BCG.

Question 16

Question
(IABAS-BIORIO 2014) Febre alta, fortes dores de cabeça, vômitos, rigidez no pescoço, moleza, irritação, fraqueza e manchas vermelhas na pele são sintomas característicos de um quadro clínico de:
Answer
  • Tétano.
  • Meningite.
  • Difteria.
  • Raiva.
  • Caxumba.

Question 17

Question
(Tribunal Regional do Trabalho / 8ª Região- CESPE 2013) Assinale a opção correta a respeito da meningite.
Answer
  • Meningite é uma síndrome caracterizada por febre, cefaleia intensa, vômito e sinal de irritação meníngea, sem alteração do líquido cefalorraquidiano constatável em amostra obtida por punção lombar.
  • As meningites têm distribuição apenas em países subdesenvolvidos ou emergentes e sua expressão epidemiológica depende de fatores como agente infeccioso, existência de aglomerados populacionais e características socioeconômicas dos grupos populacionais e do meio ambiente.
  • O paciente acometido por meningite deve permanecer em isolamento durante sete dias, mesmo tendo iniciado o tratamento com o antibiótico adequado.
  • Não há contraindicação de contato íntimo do portador de meningite com moradores do mesmo domicílio, indivíduos que compartilhem o mesmo dormitório ou que, de alguma forma, mantenham contato com creches.
  • Essa doença pode ser causada por diversos agentes infecciosos, como bactérias, vírus e fungos, entre outros, e agentes não infecciosos, como traumatismos.

Question 18

Question
(COSEAC - UFF 2012) A meningite é uma doença causada por vírus ou bactérias que se caracteriza pela inflamação das meninges, membranas que envolvem
Answer
  • O sistema nervoso periférico.
  • O cérebro e medula espinhal.
  • O sistema digestório.
  • O coração e os vasos sanguíneos.
  • O sistema respiratório.

Question 19

Question
(Tribunal Regional Eleitoral / Rio Grande do Norte - ENFERMEIRO FCC 2011) Meningite é uma inflamação das meninges. As causas mais comuns são as infecções bacterianas ou virais, que se disseminam para o cérebro ou para a medula espinhal pela corrente sanguínea. São exemplos de meningite bacteriana, EXCETO:
Answer
  • Meningite criptocócica.
  • Meningite meningocócica.
  • Meningite pneumocócica.
  • Meningite por H. influenza
  • Meningite por Gram-negativo

Question 20

Question
( Instituto Lauro de Souza Lima - SP (ILSL/SP) 2013- IBFC) Em relação às doenças transmissíveis, infecciosas e parasitárias, assinale a alternativa correta.
Answer
  • A Sífilis é uma doença sistêmica, infectocontagiosa, transmitida por via sexual e congênita, causada pelo Treponema pallidum.
  • A janela imunológica é o período de tempo entre a exposição ao vírus até a sua detecção por marcadores virais ou antivirais. Considera-se adequado para a Síndrome da Imunodeficiência Adquirida (AIDS), o período médio de janela imunológica de 90 dias.
  • A Tuberculose é uma doença infecciosa, que atinge exclusivamente o pulmão. O tratamento deve ser realizado em nível ambulatorial, porém, quando necessitar de internação em unidade hospitalar, deverá ser adotada a precaução para transmissão de gotículas.
  • A Doença Meningocócica é uma infecção bacteriana aguda das meniges, ocorre geralmente na primeira infância. Durante a internação para tratamento, o paciente deve permanecer em isolamento do tipo precauções para gotículas e contato.

Question 21

Question
(Tribunal Regional Federal / 3ª Região (TRF 3ª) 2014 FCC) As medidas de controle da Hepatite B incluem:
Answer
  • Quimioprofilaxia e antibioticoterapia na prevenção de casos secundários, a notificação de surtos e a inativação viral de hemocomponentes.
  • Profilaxia pós-exposição, o saneamento básico e a vacinação de 100% das mulheres em idade fértil.
  • Utilização de seringas e agulhas descartáveis, o controle de vetores e a notificação dos casos suspeitos.
  • Medidas adequadas de biossegurança nos estabelecimentos de saúde, o controle de comunicantes e a antibioticoterapia.
  • Profilaxia pré-exposição, a inativação viral de hemoderivados e a triagem obrigatória dos doadores de sangue.

Question 22

Question
(Tribunal Regional Eleitoral / Paraná (TRE PR) 2012 ENFERMEIRO FCC) Os vírus das hepatites virais são reconhecidos pelas suas siglas em inglês e nomeiam as diferentes formas da doença. São eles: Hepatitis A Virus (HAV), Hepatitis B Virus (HBV), Hepatitis C Virus (HCV), Hepatitis D Virus (HDV) e Hepatitis E Virus (HEV). Sobre as hepatites virais identifica-se que:
Answer
  • A imunização contra o HBV só é efetiva quando se tomam as duas doses da vacina, com intervalo de um mês entre a primeira e a segunda doses.
  • A transmissão da hepatite D é semelhante àquela da hepatite B, porém o HDV depende da presença do HBV para infectar uma pessoa.
  • A exposição percutânea ao HCV entre trabalhadores é um modo de contaminação, porém esse vírus não é transmitido verticalmente.
  • O HAV tem como fonte de infecção os animais domésticos, como cães e gatos, e a transmissão é direta, por água ou por alimentos contaminados.
  • Os surtos de hepatite E são comuns entre trabalhadores porque a transmissão do HEV é oral.

Question 23

Question
(FCC-2010-TRF 4º REGIÃO FCC)O Brasil é classificado pela Organização Mundial de Saúde como o país de maior endemicidade para hepatite A, cuja transmissão pode ocorrer:
Answer
  • Unicamente pela via parenteral.
  • Na sexta semana após o início dos sintomas.
  • Via fecal-oral, inter-humanos, por meio de água e alimentos contaminados.
  • No final da quinta semana do início dos sintomas
  • Pela via sexual, por alimentos, frutas e verduras.

Question 24

Question
(Banco do Brasil S.A. (BB) 2014 (2ª edição) ENFERMEIRO DO TRABALHO - CESGRANRIO) Dentre as doenças infecciosas causadas por vírus, as hepatites são relevantes por seu caráter insidioso e pela gravidade de terem o fígado como órgão alvo.Considerando-se o modo de transmissão das hepatites, para quais tipos o enfermeiro deve indicar procedimentos e cuidados inerentes à transmissão sanguínea?
Answer
  • E e B
  • A e B
  • B e C
  • A e C
  • A e E

Question 25

Question
(TRT - 9ª REGIÃO (PR) FCC 2013 ENFERMEIRO) O vírus VHB causador da hepatite B, de acordo com o Ministério da Saúde, está presente no:
Answer
  • Sangue, no esperma e na água contaminada.
  • Sangue, no esperma e no leite materno.
  • Esperma, no ar e no leite materno.
  • Esperma, nos alimentos contaminados e no ar.
  • Sangue, nos alimentos contaminados e no ar.

Question 26

Question
(Prefeitura de Santos - SP 2005 ENFERMEIRO - FCC) As pessoas que convivem com portadores de hanseníase devem:
Answer
  • Receber vacina BCG Id, duas doses com intervalo de seis meses, caso nunca a tenham recebido.
  • Realizar quimioprofilaxia com dapsona por 3 meses, caso convivam com pacientes multibacilares.
  • Fazer acompanhamento com testes de Mitsuda nos primeiros três anos após a descoberta do caso.
  • Ser orientadas a procurar o médico caso apresentem na pele manchas avermelhadas ou esbranquiçadas, dolorosas e com vesículas
  • Realizar exame clínico dermato-neurológico semestralmente por 8 anos (período máximo de incubação).

Question 27

Question
(Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN) 2014 ENFERMEIRO FUNCERN) A hanseníase é uma doença infectocontagiosa causada pelo bacilo de Hansen. Esse bacilo possui alta infectividade, mas baixa patogenicidade, o que significa dizer que muitas pessoas
Answer
  • Evoluem para quadros graves, mas são inofensivas para outras pessoas.
  • São infectadas, mas não carecem de diagnóstico.
  • Adoecem e todas evoluem para quadros graves da doença.
  • São infectadas, mas poucas adoecem.

Question 28

Question
( Universidade do Estado do Pará - PA (UEPA/PA) 2008 ENFERMAGEM CESPE) São formas da Hanseníase:
Answer
  • Indeterminada, Virchowiana, tuberculóide.
  • Virchowiana, tuberculóide, diforma.
  • Tricocefaliase, Virchowiana, tuberculóide
  • Indeterminada, tuberculóide, diforma.
  • Indeterminada, Virchowiana, tuberculóide, diforma.

Question 29

Question
(Instituto Lauro de Souza Lima - SP (ILSL/SP) 2013 ENFERMEIRO IBFC) Na hanseníase (MH), o tratamento é eminentemente ambulatorial. Nos serviços básicos de saúde, administra-se uma associação de medicamentos, a poliquimioterapia. Assim sendo a PQT é constituída pelos seguintes medicamentos:
Answer
  • Rifampicina, dapsona e clofazimina
  • Isoniazida, rifampicina e dapsona.
  • Rifampicina, clofazimina e pirazinamida.
  • Dapsona, etambutol e rifampicina.
  • Isoniazida, rifampicina e pirazinamida.

Question 30

Question
(Fundação de Desenvolvimento da Criança e do Adolescente Alice de Almeida - PB (FUNDAC/PB) 2008 ENFERMAGEM CESPE) A hanseníase é uma doença causada por um bacilo denominado mycobacterium leprae, não é hereditário, e sua evolução depende de características do sistema imunológico da pessoa que foi infectada. São sinais e sintomas:
Answer
  • Sensação de formigamento, dormência nas extremidades, manchas brancas ou avermelhadas e diminuição na força muscular.
  • Caroços e placas em qualquer local do corpo, alteração da sensibilidade, artralgia, náuseas e vômitos.
  • Sensibilidade ao calor, frio e dor, anorexia, cefaleia e dificuldade para segurar objetos.
  • Alteração da sensibilidade, manchas brancas ou avermelhadas, início súbito da febre e dores musculares.
Show full summary Hide full summary

Similar

Processo de Cicatrização
Letícia Silva
Termos téc. Enfermagem
Letícia Silva
Anatomia Artérias
Filipe Brito
Anatomia membro inferior - Ossos, acidentes e movimentos
vitorstoco
COMUNICAÇÃO INTERPESSOAL EM SAÚDE
erikaaptorres
Patologias dos rins
Celi cs
Troca de gases prejudicada -
ucbjacque@gmaIl.com
Flashcard Clinica Médica
marcelargondim
Imunizações na Pediatria
tarsila
31 – Pancreatite crônica
Gusthavo Oliveira
51-100 - Anatomia 2015
fergvz