Arte literária - Gênero Literário

Loxie Zemog
Slide Set by , created almost 2 years ago

Capítulo 2 e 3 livro de literatura

4
0
0
Tags
Loxie Zemog
Created by Loxie Zemog almost 2 years ago
LITERATURA: ROMANTISMO (INTRODUÇÃO)
jhonathannicolas
Quinhentismo
Isadora Borges
TROVADORISMO
Denise Teófilo
An Inspector calls - Gerald Croft
Rattan Bhorjee
1PR101 2.test - Část 14.
Nikola Truong
Literatura Brasileira
Alessandra S.
Períodos literários brasileiros
GoConqr suporte .
Gêneros Literários
Larissa Borela
Literatura - Escolas Literárias
Amanda Destro
RESUMO DE LITERATURA (PARTE 1)
Ana Luiza Polett

Slide 1

    A Literatura é uma manifestação artística. ''A literatura é a linguagem carregada de significado. Grande literatura é simplesmente a linguagem carregada de significado até o máximo grau possível'' Ezra Pound. Em toda obra literária percebe-se uma ideologia, uma postura do artista diante da realidade e das aspirações humanas. Gênero Lírico - quando o ''eu'' nos passa uma emoção, um estado; centra-se no mundo interior do poetam apresentado forte carga subjetiva. A Subjetividade surge, assim, como característica marcante do lírico. O poeta posiciona-se em face dos ''mistérios da vida'' A lírica já foi definida como a expressão da ''primeira pessoa do singular do tempo presente'' Dramático - Quando os ''atores, num espaço especial, apresentam, por meio de palavras e gestos, um acontecimento''. Retrata, fundamentalmente, os conflitos das relações humanas. Gênero Épico: quando temos uma narrativa de fundo histórico, são os feitos heroicos e os grandes ideias de um povo o tema das epopéias. O Narrador mantém distanciamento em relação aos acontecimentos (esse distanciamento é reforçado, naturalmente, pelo aspecto temporal: Os fatos narrados situam-se no passado) Poeta observador voltado para o mundo exterior, tornando a narrativa objetiva. A Objetividade é característica marcante do gênero épico. (Poesia da terceira pessoa do tempo passado)

Slide 2

    A divisão tradicional em três gêneros literários originou-se na Grécia clássica, com Aristóteles, quando a poesia era a forma predominante de literatura. Gênero Lírico - o nome vem da LIRA instrumento musical usado para acompanhar os cantos dos gregos. Até o final da idade média o poemas eram cantados. Ao separar-se o texto do acompanhamento musical, a poesia passou a apresentar uma estrutura mais rica. Poesia do Modernismo = verso livre e verso brando (verso sem rima). VERSOS DECASSÍLABOS: (dez sílabas) VERSOS ALEXANDRINOS (doze sílabas poéticas) e rima. A maior parte das poesias pertence a esse gênero, destacando-se: Ode e Hino: os dois nomes vêm da Grécia e significam ''canto''. ODE é uma poesia entusiástica, de exaltação, HINO é uma poesia destinada a glorificar a pátria ou louvar divindades.

Slide 3

    Elegia: é uma poesia lírica que fala de acontecimentos tristes ou da morte de alguém. O ''Cântico do calvário'' de Fagundes Varela, é maios famosa elegia. Idílio e écloga: ambas são poesias BUCÓLICAS, pastoris. A écloga difere do idílio por apresentar diálogo. Epitalâmio: Poesia feita em homenagem ás núpcias de alguém. Sátira: poesia que censura os defeitos humanos, mostrando o ridículo de determinada situação. Gênero dramático: DRAMA, em significa ''ação''. Ao gênero dramático pertencem os textos, em poesia ou prosa, feitos para serem representados. Isso significa que entre autor e público desempenha papel fundamental todo o elenco que participa da encenação. O gênero dramático compreende as seguintes modalidades: TRAGÉDIA: representação de um fato trágico, suscetível de provocar compaixão e terror. Aristóteles afirmava que a tragédia era ''uma representação duma ação grave, de alguma extensão e completa, em linguagem figurada, com atores agindo, não narrando, inspirando dó e terror.''

Slide 4

    COMÉDIA: representação de um fato inspirado na vida e no sentimento comum, de riso fácil, em geral criticando costumes. TRAGICOMÉDIA: modalidade em que se misturam elementos trágicos e cômicos. FARSA: pequena peça teatral de caráter ridículo e caricatural, que critica a sociedade e seus constumes. GÊNERO ÉPICO: narrativa em forma de versos, de um fato grandioso e maravilhoso, que interessa a um povo. GÊNERO NARRATIVO: variante do gênero épico. Principais manifestações: Romance, novela e conto. CONTO: É a mais breve e simples narrativa, centrada em um episódio da vida.  CRÔNICA: A palavra crônica deriva do radical grego crono, que significa ''tempo''. Daí o seu caráter contemporâneo: relato de acontecimentos do tempo de hoje, ou seja relato de fatos do cotidiano.

Slide 5

    Fábula: narrativa inverossímil, com fundo didático, que tem como objetivo transmitir uma lição de moral. Normalmente a fábula apresenta animais, como personagens. Quando os personagens são seres inanimados, objetos, a fábula recebe a denominação de APÓLOGO. NARRADORNarração em terceira pessoa: o narrador está fora dos acontecimentos, mas tem ciência de tudo o que acontece, daí ser chamado de ONISCIENTE. O narrador vê o que NINGUÉM tem condições de ver: o mundo interior do personagem)